EVENTO | XX CELTA: Certame Lusitano de Tunas Académicas

Há quatro ou cinco anos que, sempre que posso, assisto às serenatas e aos festivais tunantes. No entanto, agora que sou estudante universitária, estas coisas e estes eventos ganham um espaço ainda maior no meu coração e evito falhar. Antigamente ia pelas músicas, pelos amigos, pelas acrobacias dos pandeiretas e pelos movimentos dos estandartes. Agora, para além de tudo isso, também vou porque percebo verdadeiramente o conceito, porque tenho amigos em palco, porque há letras que me dizem muito e porque a magia que se vive numa sala vestida de negro é incrível. Gosto mesmo. Emociona-me. Faz-me sentir que pertenço a este mundo académico e que a juventude não está perdida, ainda que muitos digam que sim. É a harmonia perfeita entre os trajes, as vozes, os instrumentos, a amizade, o trabalho em equipa, as serenatas e as músicas mais mexidas. É tradição.

O CELTA - Certame Lusitano de Tunas Académicas começou ontem e hoje promete uma segunda parte igualmente animada na cidade de Braga. Todos os anos é escolhida uma temática e, ainda que nos anos anteriores tenham sido, por exemplo, o Rock e o Cabaret, este ano, a vigésima edição do Festival chega envergando o tema Azeiteiro. Segundo a Azeituna, uma das tunas da Universidade do Minho, este é um tema que vem "desafiar o sentido de humor e a irreverência das tunas participantes" na medida em que vem também "desafiar aquilo que é politicamente correcto" enquanto identifica, ao mesmo tempo, a tuna organizadora do festivalConfesso que torci o nariz quando vi tal temática mas como estas coisas costumam valer a pena, lá arrisquei. Fui na mesma e não fiquei desiludida. Tive o prazer de assistir às actuações das tunas a concurso do primeiro dia: TUCP - Tuna da Universidade Católica do Porto, TEUP - Tuna de Engenharia da Universidade do Porto, MTC - Magna Tuna Cartola de Aveiro e SCALABITUNA - Tuna do Instituto Politécnico de Santarém mas também à actuação da TUM - Tuna Universitária do Minho, convidada pela organização (força caloirinho Rui!) e da AZEITUNA, organizadora do CELTA. No entanto, como o espectáculo não é só música e acrobacias, houve ainda comediantes, prémios e muitas gargalhadas que prometem ser uma constante esta noite, segunda e última do Festival Académico.

A festa será garantida pela HINOPORTUNA - Tuna Académica do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, pela TAL - Tuna Académica de Lisboa, pela TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico, pela DESERTUNA - Tuna Académica da Universidade da Beira Interior e pela Azeituna (que sobe a palco nos dois dias por ser organizadora do Festival e que não está a concurso). O preço dos bilhetes para a segunda noite do Certame Lusitano de Tunas Académicas varia entre os 5€, os 7€ e os 9€ e a animação é combinada com uma casa de espectáculos imponente, renovada e absolutamente genial (como já devem ter visto aqui). Eu estarei lá de novo e espero encontrar-vos por lá!

3 comentários:

  1. Sim, recebi :)

    O problema é mesmo esse Carolina, tu fazes ballet há 3 anos, eu ainda nem um ano de ballet tenho... Eu não tenho "coisas que já deviam estar sabidas" porque ainda em Março do ano passado estava a aprender a fazer um plié e agora já estou a aprender passos que a minha prima aprende com 8 anos de ballet. A minha antiga professora sabe das aulas e diz que estão a puxar demasiado por nós porque não temos o corpo preparado para este tipo de exercícios... :/

    ResponderEliminar
  2. Todos os anos acontece na minha cidade a festa ibérica e eu estou lá sempre! Confesso que adoro todo o ambiente, principalmente porque conheço muitos rapazes que fazem parte da Transmontuna, a tuna organizadora. Gosto tanto. Espero que tu te tenhas divertido! :)

    ResponderEliminar