TEMPO DE ANTENA | Amem-se

"Nos dias de hoje temos assistido a imensos casos de body shaming. Será por culpa das revistas e dos anúncios televisivos que nos mostram mulheres perfeitas e sem qualquer tipo de falha? Da sociedade que nos tenta impingir que determinado tipo de corpo é que é bonito? Talvez. Mas a culpa é também dos que nos rodeiam, sejam familiares, amigos, companheiros, mulheres ou homens. 

Criticar alguém por ser magra parece ser socialmente aceite e parece não existir mal nenhum em dizer “pareces um cabide/esqueleto”; “será que não sofres de anorexia?” mas criticar alguém por ser gorda ou dizer “estás muito gorda”, “pareces uma baleia” já é um tabu, uma ofensa. A sociedade em geral não tem a percepção de que os comentários ou as bocas maldosas doem e podem causar estragos.

Temos de meter na cabeça de uma vez por todas que não existe nenhum tipo de corpo perfeito, isto porque o que pode ser ‘perfeito’ para uns pode não o ser para outros. Todos nós somos reais! Chega de ver frases como “mulheres com curvas é que são mulheres reais”. Então e as outras? São o quê? Plástico? Desenhos animados? Os seres humanos não nascem iguais, ninguém é igual a ninguém. Todos vimos a este mundo com características físicas únicas que nos tornam bonitos à nossa própria maneira. Chega de comparar corpos, chega de querer ter um rabo igual a X ou um par de mamas igual a Y. Não vai acontecer. 

É tempo de começarmos a aceitar a imagem que vemos ao espelho, de amarmos o que temos incluindo os nossos defeitos. Somos únicos neste mundo, nunca vai existir ninguém igual a nós e é isso que faz com que a diversidade seja uma coisa maravilhosa. Afinal qual era a piada se fôssemos todos um bando de clones? Amem-se e amem a figura que vêem em frente ao espelho, seja ela qual for. São felizes? Então que se lixe a opinião dos outros."



Patrícia, TheJuicyGlambition.

9 comentários:

  1. Se eu não gostar de mim, quem gostará?

    ResponderEliminar
  2. Hoje em dia parece que se não fores uma rapariga "Vogue" não és ninguém, esta sociedade...

    http://theventuraproject.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Faço das tuas palavras minhas! Concordo totalmente sem tirar nem por!

    http://loverofthings27.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Está tudo aqui dito. Devemos amar-nos a nós próprios e desligar-nos das indirectas dos media que provocam estas discussões. Talvez um dia possamos estar todos em paz.

    Beijinhos (:

    ResponderEliminar