Thirteen

EVENTO | Comic Con Portugal 2014

Se ainda não compraram bilhete para ir à Comic Con Portugal - na Exponor, em Matosinhos - não o façam. Se passaram o vosso sábado no meio de mantas e músicas de Natal no quentinho de casa, com a lareira acesa - ou até mesmo a passear ao final da tarde de casaco quentinho vestido entre as luzes típicas da época - tomaram a decisão mais indicada. A Comic Con Portugal ficou muito aquém daquilo que eu previa e o sentimento que eu e o Gui partilhamos neste momento é de desilusão. 

Houve muita coisa que falhou nesta Comic Con. Não faço particular referências às filas infinitas para tudo (para entrar, para trocar o bilhete por pulseira, para ir fazer xixi, para ver uma conferência, para comer e para tudo e mais alguma coisa) porque isso acontece em qualquer evento que reúna muita gente (e Comic Con sempre foi sinónimo de fila em qualquer país) porém, se não critico a organização nesse aspecto (sim, fiquei cansada, com dores nas pernas e sem paciência para filas nos próximos dez anos mas faz parte e reconheço-o), critico-a pelo evento propriamente dito - que é o que me interessa realmente -, pelas várias conferências em auditórios sem capacidade para a maioria dos interessados, pelas zonas mal ocupadas e sem grandes informações verdadeiramente interessantes para os fãs, pelo pouco destaque dado à BD e pelas actividades nada exclusivas.

Gostei dos workshops, joguei em muitas consolas e babei-me para os desenhos expostos na zona de BD mas não senti que, no geral, houvesse grande diversidade - como seria de esperar num evento que junta desenhos animados com séries, filmes, anime e jogos - e fiquei com a ideia que a organização deu demasiada importância às séries do momento deixando um pouco de parte aquilo que serve de base à verdadeira Comic Con. Não consegui ficar triste quando chegou a hora de regressar a casa (na verdade, só queria a minha caminha depois de tantos transportes e horas em pé).

A Comic Con Portugal ganhou pontos pela originalidade da FOX que deu vida ao evento através das acções sobre Walking Dead - alguém alugou um walker (a.k.a Zombie) ou doou sangue na Blood Store? -, pelos artistas simpáticos e pela quantidade exorbitante de consolas mas admito que não houve muiiiiita coisa a captar a minha atenção pela positiva. Se o bilhete me tivesse custado dois ou três euros (ou cinco, na loucura) provavelmente eu sairia de lá contentinha da vida. Como não foi o caso, a reacção é completamente diferente e, na próxima edição, eu não estarei lá. Para mim foi dinheiro mal gasto e prova disso são as pouquíssimas fotografias que tirei.

10 comentários:

  1. Os telejornais falaram muito da Comic Con e eu, sinceramente, tenho que admitir que, mesmo só tendo ao meu dispor aquilo que os telejornais mostraram, senti que este Comic Con não era lá grande coisa e não se comparava com o que acontecia nos outros países.

    ResponderEliminar
  2. Pelo que vi ao longo do dia no facebook (fotos, videos) pareceu-me muito... bah. Ainda bem que não fui!

    ResponderEliminar
  3. Por acaso, eu gostava de lá ir, mas eu odeio filas de espera e gastar dinheiro em coisas que não valem a pena por isso vou mesmo optar pelo conforto e quentinho da minha casa.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  4. Por acaso eu estava mesmo muito entusiasmada com a ideia de haver uma Comic Con em Portugal, para não falar que anunciaram que o cast de Da Vinci Demons ia lá estar - quase todo. Mas como era/é em Matosinhos e eu sou de Lisboa, não pude comparecer.

    Secalhar para o próximo ano (e se esta convenção se voltar a repetir) os organizadores tenham em atenção todos estes aspectos negativos e tentem realmente melhorar. Deixo aqui também expresso o desejo que se houver uma convenção assim parecida, espero que a façam em Lisboa (dava-me imenso jeito, até porque sou menor de idade). :)

    ResponderEliminar
  5. Não foi assim tãaaaao maaau. Eu adorei. Verdade que havia algumas filas, eu só estive em 2. Para entrar e para sair. Claro que pra ir ver a Natalie estava uma fila gigantesca, mas já era espera e havia lá pessoal desde as 10. O que acho estupido esperarem 6 h e pagar o bilhete por 30 segundos com ela, mas pronto. E também há que compreender que comic con é mais sobre comics, manga, anime e games e nisso esteve excelente. Cosplayers fantasticos, muitos workshops, muitos sítios para jogar.
    De séries e filmes o melhor para ver era a exposição do syfy.

    Eu fui dar sangue à blood store e fui tirar foto com os walkers, mas n aluguei...

    Ass. O tipo que veio abordar-te pra Maria falar contigo.
    Ps. Ela estava super nervosa

    ResponderEliminar
  6. Lá está para além do problema das filas intermináveis, o que mais me chateia foi mesmo o preço dos bilhetes! Também acho que têm muita coisa a melhorar. Eu dou-lhes o beneficio da dúvida uma vez que esta foi a 1ª edição e é com os erros que se deve aprender. Espero que no próximo ano seja melhor! :)

    ResponderEliminar
  7. Provavelmente não tinhas muito interesse no que a comicCon é: BD, anime, mangá e jogos, maioritariamente. Eu não sou fascinada, mas adoro anime e percebi que para esse tema estava fantástico. Tal como para jogos e os workshops. Não se podia esperar que houvesse lugar para toda a gente, ou podia? Isso nunca acontece. Claro que iam haver filas. Por acaso eu só fui no domingo e não apanhei fila nenhuma, consegui um lugar fantástico no auditório de Da Vinci's Demons e não estive a fazer horas para as 10h, muito pelo contrário entrei mais tarde.

    Acho que para criticarmos temos de ter todas as variáveis na mão. Primeiramente esta foi a primeira edição em Portugal, é normal que existam erros. O resto, não sei muito bem do que se queixam as pessoas. As pessoas que tinham interesse no que a Comic Con é adoraram. Eu adorei. No domingo haviam poucos cosplayers, mas isso é normal. Eu também achei, no início, o preço dos bilhetes caro mas depis d elá estar mudei de ideias. Para a quantidade de coisas que podes fazer se gostares de todas aquelas áreas não é. Não vi ninguém queixar-se, vi toda a gente a divertir-se.

    As pessoas têm de perceber que aquilo é sobre temas específicos, e ir só porque está na moda não vale a pena: não gostamos e depois colocamos defeitos no evento que não existiram.

    ResponderEliminar
  8. B, não consigo aceder ao teu perfil.

    Eu fui essencialmente pela parte de BD mas sendo, na minha opinião, o mais importante (ou uma das coisas mais importantes), pareceu-me pouco apesar de ter adorado o que lá havia... É a minha opinião e para mim não acho que o bilhete tenha valido o seu preço exatamente porque a parte pela qual mais ansiava me desiludiu nesse sentido e o resto, à excepção dos jogos e de alguns artistas, não me interessava assim tanto. Apesar de ter visto artistas incríveis e trabalhos fabulosos achava que ia haver mais e organizados de melhor forma...

    No texto que escrevi disse que as filas faziam parte e que não criticava a organização por isso porque a verdade é que é sempre assim. Cheguei sempre onde quis e a tempo portanto é o que interessa.

    Espero que realmente melhore porque, como dizes, foi a primeira edição... No entanto acho que houve coisas que não foram promovidas (ou que foram mas da forma errada) e outras que nem sequer deviam ter falhado porque quem se desafia a organizar algo desta dimensão tem de ter alguma experiência ou conhecimentos...

    Tive amigos que foram no sábado e domingo e odiaram o segundo dia e gostaram mais do terceiro, não sei se isso também interferiu.
    O que eu acho é que sim, tinha muitas consolas e artistas (achei boa ideia os workshops) mas também tinha muito espaço vazio... Fiquei desiludida e, pelo que tenho visto, não fui só eu (já para não falar que, se a organização vende X bilhetes vip tem de assegurar esses lugares... isso não é comigo, que eu não gastei esse dinheiro mas presenciei uma situação de perto e não foi correcto).

    Fico muito contente por teres gostado tanto mas não concordo quando dizes que as pessoas "que têm interesse no que a comic con é adoraram" porque, mesmo que eu não seja a maior fã de todos na maior parte das vertentes (gosto muito de BD e jogos mas anime passa-me um pouco ao lado, confesso) tenho amigos que são (aquilo deveria ser o paraíso para eles) e também ficaram desiludidos... Secalhar as expectativas não ajudaram...

    Se na tua opinião não existiram defeitos, ainda bem, fico feliz e espero que possas ir todos os anos se tiveres interesse nisso! (:
    Eu -e eles - vamos dar outra oportunidade mas vamos esperar uns anos até se colmatarem as falhas x)

    ResponderEliminar