Thirteen

ATUALIDADE | Os Jornais

Incomoda-me que só o jornal da Universidade do Minho mantenha a postura, a imparcialidade e a exposição factual perante a tragédia da última semana. Incomoda-me que um jornal escrito por alunos seja melhor e mais fiável do que os jornais escritos por pseudo-jornalistas. Não me surpreende, é certo, mas revolta-me. Quando o dinheiro vale mais do que a veracidade das informações está o caldo entornado. É triste. É revoltante. É irritante. É muito, muito feio. Incomoda-me que se brinque assim com as situações e que se trate desta forma a dor só para vender jornais. É o egoísmo e a ganância. Incomoda-me que se escreva - em letras garrafais - frases que nada têm a ver com o sucedido - como esta, que é só um exemplo - e que haja uma mania mesquinha de encontrar culpados com o objectivo de vender notícias exclusivas ainda que não sejam consultados os documentos oficiais. Dá sempre asneira. Os jornalistas esquecem-se que o seu trabalho não foi contruído para agradar e que as notícias não são divulgadas para causar dor ou felicidade. É preciso ter bom senso. E se nos ensinam na escola e na faculdade que os jornais devem transmitir imparcialidade, justiça e distanciamento, as bancas dos quiosques mostram-nos o contrário. Perante estas situações que se repetem dia após dia, posso apenas congratular os jornais universitários que me fazem ter esperança na humanidade. Se estes alunos continuarem assim serão excelentes profissionais (por favor não se deixem corromper, meninos!) e pode ser que as próximas fornadas de jornalistas comecem a contrariar esta nuvem negra de notícias transmitidas da forma errada e totalmente alterada.

Diva

9 comentários:

  1. É, realmente, lamentável que hoje em dia os jornalistas percam os seus valores para ganharem dinheiro e que o jornalismo se torna cada vez mais a fantochada que se tem visto! Eu, que ainda não ando na faculdade, já fico bastante revoltada com situações como estas (como a do Meco, por exemplo), nas quais o que se mais vê são juízos de valor e afirmações estúpidas feitas por pessoas que nada sabem do assunto.. É mesmo triste e a mim preocupa-me que o nosso país esteja contaminado por pessoas assim.

    Sem querer ferir susceptibilidades, as Crónicas no Masculino vão voltar? :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Concordo contigo, os jornalistas hoje em dia são pessoas incompetentes, o meu próprio pai é jornalista e critica os seus colegas , não acho normal, sinceramente, todos merecemos saber o que aconteceu realmente, se for para inventar, eu também o posso fazer! Hoje em dia o dinheiro está a cima de tudo, estupidez.

    *Imagem da McGonagall eheh*

    L.

    ResponderEliminar
  3. Como jornalista que serei no fim do curso: o Correio da Manhã é dos jornais mais odiados da comunidade estudantil e de professores que eu conheço. O CM usa e abusa de títulos fortes e chocantes, mesmo que não correspondam realmente à verdade. Lá dentro não sei se o conteúdo vai ou não de encontro ao título mas a verdade é que o CM é assim que funciona.
    Acredito que haverá meios de comunicação a fazer um bom acompanhamento jornalístico do caso - pelo menos eu espero que o façam.
    Também me incomoda, muito sinceramente, que sejam jornais que não propriamente profissionais a fazer melhor trabalho do que aqueles jornais que realmente o deviam fazer...e assusta porque penso sempre "onde é que me vim meter" quando vejo certas peças jornalísticas...incluindo umas quantas que já se fizeram acerca deste caso.

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente os jornais estão feitos para os olhos aguçados de quem gosta de ver e dizer mal, pelo menos jornais como o correio da manhã, TVI etc.
    É revoltante ver que se tivesse morrido uma criança com o pai ou com o avô, o título seria de que a câmara do Minho não teve o cuidado de precaver estes acontecimentos. Mas como eram trajados e caloiros, foi a Praxe! Claro a Praxe agora também provoca terramotos, qualquer dia até atrai Meteoritos.
    É triste ver a Praxe a ser ridicularizada, a ser rebaixada e dita como um acto criminoso.
    Enfim é o mesmo que a tragédia do Meco. Os jornalistas precisam de de captar o público e fazem-no com drama! É um reality show, mas desta vez escrito.
    Acho que os jornalistas de hoje deviam ter ido para realizadores ou futuras Teresas Guilherme.

    R: Eu sou sincera não acho muita piada, mas uma vez por outra sabe bem.
    Diverti-me imenso obrigada querida.

    Ps: segui :D

    ResponderEliminar
  5. O principal problema é que os jornais passaram a ser um negocio como outro qualquer e como tal, o mais importante são os lucros ao final do ano.

    ResponderEliminar
  6. Cada vez mais, os jornalistas são incompetentes mas porque as pessoas fazem, quase sempre, as coisas pelo dinheiro.

    ResponderEliminar
  7. Concordo plenamente contigo, essas capas de jornais alteram o meu sistema nervoso.. é ridículo!

    ResponderEliminar
  8. Não me espanta essa atitude :) Eu já escrevi para o Académico e apesar de ser só de alunos, é de uma seriedade, profissionalismo e responsabilidade enormes! E o facto de os alunos estarem "por dentro" dos assuntos, faz com que não façam qualquer tipo de especulações e apurem a verdade tal como ela é.

    ResponderEliminar
  9. Realmente, é bastante triste! Enfim.

    R: Sim, é! Obrigado Carol :D

    ResponderEliminar