BLOGOSFERA | Trabalho de Bastidores

Em Portugal toda a gente escreve livros, toda a gente canta, toda a gente publica autobiografias e toda a gente tem um blogue. Não é de agora - ao contrário do que muita gente pensa - mas a verdade é que nos últimos anos os blogues têm revelado ser uma forma de promoção brilhante e muito eficaz. As marcas e as celebridades encontram assim uma forma gratuita de lidar com um público diferente que procura opiniões sinceras e que vai além dos rótulos das embalagens ou da suposta imparcialidade dos meios de comunicação. Os bloggers deixaram de ser os nerdzinhos anti-sociais e passaram a ser vistos como ditadores de tendências, de sucessos e de fracassos. Se a internet fosse o sistema solar, a blogosfera seria Júpiter e eu adoro que se criem centenas de blogues todos os dias. Venham eles, que eu gosto de novidades!

No entanto, são poucos aqueles que atingem o topo ou que nos marcam pela diferença. Ter um blogue  - mesmo que seja em jeito de passatempo, como este que me faz chegar até vocês - exige trabalho. Exige dedicação e pesquisa. Exige sinceridade. Parcialidade. Originalidade. Um blogue - seja ele temático ou generalista, mais pessoal ou mais factual - exige paixão. Sempre. E nem toda a gente está para aí virada. Claro que também exige uma escrita perceptível e dispensa, logicamente, erros ortográficos absurdos mas, no fundo, tudo se treina e tudo se aprende se em nós houver uma vontade incontrolável de escrever e de partilhar aquilo que escrevemos. Mesmo que, durante os primeiros tempos, nos pareça que estamos a escrever "para o ar virtual" e "para as paredes blogosféricas", continuamos. Porque é algo que gostamos de fazer independentemente do número de parcerias que somos capazes de estabelecer.

Ter um blogue implica estar ligado ao mundo sem nos apercebermos disso. Implica criar um espaço à nossa medida e ter orgulho em cada palavra. Implica aturar pessoas que acham que sabem tudo sobre nós quando, na realidade, só conhecem aquilo que publicamos. Ter um blogue implica ter ideias novas todos os dias e arranjar forma de as colocar em prática assim que nos lembramos delas. Implica ser inovador e implica pausas, que também são necessárias de vez em quando. Ter um blogue implica sinceridade e convicção. Implica opinião em detrimento de influência. Um blogue implica muita coisa mas quando temos orgulho no nosso espaço tudo vale a pena. Pela minha perspectiva, o sucesso é apenas o bónus que nos dá reconhecimento e nos motiva.

13 comentários:

  1. Concordo contigo. Ter um blogue exige bastante dedicação.

    ResponderEliminar
  2. Não posso deixar de concordar contigo.

    ResponderEliminar
  3. Às vezes tenho pena de não ter um blogue com "cabeça, tronco e membros", mas ao mesmo tempo não tenho. Neste altura seria algo forçado da minha parte e não deve ser assim. Quem sabe se isto não seja apenas um prólogo de uma escrita "lógica" com pontas por onde se pegar (e com regras gramaticais seguidas à risca, de preferência). :)

    ResponderEliminar
  4. Compreendo tudo o que escreveste :)
    É pena é todo o trabalho que temos e a maior parte das vezes nem é reconhecido!

    ResponderEliminar
  5. Concordo plenamente contigo. Já la vai o tempo em que ter um blog era algo único. Conseguiram em parte banalizar. E ter um blogue exige dedicação e tempo :)

    ResponderEliminar
  6. Palmas para estas palavras, não poderia concordar mais!

    ResponderEliminar
  7. Anónimo, neste momento não, à excepção da recomendação feita pela FOX Life (: as únicas parcerias que tive estiveram relacionadas com os dois passatempos que houve por aqui, nada mais.

    ResponderEliminar
  8. Concordo contigo, Carol! É mesmo isso! E é por saberes e seguires isso que tens um blogue para lá de espetacular!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Concordo contigo e adorei a caracterizaçao que fizes-te.

    ResponderEliminar
  10. Muito bem dito... e escrito. Concordo :)

    ResponderEliminar