CINEMA | Easy A [2010]

Ontem vi este filme. "Easy A" na versão original, "Ela é Fácil" quando traduzido. Foi uma selecção um bocado aleatória porque a verdade é que nunca tinha ouvido falar nele mas como tinha tempo livre para dispensar (finalmente!) no meio de mantas e chocolates, achei que seria uma boa opção num sábado em que não me apeteceu sair. Quando o comecei a ver estava às cegas e apenas fui ver a classificação no imdb momentos antes de carregar no play portanto não tinha qualquer expectativa. Sempre andei um bocado a leste no que diz respeito a lançamentos cinematográficos logo não é de estranhar que este também me tenha passado ao lado. 

O argumento não é nada por aí além - até porque os dramas duma escola secundária americana já foram expostos de mil e uma formas - mas é uma comédia romântica de fim de semana que, apesar de não ser uma ideia deveras original, é bem tratada e acaba por resultar bem na medida em que as piadas são utilizadas da forma certa e nos momentos ideais, fazendo referências a outras séries, filmes e personagens que a maior parte dos adolescentes conhece. Pessoalmente, gostei do conceito da história em flashback e do facto da actriz principal ser, também, a narradora de toda a história. A Emma Stone é uma actriz versátil que merece destaque exactamente porque consegue ser uma adolescente típica destacando-se das outras trezentas mil actrizes que já exploraram de cinquenta formas distintas o mesmo papel. Trouxe uma novidade à personagem e acabou por ser, sem dúvida, o ponto forte desta longa metragem. Por outro lado, o ponto mais negativo é, para mim, a previsibilidade da história. O ritmo perde-se a certa altura e apesar do conceito do filme ser, de certa forma, original, há uma altura em que tuuuuudo faz sentido e isso não é, de todo, uma coisa positiva.

Não acho que tenha sido um filme brilhante mas também não acho que tenha sido tempo perdido de forma desastrosa. É uma história que foca a forma como a reputação de alguém pode afectar as suas atitudes ou a sua visão perante o mundo e, admito, isso está feito da maneira certa. No geral, é um retrato divertido (e talvez até realista) do adolescente americano, mesmo que seja um tema mais do que discutido no mundo cinematográfico. A longa metragem está bem realizada e estruturada, tem bons actores (incluindo o Dan de Gossip Girl, que aqui é muito mais querido) e, claro, tem um argumento banal com um twist interessante graças ao conceito do filme narrado pela personagem principal. É um filme repleto de boas referências e alguma criatividade na construção de algumas personagens. Provavelmente não agradará os espectadores mais exigentes porque não tem nada de muito inteligente ou complicado mas, lá está, é um bom filme de fim de semana para aqueles dias em que só queremos rir um bocadinho e para aquelas alturas em que não queremos estar muito atentos aos diálogos dos actores. O casalinho romântico não falha mas não é o assunto principal, coisa que faz com que este filme se destaque ligeiramente dos restantes dentro da mesma temática. Não vou dizer que o recomendo ou que aposto um rim em como vão gostar mas posso dizer que não perdem nada se o virem. Apesar de ser básico, não estupidifica ninguém. É bom para passar o tempo.



Não se esqueçam de participar no segundo giveaway do LUCKY 13! O vencedor escolhe o prémio!

13 comentários:

  1. Já vi e não achei nada de especial :)

    ResponderEliminar
  2. Não sabia de existência desse filme até ler este post :)

    ResponderEliminar
  3. Já vi o filme à bastante tempo e achei divertido :)
    Beijinhos*
    Treze Mundos
    My Photography

    ResponderEliminar
  4. Tb já o vi a algum tempo. A Emma Stone é uma personagem! É tão querida :)

    ResponderEliminar
  5. Resp: Eu sei Carolina, já não é preciso, mas obrigada :)

    ResponderEliminar
  6. Não conhecia, mas irei ver um dia destes!

    ResponderEliminar
  7. Nunca vi o filme, mas para o próximo fim de semana já tenho filme :)

    ResponderEliminar
  8. Não fiquei assim com grande curiosidade admito :s

    ResponderEliminar