MÚSICA | A Reunião dos Silence 4

A banda terminou há dez anos mas a verdade é que os Silence 4 estão de regresso em 2014 para dois concertos, um em Lisboa e outro em Guimarães. Não são propriamente a banda da minha vida (até porque quando eles acabaram eu tinha oito anos) mas eu gosto (muito!) do David Fonseca e cresci a ouvir as músicas dele e da banda que o tornou mais conhecido portanto quando soube que os Silence 4 iam andar aqui ao lado na terra nortenha rival, decidi comprar um bilhete.

Já vi (e ouvi) o David Fonseca três vezes ao vivo e gostei sempre. Nunca saí dum concerto desiludida, sei as letras das músicas de trás para a frente e continuo a dizer que este rapaz é a prova que em Portugal também há bons artistas e boa música. Dia 29 de Março, lá estarei para o ver uma vez mais.

Jantares com amigos, espectáculos de tunas, concertos, festivais, viagens e bailados são uma constante porque estão na minha lista de prioridades. Adoro roupa, adoro cosméticos, adoro fotografia e adoro tecnologias mas prefiro gastar o meu dinheiro naquilo que disse inicialmente em vez de comprar estas coisas. Embora ande a poupar há séculos para uma máquina fotográfica espectacular e um computador novo, gosto de gastar o meu dinheiro com coisas que me enriqueçam doutra forma e com pessoas que valham a pena. E os concertos deixam-me feliz portanto são sempre uma boa aposta.

No dia 29 de Março de 2014 lá estarei com a Helena, a ouvir o David Fonseca, a Sofia Lisboa, o Rui Costa e o Tozé Pedrosa. Com um bónus: os espectáculos que valorizam a reunião dos artistas, os concertos surgiram em colaboração com a Liga Portuguesa Contra o Cancro e um euro de cada bilhete reverte diretamente para esta instituição. Tenho a certeza que nos vamos divertir imenso.



Não se esqueçam de participar no primeiro giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!

3 comentários:

  1. Cá vão eles ;)
    A este post: Amigos assim é que se precisam!*

    ResponderEliminar
  2. Também já sabia da notícia. O David Fonseca é daqui pertinho, tenho pena que não faça um concerto no sítio onde nasceu, acho que era uma ótima oportunidade.

    ResponderEliminar