LOOKBOOK | Flower Power

“It's so curious: one can resist tears and 'behave' very well in the hardest hours of grief. But then someone makes you a friendly sign behind a window, or one notices that a flower that was in bud only yesterday has suddenly blossomed, or a letter slips from a drawer... and everything collapses.”

LISBOA, PORTUGAL | A Cultura do Hambúrguer

Depois de um dia no NOS Alive e algumas horas de sono, o almoço de sexta-feira foi numa hamburgueria gourmet do Bairro Alto: A Cultura do Hambúrguer.

As hamburguerias estão na moda e aparecem em todos os cantos das cidades mas sinto que, cada vez mais, são iguais umas às outras, não só pela estrela do restaurante (o hambúrguer, precisamente) mas também pela decoração e pelas combinações disponíveis na ementa. Assim, fiquei agradavelmente surpreendida quando entrei n'A Cultura do Hambúrguer e vi uma decoração rústica que me fez lembrar uma casa antiga.

Os hambúrgueres têm combinações incomuns e desde o hambúrguer Eusébio (em pão preto, confeccionado com tinta de choco) ao Sex On The Beach (que tem todos os ingredientes e mais alguns), as opções são imensas. Eu fiquei-me pelo mais básico - e, honestamente, não me recordo do nome mas achei que todos os ingredientes eram de qualidade e que a atenção estava em todos os detalhes. Para acompanhar, uma limonada, como não podia deixar de ser. E que bem que soube o almoço!

CORPO | Toalhitas: Tom&Jerry da Nunex

Ao contrário das toalhitas desmaquilhantes (que só servem mesmo para isso) as toalhitas de bebé são multifunções e não são apenas úteis na hora da mudança da fralda dos mais pequeninos. Tenho sempre uma embalagem por perto (na carteira, no carro e/ou em casa) e digo-vos: já me salvaram nas mais variadas situações.

Uma surpresa recente? As toalhitas Tom&Jerry da Nunex. O aroma não é agressivo e o facto de estarem preparadas para serem utilizadas em bebés com pele sensível faz com que não provoquem vermelhidão, alergia ou irritabilidade. São suaves, não têm álcool na sua composição e são óptimas para limpar as mãos depois do algodão doce ou refrescar os braços quando o calor aperta, mas também para limpar as sapatilhas e o teclado do computador. Nunca as vi em supermercados mas estão disponíveis na Loja De Mãe Para Mãe (em packs de 12 ou de 24 embalagens).

THIRTEEN | Agora sim!

Há uns tempos seria impensável para mim fazer outfit posts. Não por ter medo de transformar o Thirteen num blogue de moda - sei que isso não aconteceria - mas porque não me sentia confortável a explorar um tema que ainda não dominava. Até há relativamente pouco tempo, eu sentia que não tinha nada a acrescentar porque eu própria ainda estava a descobrir o meu estilo pessoal e a explorar diferentes combinações, cores e padrões, optando também muitas vezes pelas repetições seguras que já conhecia.

Agora, mais mulher e mais confiante no meu guarda-roupa, estou a adorar explorar esta temática e mostrar-vos aquilo que visto verdadeiramente no meu quotidiano - sem teatralidades ou excentricidades. E, confesso, o vosso feedback deixa-me sempre de coração cheio! Obrigada.


Fotografia: Carlos Braga

BLOGOSFERA | Mar de Maio

A iniciativa #PostaisParaOsLeitoresDoThirteen está a ser verdadeiramente enriquecedora para mim. Não só porque me aproxima dos meus leitores e me permite escrever um postal personalizado para todos aqueles que têm interesse em recebê-lo mas também porque me permite descobrir os blogues dos leitores que nunca fazem comentários. Foi assim que descobri o Mar de Maio.

Há muito que não encontrava um blogue verdadeiramente inspirador e enriquecedor mas o Mar de Maio veio colmatar essa falha e trazer-me leituras felizes e tranquilas. Com uma escrita muito própria e um coração enorme, a Inês leva-nos a viajar com ela, recomenda-nos alguns livros, partilha connosco as suas experiências, dá-nos informações valiosas sobre voluntariado internacional e lugares bonitos e faz-nos sentir que estamos a conversar com uma amiga. 

A Inês tem uma escrita fluída e acessível - daí a conversa com a amiga - mas nem por isso deixa de nos apresentar os temas mais complexos, as cidades mais fascinantes e as informações mais valiosas. Como não gostar de um blogue assim? Sinto-me mais completa por ter encontrado o Mar de Maio e serei, sem dúvida, leitora assídua daqui para a frente - este é um blogue com alma. Obrigada por teres aderido à minha iniciativa dos postais, Inês.