Untitled | via Tumblr

Apesar de haver um grande desacordo entre ser anónimo ou dar a cara na blogosfera... Quais são as opiniões de quem me lê?

19 comentários:

  1. eu não quero dar a cara, quero poder falar à vontade sem ninguém me estar a julgar.

    ResponderEliminar
  2. o meu blog já foi anónimo... acho que depende muito do tipo de assunto que o autor aborda no blog. :)

    ResponderEliminar
  3. Não há nada no meu blogue que eu me privaria de falar em público, portanto, gosto de partilhar o que penso e assinar por baixo :)

    ResponderEliminar
  4. Sinceramente, não tenho preferências nesse campo. Cada um deve estar como se sente melhor e mais confortável. E leio com o mesmo gosto e entusiasmo um blog, quer o seu autor seja anónimo ou não.

    ResponderEliminar
  5. Concordo com a Cor de Salmão... Não comento anónimo porque gosto que me identifiquem por aqui mas no que toca à minha vida pessoal e às pessoas que me conhecem penso que se soubessem do meu cantinho iria condicionar a minha escrita e liberdade em dar opiniões!

    ResponderEliminar
  6. Acho que cada um deve escrever como se sentir mais à vontade e gostar mais.

    Por acaso acho graça ao anonimato, porque podemos estar a passar por alguém que lemos diariamente na rua sem nos apercebermos.

    ResponderEliminar
  7. Eu sou anónima (a maioria das vezes) mas porque assim consigo falar mais à vontade e sem ter aquele medo que posso estar a magoar alguém.. E claro, sou daquelas que vem à blogosfera explodir e depois quando está com a pessoa já se esqueceu do que passou

    ResponderEliminar
  8. Se queres que te diga não sei se sou anónima, sigo imensos blogues no instagram que me seguem e já me viram a cara, por isso nem sei.

    R: Meti no insta não consegues ver?

    ResponderEliminar
  9. Sou anónima. Mas à medida que o tempo foi passando deixei que as pessoas com quem me dou melhor aqui me fossem conhecendo.

    ResponderEliminar
  10. Já tive um blog em que era "anónima" mas agora decidi voltar e dar a cara. Não partilhei com muita gente, só os mais proximos sabem, mas não vejo mal em que outras pessoas que conheço me leiam. Acho que estou numa fase da minha vida diferente, talvez por isso não precise de ser anónima. Sinto-me estável, segura.

    ResponderEliminar
  11. Depende muito da pessoa que escreve. Eu já fui anónimo e não me arrependo nada disso. Na altura achei que fazia sentido e fui escrevendo e dando as minhas opiniões sempre que necessário. O ser-se anónimo tem o lado bom e o lado mau. O bom é poder falar de tudo e mais alguma coisa - incluíndo os nossos segredos obscuros - sem que ninguém possa criticar "diretamente". O lado mau é simples: acabamos sempre por escrever com filtros, com receio de sermos descobertos. Temos sempre de ter mil cuidados para não deixar a conta aberta no computador ou para não falar daquelas pessoas incríveis que conhecemos aqui aos nossos amigos. Deixei de sê-lo há uns meses e confesso que adorei esta mudança. Escrevo sem qualquer problema e acho que faz sentido ter uma cara por detrás de cada publicação. Mas continuo a perceber e a adorar os bloggers anónimos :)

    ResponderEliminar
  12. O meu blog nunca foi anónimo e já sofri consequências por isso e houve alturas em que pensei que o melhor era apagá-lo e criar um anónimo, algo que até cheguei a fazer, mas com a diversidade de coisas que partilho gosto de que as pessoas saibam que eu escrevi aquilo. Pode parecer um bocado egoísta e quase narcisista mas se eu produzo conteúdo com mais ou menos qualidade por que não hei de dar a cara e dizer que fui eu que escrevi algo?
    No entanto acho que há certos tipos de blogs, em que o anonimato se justifica porque por termos necessidade de partilhar algo sobre a nossa vida não é necessário que saibam exatamente quem somos.

    ResponderEliminar
  13. eu já partilhei as minhas redes sociais no meu blog , no entanto continuo a ser a Lexie. Uma mistura dos dois também é bom!

    ResponderEliminar
  14. Desde que a pessoa se sinta confortável e seja honesta para consigo e para com aqueles que a leem, é-me indiferente se escreve como anónima ou se dá a cara :)

    ResponderEliminar
  15. Há semelhança de muitas pessoas, eu já estive nos dois lados da moeda. Acho que tudo depende do à vontade que tens com a tua escrita. Eu gosto de dar a cara pelas minhas ideias, mas não quero protagonismo. Acho que ia ficar um pouco desconcertada se fosse a passar na rua e alguém me abordasse a dizer que gosta do que escrevo. Não me interpretes mal, eu fico feliz por as pessoas gostarem do meu trabalho mas, para já, ainda não estou preparada. Eu gosto de passar despercebida e o anonimato ajuda-me. Talvez um dia, quando estiver preparada para lidar com tudo aquilo que implica ser conhecida, eu possa revelar quem está por detrás do meu heterónimo =)

    ResponderEliminar
  16. Para mim ser ou não ser anónima é indiferente porque aqui lê-mos a alma das pessoas. Eu conheço-te sem te conhecer. Eu sei o que é um "ah isto é mesmo à carolina" sem saber nada da tua vida ou das tuas escolhas. Sei caracterizar-te. E quando digo tu digo qualquer outra blogger que acompanho à igual tempo.
    Eu nisso sou muito simples se me querem conhecer digam! Não sou nada esquisita não tenho medo que depois de me conhecerem me leiam. Porque já o fiz com imensa gente daqui. Vá... alguma gente! Mas detesto que o Zé António e a Maria Gertrudes com que me cruzo nos corredores da faculdade se acham no direito de dizer algo sobre mim só porque me lêem e me vem ao longe. Porque não escrevo preto no branco o que acontece e ainda mais tenho o cuidado de não fazer juízos de valor sobre as pessoas do meu dia à dia.
    E para mim tanto me faz que vocês me tratem por Ella ou pelo nome que a minha mãezinha me deu.Porque não escondo o que faço aos meus amigos chegados e do meu rapaz. Souberam desde sempre. Os outros esses não são nada logo não é necessário saberem de algo tão único e especial.

    ResponderEliminar
  17. Eu gostava de ter coragem para me tornar menos anónima. Não sei, talvez porque vivo numa cidade pequena e aqui as mentalidades costumam ser muito pequenas e se eu fosse "descoberta" talvez fosse julgada. O que sou no blogue, sou fora dele. Gosto de manter o meu blogue assim, sem fotografias minhas apesar de o meu instagram ser pessoal mas só ter, na maior parte, seguidores pelo blogue :)*
    Por exemplo tu: mantens um certo anonimato aqui mas no instagram já não :)*

    ResponderEliminar
  18. Ao inicio importei-me realmente com isso, mas na verdade acho que se deixar de escrever algo com medo de ser reconhecida, de que serviria ter um blog se não posso escrever à vontade? O único filtro que tenho é não escrever sobre algo que apenas diz respeito à vida das pessoas de quem gosto. Também não me escondo atrás de um blog para escrever o que nem me atreveria a dizer na vida real, como a opinião que tenho sobre alguém ou alguma coisa. Fora isso, falo do que me apetece porque não tenho que gerir gostos ou expectativas de ninguém, apenas as minhas. E isso é libertador. Assim como se tivesse que assumir o que escrevo fá-lo-ia sem problemas. Mas não gostaria que alguém com quem não tenho confiança desse de caras com o meu blog e soubesse ligá-lo directamente a mim através de uma fotografia ou de um nome.

    Não dou a cara, mas não me considero anónima porque quem me conhece iria reconhecer-me pela minha escrita ou até pelo conteúdo do que escrevo. Assim como os blogs que sigo, não faço distinção entre conhecer o rosto da pessoa ou não. Até porque não é isso que me vai fazer ler religiosamente o que escreve.

    ResponderEliminar
  19. Acho que cada um é livre de dar a cara ou não. Eu prefiro mostrar a cara, tal como tu, filtrar o que escrevo não é para mim.

    ResponderEliminar