Thirteen

QUOTIDIANO | Palavra-Chave: Mudança

2013 foi um ano difícil e instável. Foi o ano das fotografias e da pressão académica mas, acima de tudo, foi o ano da mudança. Não fiz grandes viagens (passei apenas um fim de semana em Évora e outro em Mangualde devido ao falecimento do meu avô) e o meu Verão não foi fantástico ainda que tenha tido bons dias mas, em contrapartida, completei dezoito anos, entrei na faculdade com uma bolsa de mérito, amei com tudo o que tinha, ganhei amigos novos, fiz parte duma Associação de Estudantes e aprendi muito sobre mim, sobre os meus amigos, sobre as pequenas coisas da vida, sobre política, sobre dança, sobre o mundo e sobre a humanidade. 

Em 2013 não comprei a minha Canon, não tirei a maquilhagem da cara todas as noites e não tive uma alimentação super saudável. Resmunguei com pessoas que não mereciam e pedi desculpa logo de seguida. Foi o ano em que mais chorei e o ano em que os meus ataques de ansiedade regressaram sem aviso prévio mas também dancei até não poder mais, comprei roupa nova, descobri produtos maravilhosos que valem cada cêntimo, criei este blogue e cresci imenso. Não fui à viagem de finalistas mas tive o meu baile de finalistas e foi incrível. Foi o ano mais difícil até agora mas também foi o ano em que me senti mais amada, o ano em que me superei mais, o ano em que concretizei mais objectivos e o ano em que recebi mais provas de amor e de amizade. Foi o ano mais desequilibrado até agora mas também foi o ano em que solidifiquei os laços familiares e o ano em que saí mais à noite. Foi o ano em que cometi mais erros mas também foi o ano em que pedi mais vezes desculpa. Foi o ano em que amei a cada segundo e foi também o ano em que me partiram o coração pela primeira vez. Fui mais sincera, mais humilde e mais Carolina. Fui eu, sempre, e importei-me menos com o que as outras pessoas pensavam.

Em 2013 os meus interesses mudaram e perdi algumas pessoas. O meu avô faleceu, o Sr. Presidente seguiu outro caminho e alguns amigos ficaram para trás porque, afinal, não eram assim tão bons amigos quanto isso mas 2013 foi um ano cheio de pessoas que me fazem bem e foi o ano em que houve mais conhecidos a transformarem-se em amigos para a vida. Foi o ano das surpresas, das partilhas, do amor, das parvoíces e dos "amo-te muito".  Foi um ano completo, para o bom e para o mau. Foi o ano em que fui mais forte e o ano em que conheci mais gente. Foi o ano em que vi os Muse ao vivo pela primeira vez no Estádio do Dragão e o ano em que ganhei um professor de ballet russo que me obrigou a mudar do método da Royal Academy para o método Vaganova. Foi o ano das mudanças. Na verdade, mudança foi a palavra de ordem durante os últimos doze meses. No entanto, eu continuo de pé e estou pronta para enfrentar 2014, para ir a concertos, para dar o meu melhor na faculdade e para ser (ainda) mais feliz ao lado das pessoas que gostam de mim com tudo o que têm. 

9 comentários:

  1. Feliz ano novo e que 2014 seja bem melhor :)

    ResponderEliminar
  2. Desejo que 2014 seja um óptimo ano para ti, cheio de sucesso! :)

    ResponderEliminar
  3. Que 2014 seja um bom ano para ti :) Sê feliz Carolina! *

    ResponderEliminar
  4. É isso mesmo * e mais um ano em que me aturas e que vais ouvir mais vezes "fizeste duvidar da minha homossexualidade", tu és linda rapariga :D vou estar sempre ao teu lado em tudo se deixares * beijinhoooos *

    ResponderEliminar