VIDA ACADÉMICA | Pensamentos de Estudante

Apesar de ter tido, nas últimas semanas, algumas dúvidas relativamente ao meu futuro e às minhas escolhas profissionais, a verdade é que gosto do meu curso. Gosto do que aprendo, gosto dos projectos, gosto da universidade, gosto das pessoas, gosto da academia e gosto dos trabalhos, dos relatórios e dos documentos infinitos que tenho que escrever mesmo que, por vezes, me apeteça ficar no sofá a ver filmes.

Neste momento tenho alguns receios, preocupações e dúvidas relativamente ao meu futuro profissional mas continuo a dar o melhor de mim, a marcar presença em aulas e seminários e a entregar todos os projectos a tempo. Porque gosto da minha licenciatura e porque não é tortura para mim escrever sobre um destino turístico, elaborar um plano de Marketing ou ir a uma conferência. Essas coisas interessam-me e sei que os conhecimentos que tenho vindo a adquirir serão vantajosos independentemente das minhas escolhas futuras. Eu gosto do que faço. Gosto do que tenho feito e sinto orgulho por ser capaz de ver a minha própria evolução. Serei bem sucedida nos projectos que integrar e, mesmo que me aperceba que o meu lugar é noutra área qualquer, hei-de descobrir brevemente para onde devo direccionar as minhas pesquisas, os meus trabalhos, os meus objectivos e as minhas conquistas. Ou pelo menos espero que assim seja.

Gloriously | via Tumblr

9 comentários:

  1. Eu acho que ser a area que nos interesse e nunca nos fartarmos do curso não é necessariamente verdade.
    A faculdade tem todo um ritmo que nos deixa frustrado e com sérias duvidas sobre o se isto é o caminho certo.
    Eu estou no meu 3 ano e estou louca para deixar isto de lado e começar a trabalhar a sério... porque chega a uma altura em que todo este ritmo não deixa a pessoa respirar e começa a sufocar. Pelo menos eu sinto isso.

    ResponderEliminar
  2. Como sabes, sou do mesmo curso que tu e compreendo bem o que dizes :)

    ResponderEliminar
  3. Concordo com a Ella. É perfeitamente normal surgirem dúvidas durante o curso, precisamente porque o ritmo é muito intenso. Por outro lado, faz sentido descobrirmos o que gostamos e não gostamos na área, afinal, essa é uma das finalidades da licenciatura. Mesmo gostando da área, se por acaso chegares ao fim e sentires que precisas de mais qualquer coisa podes sempre optar por fazer mestrado noutra área ligeiramente diferente e ficar com dupla formação, por isso estes 3 anos nunca seriam tempo perdido :)

    ResponderEliminar
  4. Acho que estás a pensar bem. Eu própria também tive as minhas dúvidas ao longo da licenciatura. É algo normal e acredita que no último ano, com a pressão da entrada no mercado de trabalho, tornam-se ainda mais frequentes! Mas, se continuares a esforçar-te e a pensar positivo, quando terminares vais perceber as áreas que mais te agradam e podes até vir a apostar num mestrado mais específico. Quanto mais diversidade de formação tiveres, melhor! Vai correr bem, boa sorte :)

    ResponderEliminar
  5. As dúvidas surgem em qualquer altura, acho que é algo normal.
    Se tens gosto no que fazes, é porque não necessitas de ter dúvidas! Espero que corra tudo bem e que sejas bem-sucedida, claro! :)

    ResponderEliminar
  6. Gosto do teu pensamento! E a imagem diz tudo :)

    ResponderEliminar
  7. Boa sorte. Eu não posso falar porque ainda não ando nessas andanças...

    ResponderEliminar
  8. O segundo ano é, na minha opinião, o mais difícil na Faculdade (seja que curso). Força! :)

    ResponderEliminar
  9. r: Talvez eu também não te tenha explicado bem :) Até ao momento em que eu comecei a trabalhei na agência eu tinha a ideia que queria hotéis ou eventos. Até ao momento em que me senti bem na agência, a criar orçamentos e, muitas vezes, alguns programas especializados,andava perdida também. Durante o curso também tive algumas dúvidas nas havia sempre trabalhos que eu gostava de fazer. Principalmente ligados a Operações Turísticas e Marketing Turístico. Hoje sinto que, ir para agência é sentir-me realizada mas atenção, quero experimentar novas coisas. Gostava de ser operadora turística, quem sabe daqui por uns tempos mas, até lá, serei agente de viagens que também é uma função que gosto bastante.
    Há muita gente que faz um curso mas depois acaba por não o seguir mesmo que goste da área. Eu espero que ainda consigas encontrar o teu rumo em Turismo. Mesmo que não consigas, desejo-te muito boa sorte :)

    ResponderEliminar