Thirteen

QUOTIDIANO | Palavra-Chave: Intensidade

E se em 2013 escolhi a palavra "Mudança" para classificar os doze meses que lhe pertenceram, em 2014 o vocábulo seleccionado é "Intensidade". Por tudo o que vivi, pelos dias que passei, pelas pessoas que conheci, pelos momentos que partilhei, pelas viagens que fiz, pelos objectivos que cumpri e pela música que ouvi, 2014 foi um ano intenso para o bom e para o mau.

Depois de ter começado o ano a patinar no gelo às duas e meia da manhã, em 2014 consegui reerguer-me, comprar a minha Canon 600D (finalmente!), fotografar muito (apostando também um bocadinho mais no analógico que adoro de coração), compreender-me melhor, comer muitas badochices e viver entre o 8 e o 80 que fizeram deste ano um dos mais marcantes. 

Em 2014 fui à Bolsa de Turismo de Lisboa, ao Optimus Alive (ou NOS Alive), à Exposição de Legos, ao FITU, à Comic Con e ao CELTA. Viajei até Islantilla e Sevilla e visitei a Zambujeira do Mar, Portimão, Lagos, Albufeira e Silves não me tendo esquecido de registar tudo neste blogue - que me acompanha fielmente e me permite mostrar-vos o que mais gosto de partilhar. Em 2014 apaixonei-me de novo. Não fui ao cinema nenhuma vez mas revi filmes da Disney e vi os Oscars em directo enquanto fazia apostas sobre os resultados com o Gui. Em 2014 comecei uma nova caixinha de memórias, trajei pela primeira vez, estudei muito, fiz muitos trabalhos, tive a melhor Serenata que podia pedir, partilhei capas negras, pintei caloirinhos, dancei muito e, no último trimestre do ano, guardei as minhas roupas de bailarina sem saber se algum dia lhes voltarei a dar uso. 

2014 foi, à semelhança de 2013, o ano do crescimento da família. Foi o ano dos três novos bebés espalhados pelo mundo e do acolhimento duma nova cadelinha cá em casa. Foi o ano dos amuos rápidos, das adversidades, das gargalhadas sinceras, da música gira, dos passeios de carro e dos dias de praia. Foi o ano das declarações de amor, das canções de Tuna, das cartas e da valorização da família e dos amigos que nunca me falham. 2014 foi o ano dos chocolates, das francesinhas, da massa e da pizza. Foi o ano da primeira Gala de Faculdade, do Estágio, dos cafés e das saídas até às tantas. 2014 foi o ano dos novos projectos, dos pensamentos excessivos, dos presentes mais incríveis e dos choros provocados pela ansiedade que me deixou o estômago apertado. Foi, sem dúvida, um ano de renovações, de emoções fortes e de momentos intensos.

Escolhi a palavra "Intensidade" para caracterizar o ano que está prestes a terminar pela simples razão de não ter sido capaz de gostar a meio gás ou de sentir indiferença perante as situações. Fiquei zangada e com ciúmes, amei, senti saudades, enervei-me, ri até ficar sem ar e emocionei-me mas não fui capaz de encolher os ombros ou de não ter opinião sobre assuntos que me incluíam. "Intensidade" é mesmo a palavra certa. 2014 foi um ano de altos e baixos mas foi um ano fabuloso que me ensinou muita coisa, que me fez crescer e que me deu maturidade. Espero, honestamente, que o vosso ano tenha sido igualmente proveitoso e espero que 2015 me dê, pelo menos, os mesmos motivos para sorrir.

12 comentários:

  1. Eu adoro ler estas publicações e as tuas tocam-me sempre de uma maneira especial. Já te disse quinhentas vezes que és uma pessoa incrível e que de certa forma me inspiras. E é isso que eu procuro aqui na blogosfera. 2014 foi um ano em cheio e esperemos que 2015 seja ainda melhor. Eu usarei a palavra que usaste em 2013: mudança. Foi o ano em que senti uma grande mudança na minha vida. Espero muitas publicações geniais e projetos únicos em 2015 no Lucky 13. E espero mesmo que tenhas ainda mais razões para sorrir. Porque tu mereces :)

    ResponderEliminar
  2. R: Será algo um pouco "geral", mas pode ser que ajude ahaha x) Sabes como sou, gosto de manter tudo em mistério ahah

    ResponderEliminar
  3. Que ótimo ano que tiveste :D
    Quem me dera ter 3 bebés novos na família, deve ser mágico (por vezes)!

    R: Obrigada pelo conselho querida! :D

    ResponderEliminar
  4. E que ano que foi! Espero que 2015 seja milhões de vezes melhor que 2014, Carol. Se há pessoa que merece tudinho de bom, és tu ♥

    ResponderEliminar
  5. Tiveste um ano cheio e em cheio! Desejo que 2015 te divirtas muito e fotografes muito (ai.. coisas boas da vida e eu gosto das tuas fotografias x])e que sejas muuuuito feliz. Boas entradas neste novo ano! :D


    r:o objectivo é exactamente esse, no ano passado por esta altura fiz uma coisa deste género mas foi num dos milhentos cadernos que tenho e é giro riscar coisas neste tipo de listas. No entanto parece tudo muito possível mas vou ter de ter uma força de vontade enorme para me aplicar mais a FQ e matemática e aquilo de dar o meu melhor não vai ser com certeza pêra doce! Mas do que é a vida sem desafios?! Vou tentar!

    ResponderEliminar
  6. Foi um ano em cheio! Espero que 2015 seja ainda melhor!

    ResponderEliminar
  7. parece ter sido um bom ano! que 2015 seja melhor :)

    ResponderEliminar
  8. Que tenhas um ano tão bom ou melhor que este querida :D

    beijinhoo * feliz ano novo

    ResponderEliminar
  9. Adoro a forma como consegues dar valor a tudo, aos bons e maus momentos. Tu sabes sempre tirar partido de todas as situações para te ergueres e vencer. Gosto imenso de pessoas assim. Sabes viver a vida como ela deve ser vivida. Espero que 2015 seja igualmente proveitoso - como disseste - e que tenhas mais bons momentos que menos bons. Feliz 2015! :)

    ResponderEliminar
  10. Gostei muito de ler este texto :) E que 2015 seja ainda melhor!

    ResponderEliminar