O exame de Geografia do Turismo também já está feito. O próximo será Economia do Turismo. Preciso de sorte!

SOLIDARIEDADE | O Pai Natal Solidário

Interrompi as minhas mini-férias longe da blogolândia para vos vir falar duma iniciativa que merece, sem qualquer dúvida, todas as partilhas que conseguirmos angariar: O Pai Natal Solidário dos CTT. É impossível ajudar toda a gente mas eu confesso que tenho um carinho especial por iniciativas e recolhas relacionadas com crianças e, portanto, acho que esta divulgação faz todo o sentido.

O Pai Natal Solidário dos CTT "é uma acção de solidariedade social que visa satisfazer os desejos de Natal de crianças carenciadas. Integrado no espírito do Projeto de Luta Contra a Pobreza e Exclusão Social dos CTT, lançado há cinco anos e que já permitiu ajudar milhares de pessoas, O Pai Natal Solidário dos CTT envolve cerca de 50 Instituições de Solidariedade Social que cuidam de crianças com necessidade de assistência social. Estas crianças, até aos 10 anos de idade, são convidadas a escrever cartas ao Pai Natal, revelando os presentes que desejam receber. Podem fazê-lo através de uma redação, um desenho ou mesmo uma colagem e esta ação permite que muitas crianças, socialmente desfavorecidas, tenham acesso a um presente de Natal que, de outra forma, não teriam,". Há melhor forma de lhes mostrar que o Pai Natal existe para concretizar pelo menos uma parte dos seus desejos?

Quem quiser contribuir para esta causa apenas "tem de apadrinhar uma das cartas que estão disponíveis no website (ou em 64 das lojas CTT), durante os meses de novembro e dezembro. Basta selecionar a carta de uma criança e indicar o nome e o e-mail, de forma a obter o código único da carta escolhida. Depois, é só entregar o presente em qualquer uma das Loja CTT em todo o país, juntamente com o código recebido, no prazo de 3 dias úteis. O presente não deve ser embrulhado e os CTT oferecem a embalagem e o envio. Por razões de proteção das crianças, todos os dados pessoais, quer dos padrinhos, quer das crianças das instituições, só serão conhecidos pelos CTT, garantindo assim a confidencialidade da informação e todo o processo de entrega dos presentes". É uma iniciativa que merece ser partilhada e valorizada. Os interessados poderão ver toda a informação aqui e, já agora, convido os meus leitores a passar a mensagem!


A distância é uma merda e muda tudo. Fim.

ALIMENTAÇÃO | Hamburgueria Artesanal: DeGema

Hoje almoçámos na DeGema, uma Hamburgueria Artesanal que abriu este mês bem no centro da cidade de Braga. Para quem está familiarizado com a cidade, posso dizer que fica na zona do Jardim de Santa Bárbara, da sapataria Fernando e do café Lusitana. Funciona como hamburgueria mas tem mais do que os típicos hamburgueres de novilho e uma parte do menú é dedicada às saladas e a outros tipos de hamburgueres (vegetarianos, de salmão, de frango...), todos com nomes super engraçados homenageando expressões bracarenses (podem ver do que falo aqui).

Eu experimentei aquele que me parece ser o menú infantil (DeGema Canalha) optando pelo "Estrugidinho", um dos hamburgueres mais pequenos e mais simples mas, pelo que ouvi, qualquer escolha seria positiva. O serviço é de qualidade e muito rápido, a refeição estava deliciosa, os preços são bastante acessíveis e o espaço funciona também como take away e café. Recomendo e parece-me que é um espaço que terá sucesso!


A minha sorte é ter amigos incríveis que colam todos os meus pedacinhos com Super Cola 3.

DESPORTO | Suécia x Portugal

Se há coisa de que gosto é de ver um bom jogo de futebol. Independentemente das equipas, gosto de ver jogadores com qualidade, passes bem feitos, remates certeiros e arbitragens correctas. Claro que prefiro ver os jogos do meu SC Braga (preferencialmente quando está a ganhar) e claro que tenho os meus jogadores favoritos mas, regra geral, se for um jogo promissor, entre duas equipas com qualidade, eu tenho vontade de ver. Não gosto de assistir a jogos de andebol ou de ténis mas tenho um carinho especial por aquele que é considerado o desporto rei no nosso país. Ninguém nega que há atletas fantásticos, nadadores espectaculares, tenistas incríveis e jogadores de hóquei brutais que mereciam reconhecimento apesar de todas as referências dos media lhes passarem ao lado mas isso seria assunto para outra publicação. Hoje venho falar-vos da nossa Selecção, que move um país inteiro e que cola milhões de pessoas ao ecrã.

Gosto desse espírito. Portistas, benfiquistas, sportinguistas e bracarenses todos do mesmo lado, a puxar por uma só equipa, mesmo quando anda mais fraquinha. A gritar golo em conjunto e a abraçarem-se sem preconceitos. Gosto. Gosto de ver as bandeiras nas janelas, as bancadas pintadas de vermelho e verde e os cachecóis ao peito. Gosto de ouvir o hino e de sentir arrepios. Gosto de ver os jogadores reconhecidos internacionalmente a regressarem a terras lusas para os estágios e os treinos. Gosto de os ouvir a falar português nas conferências de imprensa. Gosto da força que a Selecção tem em nós e do poder que tem sobre os amantes do desporto, seja ele qual for. Amanhã Portugal joga contra a Suécia e, pela milésima vez, eu vou ver o jogo e vou estar a torcer pela nossa Selecção. Quero muito que consigamos entrar no Mundial de 2014 e que este início complicado dê lugar a prestações de qualidade e a vitórias inegáveis. Como diz o slogan, cada jogo é uma final portanto espero ver os nossos meninos a representar bem o nosso país, espero um bom jogo de futebol cheio de adrenalina e espero uma vitória sobre a equipa que veste as cores do meu curso. Apostas relativamente ao resultado?


A Adriana Lima tem muitas fotografias fantásticas mas esta está, sem dúvida, no meu top 5!

ROSTO | Base Líquida: Fit Me da Maybelline

Quando experimentei esta máscara de pestanas da Maybelline (sobre a qual já dei a minha opinião aqui) fiquei surpreendida com a qualidade da marca e portanto não tive receio em arriscar numa base líquida da mesma família quando a minha terminou. Confesso que a comprei de forma impulsiva porque a Sephora já estava fechada e eu precisava duma nova naquele instante mas, numa passagem pelo Continente, trouxe-a comigo sem arrependimentos. Já tinha ouvido falar nela pela sua diversidade de cores e pelo seu design simples e atrativo combinado com um preço convidativo portanto decidi dar-lhe uma casa nova. 

A Fit Me demorou a chegar a Portugal e, mesmo assim, chegou de forma incompleta (das dezoito cores lançadas, em lojas físicas lusitanas há apenas entre seis a oito tons) mas é um produto que já faz parte da rotina diária de muitas meninas portuguesas. No Continente, um bocado a medo, escolhi aquele que me pareceu ser o tom ideal para mim. É difícil ter a certeza quando não há testers nem pessoas com formação que nos ajudem a comprovar se aquele é, realmente, o tom mais indicado para nós mas, depois de comparar embalagens e cores, lá me decidi por um tom que, felizmente, não fugiu muito aos que estou habituada a usar. 

A embalagem é feita de vidro e, apesar de primar pelo material que é conhecido por ser frágil, é resistente e pode andar aos trambolhões dentro da mala. O pump é só mais uma coisa positiva em termos de aspecto e função: torna-a higiénica e permite dosear facilmente a quantidade de base sem desperdícios o que é, sem qualquer dúvida, uma mais valia para qualquer produto líquido. Em termos de características posso-vos dizer que tem SPF 18, que é bastante fluída e que tem um grau de cobertura média. Pode ser trabalhada para gerar uma cobertura mais alta sem se tornar pesada e artificial mas, para marcas mais acentuadas como borbulhas estilo vulcão em erupção ou olheiras muito escuras, recomendo também o uso de um corrector de qualidade porque o produto não será capaz de cobrir essas imperfeições mais visíveis.

Esta base da Maybelline dura cerca de oito horas sem necessitar de qualquer tipo de retoques mas é preciso ter cuidado com a roupa e a quantidade de base que colocamos no rosto uma vez que é facilmente transferível. Para contrariar esse aspecto menos positivo, recomendo que apliquem, no final, um pó matte que eliminará, também, os brilhos indesejados e pouco naturais. Como não tem óleos nem ceras na sua composição parece-me indicada para peles normais e mistas podendo ser reforçada com pózinhos nas zonas mais problemáticas (como a zona T) mas, ao mesmo tempo, acredito que não funcione em peles oleosas dada a sua consistência e a sua forma de secagem.

É acessível e, na minha opinião, é uma boa base para principiantes devido à sua fluidez e facilidade de aplicação. Para quem não gosta do efeito "base-colada-na-cara-à-chapada" e prefere um acabamento mais natural apenas para melhorar o aspecto geral da pele, a Fit Me é uma das bases indicadas para esse efeito. Eu adquiri a minha por 11,95€ (se não me engano) no Continente e penso que foi uma óptima descoberta (que pode ser encontrada também por vocês noutros hipermercados para além do que mencionei). Não supera nem iguala outras bases que já experimentei mas tem uma boa relação qualidade/preço (preço esse que pode variar entre os 9€ e os 12€).


Esta é uma das melhores fotografias editoriais de sempre. Adoro e está na minha lista de preferidas!

EVENTO | Sara Sampaio no VSFS 2013

Estou a escrever esta publicação com um orgulho inconfundível no coração por ver, sem mais demoras, uma portuguesa "de gema" na lista das melhores modelos do mundo. É verdade e completamente oficial: a nossa Sara Sampaio irá entrar, finalmente, no Victoria's Secret Fashion Show! O desfile é já na próxima quarta-feira dia 13 de Novembro e a Sara vai lá estar a fazer aquilo que melhor sabe depois de ter sido seleccionada nos castings exigentíssimos da marca. 

A Sara nasceu no Porto e está agora em Nova Iorque a viver um sonho. Depois de ter ganho o concurso "Cabelo Pantene" e de ter sido um dos anjos caídos no anúncio da Axe, já fez inúmeras campanhas para a Victoria's Secret e agora transforma-se num dos verdadeiros anjos do mundo da moda. O desfile mais esperado do ano será transmitido no dia 10 de Dezembro na CBS e, como já é hábito, primará pela diversão, pela sensualidade, pela cor, pela música e pela gente gira, tanto a desfilar como a assistir. Será que a Sara vai ganhar umas asas especiais este ano? Seja como for, pisar aquela passerelle já a coloca num patamar superior e eu desejo-lhe todo o sucesso do universo. Com trabalho tudo se consegue e a Sara ensina-nos a lutar pelos nossos sonhos e a sermos persistentes. Se não funcionar à primeira, tentamos duas, três e quatro vezes até ser possível. Estou mesmo curiosa para a ver ao lado da Adriana, da Candice, da Alessandra e da Erin. Tenho a certeza que não desiludirá!

SpellPotter - Photos du journal | via Facebook

A tarde vai ser usada para acabar o trabalho de Geografia do Turismo cujo tema é o Harry Potter. Mais logo há ensaio da Tuna.

18º ANIVERSÁRIO | O Bolo

A tarefa do bolo de aniversário está sempre na lista da minha mãe e da minha irmã. Nunca passei pela fase das princesas e das purpurinas mas sempre tive direito a bolos bonitos, desde aqueles bastante simples aos outros ultra-elaborados que me encheram as medidas. No ano passado, por exemplo, quando fiz 17 anos, tive direito a uma Chanel 2.55 preta que fez furor entre as meninas da festa. E como os meus bolos de aniversário são sempre incríveis, este ano a história repetiu-se: depois de soprar as velas dos épicos 18, tinha como tarefa fatiar um saco às riscas cor-de-rosa da Victoria's Secret. 

Pão-de-ló com recheio de brigadeiro, como eu gosto, cor-de-rosa e ultra-personalizado (esqueçam lá a Victoria, agora é Carolina's Secret!). Alimentar os convidados era prioridade mas nada como ter uma coisa linda destas a enfeitar a mesa principal, certo? Para vocês, que não puderam descobrir o sabor do saco da Carolina's Secret, deixo-vos a prova fotográfica: um bolo feito cá em casa que, segundo os convidados, está mais do que aprovado. Confirmem lá:

👯

E hoje é dia de festaaaaaa!

APLICAÇÃO | Viber

Esta é das aplicações mais úteis que tenho instaladas no meu iPhonezinho. Foi das primeiras que descarreguei da Apple Store e tem sido uma óptima companhia nos últimos dois anos. Hoje venho falar-vos do Viber: uma app brutal (e gratuita!) que serve, basicamente, para comunicar com amigos que possuam smartphones e que tenham acesso à internet. Facilita o envio de mensagens e fotografias à borla, ajuda imenso no que diz respeito às chamadas grátis e, para melhorar isto tudo: dá para enviar autocolantes, desenhos e outras coisas assim fofinhas e altamente personalizadas. Basicamente, o Viber funciona mais ou menos como um chat. Assim que esta aplicação é instalada, reconhece automaticamente todos os nossos amigos e adiciona aqueles que utilizam a mesma aplicação à lista de contactos disponíveis. A única desvantagem é, realmente, o facto de requerer ligação à internet. No entanto, se alguém nos quiser contactar quando temos a internet do telemóvel desligada, a mensagem estará lá à nossa espera quando voltarmos a usufruir da rede wi-fi (ou da rede móvel). Para contactar pessoal no estrangeiro é uma maravilha e, no meu caso, é fantástico para enviar fotografias para os meus amigos e desenhos para a minha Madrinha Académica. Falo-vos dela noutra publicação! Agora vão lá instalar a aplicação e enviar coisas parvas aos vossos amigos!


Parabéns a miiiim!

VIDA ACADÉMICA | A Escolha dos Padrinhos Académicos

Como alunos do primeiro ano (frequentadores da Praxe) temos direito a escolher os nossos Padrinhos Académicos. Para além de nos acompanharem nas tradições da Universidade (como o baptismo, o traçar da capa ou a imposição de insígnias), os Padrinhos funcionam também como tutores, como amigos próximos e claro, como números de emergência dentro da faculdade. Há universidades em que se pode escolher um Padrinho e uma Madrinha, outras em que as meninas escolhem um Padrinho e os rapazes uma Madrinha e outras, como é o caso da minha, em que podemos escolher um Padrinho ou uma Madrinha, independentemente do nosso género. Só podemos escolher uma pessoa que tenha pelo menos três matrículas e o pedido é feito através de uma carta que lhe será entregue durante um jantar onde estarão presentes todos os caloiros, todos os doutores, todos os veteranos e claro, o dux (que distribui as cartas e que pode, também, ser Padrinho).

Toda a gente espera que escolhamos a pessoa com quem nos damos melhor mas, para mim, a selecção está ser realmente complicada. Ando aqui às voltas sem saber ao certo o que escrever e não consigo tomar uma decisão porque há imensas pessoas que me dizem muito. Consegui reduzir a lista até ficar com duas pessoas (ironicamente, um possível Padrinho e uma possível Madrinha) mas tenho uma carta para escrever e convém que me decida rapidamente porque tenho que a entregar amanhã. É bom quando há tanta gente que nos faz sentir bem, que nos ajuda e que se preocupa connosco mas escolher uma pessoa implica não escolher os outros. Porque é que não nos deixam ter um Padrinho E uma Madrinha? Assim já estava decidido!

18º ANIVERSÁRIO | Sábado às 20H

A partir do momento em que houve quem me perguntasse se a festa era sexta ou sábado (sem eu ter dito que a ia organizar) percebi que não podia simplesmente dizer que este ano a tradição era quebrada. Os convites estão feitos. Enviei trinta mensagens e já recebi doze respostas afirmativas e uma negativa. Provavelmente nem todos poderão comparecer uma vez que muitos deles estão fora da cidade e/ou em época de testes e frequências mas tenho a certeza que será uma noite bem passada. Como de costume, o jantar será cá em casa e a estadia está incluída até ao dia seguinte, com pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar para quem assim quiser (há sempre uns resistentes). Esperam-se muitas conversas, algumas competições de Guitar Hero e PES, reencontros, boa música, filmes de terror (que eu não vou ver), fotografias, campeonatos de matraquilhos e claro, bons amigos que ficam para a vida. 

Há pessoas que celebram o Natal até à Passagem de Ano e há casamentos que duram uma semana. No nosso caso, é o meu aniversário que dura o fim de semana inteiro. É uma coisa que já faz parte dos "eventos anuais" e que, apesar da preguiça da organização, me dá gozo. Ninguém se preocupa se ressona, se tem a maquilhagem borratada ou o cabelo despenteado. Ninguém pinta a cara de ninguém quando os preguiçosos adormecem (costumo ser a primeira!) e ninguém se preocupa com nada. Não há saltos altos, vestidinhos chiques e cabelo exageradamente arranjado. É tudo muito simples, confortável, prático e, obviamente, familiar. Há sempre muitos risos, muitas brincadeiras, muita comida, muitas gordices que nos põem de dieta nas semanas seguintes só para não ficarmos todos diabéticos ou com o estômago feito num oito, muitos abraços e muitas parvoíces que nos deixam memórias de encher o coração.

Em ano de mudança, em que estamos todos separados, em faculdades, cidades e cursos distintos, a melhor prenda que poderia ter era exactamente esta: horas de convívio para recordar os anos que já passámos juntos e momentos para criar novas recordações (e criar novas formas de chantagem por causa dos vídeos e das cantorias, também).


Onde está o Wally (ou, neste caso, a Carolina e o Sr. Presidente)?

INSTAGRAM | Outubro 2013

Não sei porque raio o Sr. Blogger decidiu eliminar a minha última publicação. Mistérios da vida, certo? De qualquer forma (e espero que não apague este), hoje venho partilhar convosco algumas das fotografias que foram aparecendo no meu Instagram pessoal durante o mês de Outubro acompanhando-as de uma pequenina reflexão sobre o mês que terminou há dois dias e que deu o seu lugar ao mês do meu aniversário.

O que marcou Outubro foi, sem dúvida, o início das aulas na faculdade, a recepção ao caloiro, a celebração dos três anos de namoro com o Sr. Presidente e as mudanças na rotina. Tive tempo para algumas compras e algumas comidas pouco saudáveis mas, em Outubro, fui a Coimbra passar um dia incrível, comecei o estudo e tive que me adaptar a uma nova vida com novas pessoas. Tenho a sorte de pertencer a uma faculdade brutal com pessoas que me fazem sentir bem mas é inevitável sentir a falta dos meus meninos portanto os cafés e as mensagens trocadas têm sido uma constante. Outubro foi um mês de altos e baixos. Houve discussões feias e houve beijos intensos. Houve tempo para pensar que me deixou cheia de medo até à ponta dos cabelos mas também houve certezas confirmadas com apenas uma troca de olhares. Houve o aniversário da minha mãe e de alguns amigos que valem a pena mas também houve algumas lágrimas derramadas e um aperto no peito que parecia que não ia passar nunca. É difícil quando o nosso dia-a-dia muda por completo mas, felizmente, a minha adaptação tem sido fácil. Novembro está aqui e começará com o meu aniversário e com a escolha do padrinho (ou madrinha) de praxe. No entanto, nem tudo é bom e haverá um exame lá para o final. Espera-me um mês de muito trabalho mas quem corre por gosto não cansa, certo?