Thirteen

QUOTIDIANO | Palavra-Chave: Mudança

2013 foi um ano difícil e instável. Foi o ano das fotografias e da pressão académica mas, acima de tudo, foi o ano da mudança. Não fiz grandes viagens (passei apenas um fim de semana em Évora e outro em Mangualde devido ao falecimento do meu avô) e o meu Verão não foi fantástico ainda que tenha tido bons dias mas, em contrapartida, completei dezoito anos, entrei na faculdade com uma bolsa de mérito, amei com tudo o que tinha, ganhei amigos novos, fiz parte duma Associação de Estudantes e aprendi muito sobre mim, sobre os meus amigos, sobre as pequenas coisas da vida, sobre política, sobre dança, sobre o mundo e sobre a humanidade. 

Em 2013 não comprei a minha Canon, não tirei a maquilhagem da cara todas as noites e não tive uma alimentação super saudável. Resmunguei com pessoas que não mereciam e pedi desculpa logo de seguida. Foi o ano em que mais chorei e o ano em que os meus ataques de ansiedade regressaram sem aviso prévio mas também dancei até não poder mais, comprei roupa nova, descobri produtos maravilhosos que valem cada cêntimo, criei este blogue e cresci imenso. Não fui à viagem de finalistas mas tive o meu baile de finalistas e foi incrível. Foi o ano mais difícil até agora mas também foi o ano em que me senti mais amada, o ano em que me superei mais, o ano em que concretizei mais objectivos e o ano em que recebi mais provas de amor e de amizade. Foi o ano mais desequilibrado até agora mas também foi o ano em que solidifiquei os laços familiares e o ano em que saí mais à noite. Foi o ano em que cometi mais erros mas também foi o ano em que pedi mais vezes desculpa. Foi o ano em que amei a cada segundo e foi também o ano em que me partiram o coração pela primeira vez. Fui mais sincera, mais humilde e mais Carolina. Fui eu, sempre, e importei-me menos com o que as outras pessoas pensavam.

Em 2013 os meus interesses mudaram e perdi algumas pessoas. O meu avô faleceu, o Sr. Presidente seguiu outro caminho e alguns amigos ficaram para trás porque, afinal, não eram assim tão bons amigos quanto isso mas 2013 foi um ano cheio de pessoas que me fazem bem e foi o ano em que houve mais conhecidos a transformarem-se em amigos para a vida. Foi o ano das surpresas, das partilhas, do amor, das parvoíces e dos "amo-te muito".  Foi um ano completo, para o bom e para o mau. Foi o ano em que fui mais forte e o ano em que conheci mais gente. Foi o ano em que vi os Muse ao vivo pela primeira vez no Estádio do Dragão e o ano em que ganhei um professor de ballet russo que me obrigou a mudar do método da Royal Academy para o método Vaganova. Foi o ano das mudanças. Na verdade, mudança foi a palavra de ordem durante os últimos doze meses. No entanto, eu continuo de pé e estou pronta para enfrentar 2014, para ir a concertos, para dar o meu melhor na faculdade e para ser (ainda) mais feliz ao lado das pessoas que gostam de mim com tudo o que têm. 

domo-eskimo.tumblr.com

Facto: nunca pintei as minhas unhas de preto.

INSTAGRAM | Dezembro 2013

Dezembro foi um mês exclusivamente dedicado aos amigos, à família e à faculdade. Tomei não-sei-quantos-mil cafés, fiquei triste algumas vezes, ofereci presentes e comprei outros para mim, passei a sentir um vazio que nunca tinha sentido antes e apercebi-me (outra vez) que tenho amigos para a vida a rodear-me. Houve confusões, desafios e medos. Houve um Natal incrível, abraços na hora certa e descobertas que me tiraram o chão mas, apesar de ter sido o mês mais instável da minha vida até hoje, foi também o mês em que reparei que sou mais forte e mais independente do que aquilo que eu pensava que era. Dezembro foi o mês dos jantares de Natal, das saídas e dos "não-chegues-muito-tarde". Foi o mês da família, que nunca me falha, e o mês do almoço anual de primos. Foi o mês das luzes, da tosse, das mil e uma mensagens de bom dia, do frio e do primeiro giveaway do blog (que só termina dia 10). 

Dezembro foi o mês dos sorrisos, dos elogios que me encheram o coração e das comparações que me fizeram rir até ficar sem ar. Dezembro foi o mês das saudades (daquelas que nos estrangulam o coração), do fim-de-semana passado em Évora, dos trabalhos, das confusões e dos exames mas foi, sem dúvida, o mês dos amigos e dos amigos dos amigos que agora são também meus amigos. Em Dezembro fiz questão de agradecer todo o apoio e fiz questão de mostrar que gosto das pessoas que tenho à minha volta. A última semana tem sido particularmente difícil e se não fossem eles, eu estaria no fundo do poço portanto... Obrigada por tudo, amiguinhos.

s c a n d a l i c i 0 u s ♕ | via Tumblr

Hoje será uma tarde de arrumações, como já vem a ser hábito na última semana do ano. Aproveito e mantenho a cabeça ocupada.

BLOGOSFERA | Malmequer

Mais um blogue que vale a pena: este. A Mafalda, de 24 anos, tem um sentido estético incrível, um jeito maravilhoso para a fotografia e uma forma de escrever cativante. Se procuram informação sobre assuntos femininos, se gostam de ideias giras para presentes, se gostam de decoração ou, simplesmente, de aprender mais sobre alguns produtos e conhecer novos lugares, o Malmequer é um local de passagem obrigatória. É um dos blogues mais amorosos que sigo e as centenas de seguidores estão completamente justificadas pela qualidade das publicações. Passatempos, eventos, sorrisos, comida, desafios e listas são uma constante e, na minha opinião, o Malmequer da Mafalda merece todo o sucesso. É um blogue fofinho, fofinho, fofinho e a Mafalda é gira que se farta portanto isto só pode ser uma combinação incrível. Vou lá à procura de novidades e, graças a este espaço, já descobri algumas coisinhas maravilhosas. A minha carteira não achou tanta piada ao assunto mas eu tornei-me numa pessoa materialmente mais feliz. Recomendo! O Malmequer é um blogue com nota 13!


Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!
Delicious | via Tumblr

Quando vejo filmes ou séries, gosto de comer gelado em vez de pipocas. Sabe muito melhor!

FAMÍLIA | Reunião Anual de Irmãos, Primos e Apêndices em Primeiro Grau

No lado materno sou a mais nova de vinte netos. Tenho, da parte da minha mãe, uma família enorme (que, felizmente, continua a crescer!) e sempre vivi rodeada de pessoas e de tradições que se perderam pelo caminho. No entanto, aprendi que quando se perdem algumas tradições e algumas pessoas, criam-se e conhecem-se outras portanto, de há uns três ou quatro anos para cá, começámos a fazer o "Jantar de Primos" (que rapidamente passou a chamar-se "Jantar de Irmãos, Primos e Apêndices" dadas as relações familiares do grupo e graças aos namorados que foram aparecendo para se juntar a nós nas festas de família). Independentemente do que aconteça durante os meses anteriores e da quantidade de vezes que nos vamos vendo no resto do tempo, juntamo-nos anualmente para saber daqueles que nos são mais próximos em termos de idade dentro do universo gigantesco da família. Não é um jantar de família nem é direccionado a todos os primos (até porque os mais velhos já têm famílias bem preenchidas e isso significaria que passaria a ser uma reunião de primos em primeiro e segundo grau) mas é, sim, uma forma de saber o que se anda a passar com toda a gente desde o primo do meio até mim, que sou o elemento mais novo do grupo. Serve para trocar duas de treta com aqueles que conhecemos desde sempre e para passar um bom bocado.

Pois bem, hoje foi dia de nos voltarmos a encontrar não para um jantar mas sim para um almoço que se prolongou até às cinco e meia da tarde com passeios entre as ruas do centro da cidade, muita conversa e bastantes risos. Os namoros acabam mas a família é para sempre e isso é provado pelas duas baixas forçadas na mesa do restaurante. É bom esquecer tudo por uns momentos e estar entre a família que é, ao mesmo tempo, constituída por grandes amigos que nunca nos falharam. Agora que está toda a gente crescida e quase casada, sendo que alguns até tiveram que deixar o nosso país, é bom que haja uma tradição que nos obrigue a reunir para recordar momentos, para rir de memórias antigas e claro, para tirar fotografias como esta.


Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!
(57) Tumblr

Para mim foi, a todos os níveis, sem qualquer dúvida.

AMIZADE | Patinagem Artística (Ou Não)

Quando soubemos que a cidade ia receber uma pista de gelo pela altura do Natal, eu e o Leandro deixámos bem claro que tínhamos que lá ir dar umas quedas valentes. É óbvio que esta pista não tem as dimensões incríveis que nos relembram os filmes passados em Nova Iorque mas, para mim, pistas de gelo na cidade são sinónimo de época natalícia e, adorando eu experimentar desportos novos, não podia simplesmente deixar passar a oportunidade de tentar este que se caracteriza por ser bastante geladinho e escorregadio. Alinhei de imediato com o Leandro e esperei que ele regressasse do Natal familiar em Lisboa para ir calçar os patins azuis. 

Ontem combinámos que hoje iríamos até à tenda transparente que envolve o bloco de gelo, falámos com o resto do pessoal e ficou decidido. Uma vez não são vezes e apesar de não ser gratuito, foram momentos bem passados, com muitas gargalhadas e, surpreendentemente, sem quedas. Acho que se tivesse passado lá mais tempo tinha conseguido fazer triplas piruetas ou simplesmente patinar a alta velocidade sem cair mas pronto, terá de ficar para a próxima. A tarde passou-se, então, entre a patinagem (quase) artística (ou se calhar não), conversas com o resto do grupo (que não quis experimentar a neve a fingir) e o meu bolo de bolacha predilecto ao final da tarde. Agora ficamos com as fotografias e os vídeos que nunca falham em dias assim e com mais uma experiência para recordar. Para a próxima vai ser muito mais fácil e não vão haver miúdos de oito anos a patinar mais rápido do que eu, tenho a certeza!

FUN! 😁😍❤❄
Darling Cara

Feliz Natal, seguidores fofinhos!

BLOGOSFERA | Simplicidade & Sofisticação

Hoje decidi falar dum blogue que, na minha opinião, devia ser lido por mais gente. Conta apenas com catorze seguidores mas toda a gente sabe que essa coisa dos seguidores é apenas um número que não define a qualidade dos textos de um espaço portanto venho deixar-vos um link que vos direcciona para mais uma prova que suporta esse argumento que defendo sempre.

Simplicidade & Sotisficação é o blogue da Ana, uma menina nascida em 93 que sabe escrever sobre tudo e mais alguma coisa, que nos fala sobre o seu quotidiano e que gosta de acrescentar sempre uma pitada de humor a cada um dos seus parágrafos. Através do gosto pela escrita surge o Simplicidade & Sotisficação (inspirado na frase de Leonardo Da Vinci: "Simplicity is the ultimate sophistication") que é, sem meias palavras, um blogue que sigo já há algum tempo e que me cativa todos os dias exactamente por causa dessa simplicidade e dessa forma de pegar em coisas aborrecidas do quotidiano (como viagens em transportes públicos ou trabalhos para a faculdade) e de torná-las em algo divertido. É um espaço extremamente pessoal que nos mostra a opinião da Ana relativamente aos mais variadíssimos assuntos (incluindo temas bastante sérios!) e isso é o que mais me agrada. Essa versatilidade simples e parcial que, por vezes, me faz discordar das opiniões expostas é uma mais-valia para o blogue da Ana. Visitem e depois digam-me o que acham, sim?


Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!

"Tu adoras-me" é o meu argumento preferido.

MÚSICA | A Reunião dos Silence 4

A banda terminou há dez anos mas a verdade é que os Silence 4 estão de regresso em 2014 para dois concertos, um em Lisboa e outro em Guimarães. Não são propriamente a banda da minha vida (até porque quando eles acabaram eu tinha oito anos) mas eu gosto (muito!) do David Fonseca e cresci a ouvir as músicas dele e da banda que o tornou mais conhecido portanto quando soube que os Silence 4 iam andar aqui ao lado na terra nortenha rival, decidi comprar um bilhete.

Já vi (e ouvi) o David Fonseca três vezes ao vivo e gostei sempre. Nunca saí dum concerto desiludida, sei as letras das músicas de trás para a frente e continuo a dizer que este rapaz é a prova que em Portugal também há bons artistas e boa música. Dia 29 de Março, lá estarei para o ver uma vez mais.

Jantares com amigos, espectáculos de tunas, concertos, festivais, viagens e bailados são uma constante porque estão na minha lista de prioridades. Adoro roupa, adoro cosméticos, adoro fotografia e adoro tecnologias mas prefiro gastar o meu dinheiro naquilo que disse inicialmente em vez de comprar estas coisas. Embora ande a poupar há séculos para uma máquina fotográfica espectacular e um computador novo, gosto de gastar o meu dinheiro com coisas que me enriqueçam doutra forma e com pessoas que valham a pena. E os concertos deixam-me feliz portanto são sempre uma boa aposta.

No dia 29 de Março de 2014 lá estarei com a Helena, a ouvir o David Fonseca, a Sofia Lisboa, o Rui Costa e o Tozé Pedrosa. Com um bónus: os espectáculos que valorizam a reunião dos artistas, os concertos surgiram em colaboração com a Liga Portuguesa Contra o Cancro e um euro de cada bilhete reverte diretamente para esta instituição. Tenho a certeza que nos vamos divertir imenso.



Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!

Coisas boas desta vida: chegar à minha cidade de sempre e ter logo convites para sair.

EVENTO | Victoria's Secret Fashion Show 2013: Não falho!

Gostamos dos homens que não nos querem, andamos a babar pelos rapazes que não nos ligam nenhuma, usamos saltos altos desconfortáveis porque são atraentes, e, claro, vemos os desfiles da Victoria's Secret ainda que as Angels nos façam sentir significamente inferiores (mais ou menos como pequenas lontras). Pois bem, neste capítulo, masoquista me confesso e este blogue não seria meu se não fizesse referência ao desfile anual da marca.

O espectáculo dividiu-se em seis segmentos e contou com a presença musical de Taylor Swift (que esteve muito bem no seu vestido prateado interagindo com as modelos e partilhando um momento com a sua amiga, Lily Aldridge), Fall Out Boy, Neon Jungle e A Great Big World. British Invasion, Parisian Nights, Snow Angels, Shipwrecked, Birds of Paradise e PINK foram os temas que serviram de base às criações que foram apresentadas pelas modelos mais invejadas do planeta e foi, uma vez mais, um espectáculo fantástico e surpreendente. Não foi o meu desfile favorito de todo o sempre mas não fiquei desiludida (até porque é impossível não adorar!). Simplesmente, para quem conhece todos os desfiles de trás para a frente é difícil dizer que este foi o melhor de todos. Houve algumas partes e algumas escolhas que, para mim, não fizeram sentido (como a prestação da Cara em Parisian Nights) e com os quais não me identifiquei tanto (como o segmento das penas, Birds of Paradise) embora, no geral, tenha sido um desfile absolutamente divinal. Não me importava nada de ter os conjuntos que as meninas mostraram na passerelle e o meu desejo utópico de ver um VSFS ao vivo intensifica-se à medida que os anos vão passando.

Positivamente, sinto que a Victoria's Secret voltou às suas origens com a apresentação destes modelitos. A essência da marca esteve mais presente ao longo de todo o evento e nós, como público, conseguimos ver dinamismo, animação, sensualidade e até aquela romanticidade que adoramos e associamos à marca. As meninas fizeram um excelente trabalho e destaco este ano a Behati, a Candice e a nossa Sara, sem esquecer, claro, a Adriana que até chateia de tão linda que é. Agora é esperar mais um aninho pelo próximo!

candice swanepoel | Tumblr

Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!

Tive 14,6 no primeiro exame de Economia do Turismo. Toda a gente me diz que é uma boa nota na faculdade mas não chega.

DRESSLILY GIVEAWAY | Escolhe o Prémio!

É Natal e está na hora de vos oferecer qualquer coisinha. Aturam as minhas parvoíces, continuam a visitar-me mesmo quando não há novidades e deixam sempre palavrinhas de força quando notam que os meus dias estão a ser maus portanto não fazia qualquer sentido deixar passar a oportunidade de vos oferecer um presentinho. Achavam que estas perguntas tinham sido por acaso?! Nada acontece por acaso e graças à Dresslily, uma loja que prima pela diversidade e pelos preços ultra-acessíveis, tenho para vos oferecer um produto à vossa escolha. É difícil agradar gregos e troianos portanto eu e a Dresslily concordámos que era mais giro se o vencedor escolhesse o seu próprio prémio (cumprindo alguns parâmetros, obviamente). Sendo assim, o vencedor poderá escolher qualquer produto que esteja indicado como sendo free-shipping desde que não ultrapasse os 10$ que foram estabelecidos. São centenas de produtos a preços muito baixos desde pulseiras (como esta) a colares (como este ou este), passando por porta-moedas, anéis, brincos e até mesmo elásticos para o cabelo (como estes), camisolas, lenços (como este), luvas (como estas) e relógios. A diversidade é imensa e há produtos para todos os gostos portanto basta que tentem a vossa sorte! Em baixo, deixo-vos alguns exemplos mas relembro que podem escolher o vosso próprio prémio desde que cumpram os requisitos estabelecidos!


1. Aqui | 2. Aqui | 3. Aqui | 4. Aqui

Christmas lights♥

A cidade já está cheia de luzes de Natal e eu já andei a fotografá-la. Adoro!

EVENTO | XX CELTA: Certame Lusitano de Tunas Académicas

Há quatro ou cinco anos que, sempre que posso, assisto às serenatas e aos festivais tunantes. No entanto, agora que sou estudante universitária, estas coisas e estes eventos ganham um espaço ainda maior no meu coração e evito falhar. Antigamente ia pelas músicas, pelos amigos, pelas acrobacias dos pandeiretas e pelos movimentos dos estandartes. Agora, para além de tudo isso, também vou porque percebo verdadeiramente o conceito, porque tenho amigos em palco, porque há letras que me dizem muito e porque a magia que se vive numa sala vestida de negro é incrível. Gosto mesmo. Emociona-me. Faz-me sentir que pertenço a este mundo académico e que a juventude não está perdida, ainda que muitos digam que sim. É a harmonia perfeita entre os trajes, as vozes, os instrumentos, a amizade, o trabalho em equipa, as serenatas e as músicas mais mexidas. É tradição.

O CELTA - Certame Lusitano de Tunas Académicas começou ontem e hoje promete uma segunda parte igualmente animada na cidade de Braga. Todos os anos é escolhida uma temática e, ainda que nos anos anteriores tenham sido, por exemplo, o Rock e o Cabaret, este ano, a vigésima edição do Festival chega envergando o tema Azeiteiro. Segundo a Azeituna, uma das tunas da Universidade do Minho, este é um tema que vem "desafiar o sentido de humor e a irreverência das tunas participantes" na medida em que vem também "desafiar aquilo que é politicamente correcto" enquanto identifica, ao mesmo tempo, a tuna organizadora do festivalConfesso que torci o nariz quando vi tal temática mas como estas coisas costumam valer a pena, lá arrisquei. Fui na mesma e não fiquei desiludida. Tive o prazer de assistir às actuações das tunas a concurso do primeiro dia: TUCP - Tuna da Universidade Católica do Porto, TEUP - Tuna de Engenharia da Universidade do Porto, MTC - Magna Tuna Cartola de Aveiro e SCALABITUNA - Tuna do Instituto Politécnico de Santarém mas também à actuação da TUM - Tuna Universitária do Minho, convidada pela organização (força caloirinho Rui!) e da AZEITUNA, organizadora do CELTA. No entanto, como o espectáculo não é só música e acrobacias, houve ainda comediantes, prémios e muitas gargalhadas que prometem ser uma constante esta noite, segunda e última do Festival Académico.

A festa será garantida pela HINOPORTUNA - Tuna Académica do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, pela TAL - Tuna Académica de Lisboa, pela TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico, pela DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior e pela Azeituna (que sobe a palco nos dois dias por ser organizadora do Festival e que não está a concurso). O preço dos bilhetes para a segunda noite do Certame Lusitano de Tunas Académicas varia entre os 5€, os 7€ e os 9€ e a animação é combinada com uma casa de espectáculos imponente, renovada e absolutamente genial (como já devem ter visto aqui). Eu estarei lá de novo e espero encontrar-vos por lá!

Janie*

É oficial: a cadeira que menos gosto este semestre é Economia.

INSTAGRAM | Novembro 2013

Começou da melhor forma. Completei dezoito anos, tive direito a uma festa incrível e recebi presentes maravilhosos de pessoas que me conhecem melhor do que eu me conheço a mim própria. Ganhei novas responsabilidades, saí à noite, comecei a beber café mais frequentemente, fiz exames e apresentações e tive, ainda, o meu baptismo académico que me permitiu passar de bicho a caloira. Tive direito a um bolo da Victoria's Secret, a muitas gargalhadas e a dias fabulosos e podia ter sido um mês perfeito. No entanto, o mundo decidiu que o meu mês não podia ser assim tão incrível e, portanto, o destino (se é que isso existe) levou o Sr. Presidente por caminhos diferentes. A distância é uma porcaria, eu falhei e Coimbra é, com certeza, um mundo diferente. É a vida.

Para compensar, tenho conhecido pessoas maravilhosas, tenho passado os meus dias em sítios diferentes, tenho recebido toneladas de elogios e tenho descoberto gente que está a torcer por mim. Deixo aqui, já agora, o meu agradecimento mais sincero à Helena, ao Carlos, ao André, ao Leandro, ao Joel, ao Ricardo, ao Acácio, ao Gonçalo, ao Diogo e à Carolina que tornaram os meus dias mais fáceis e que me fizeram perceber muitas coisas. Tenho a sorte de ter amigos maravilhosos que têm sido, sem qualquer dúvida, os pilares da minha sanidade mental. Não quero esquecer nada por completo mas será mais fácil quando conseguir guardar todos os momentos com carinho em vez de ter os sentimentos à flor da pele. Agora é continuar a olhar em frente, lutar por um futuro completo e fazer com que as minhas pessoas tenham orgulho em mim. Estou pronta para receber Dezembro.