Thirteen

TEMPO DE ANTENA | "Amo as mulheres, mas não as admiro."

"Amo as mulheres, mas não as admiro. Como individuas isoladas, sim amo-as. Mas como uma multidão, sem nome, nem cabeça, nem expressão, não, não as amo. As fases de um amor com várias mulheres sempre são uma névoa de droga, bebida, pequenos crimes – e, claro, desespero. Anestesiam-nos do frio e da solidão. Levam-nos para outros lados. Mas apoderam-se da nossa alma. E daí até estarmos totalmente dependentes delas é um instante. Os homens que gostam de várias mulheres sempre são os que estão mais próximos da morte, só que não se recordam, porque estão pedrados. Para quê essa bigamia, mania de ter uma mulher a mais, se a monogamia é exatamente a mesma coisa."

Take a risk...👍❤️👍

César Sousa, O Burguês.

7 comentários:

  1. O César é brutal com as palavras!
    Obrigada, querida Carolina. Confesso que enquanto estive longe passei muitas vezes por aqui, sentia-me mais perto.

    ResponderEliminar
  2. adorei! Fiquei sem palavras..

    r: de facto o filme é ótimo, até vou procurar a tua publicação para ler ;)

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pela publicação, e um agradecimento a todos aqueles que comentaram está publicação com as suas palavras.

    Bj.

    ResponderEliminar