GUARDA-ROUPA | "E para o dia-a-dia?"

Começo esta dissertação altamente fútil com uma verdade inegável e aproveito também a introdução de discurso para repetir algo que quem me lê há mais tempo sabe de cor: gosto de roupa interior e gosto de comprar roupa interior. Problema? Nenhum. 

O meu aborrecimento está exclusivamente relacionado com as funcionárias das lojas que 1) me tentam impingir trezentas mil peças que nada têm a ver com o que procuro, 2) toooodos os santos dias me perguntam se sei qual o meu tamanho e 3) fazem sempre a questão-chave que nunca falha: "E para o dia-a-dia, não precisa de nada?". Oi? Como assim "dia-a-dia"? Quer dizer que há uma lei que diz que as peças que levo só podem ser usadas de noite ou em cerimónias especiais?

Não gosto de roupa interior de avó. Não gosto de bonecadas. Dispenso básicos quando as circunstâncias não me obrigam a utilizá-los (leia-se: quando trajo, quando a roupa assim o exige ou quando tudo o que é giro está para lavar ou a secar no estendal). Gosto de rendas. Gosto de aplicações giras. Gosto de transparências. Gosto de roupa interior romântica e delicada. São gostos. Sinto-me extremamente confortável e feminina quando visto peças especialmente bonitas. Qual é o drama?



[E chega de ver a roupa interior como um tema tabu em blogues nacionais, sim?]

16 comentários:

  1. Não acho problema nenhum com os teus gostos.. se te sentes bem deves usar todos os dias.. acho que não existe roupa interior para o dia a dia.. eu lá ficaria com umas cuecas que adoro na gaveta só para quando o rei faz anos ou para quando teria sexo (devia ser lindo, ainda ganhava bolor por não encontrar par xD)

    ResponderEliminar
  2. Acho os teus gostos perfeitamente normais. Também acho normal quem gosta de "cuecas de avó", como chamas no post. A parir do momento em que te sentes bem, acho que está tudo bem. Faz-me mais confusão a ideia de comprar roupa interior rendada e com aplicações (que nem sempre é barata) e depois deixa-la a apodrecer na gaveta e usa-la só em ocasiões especiais. Para mim, conforto é chave e tanto a roupa interior mais básica como a mais sexy e ousada podem ser bastante confortáveis e agradáveis de usar.

    ResponderEliminar
  3. sempre que vou ao shopping compro sempre rouoa interior! Não falha! Tal como tu, adoro rendas e transparências :)

    ResponderEliminar
  4. Sou como tu. E também adoro rendas :) e visto-as no dia-a-dia sem problema nenhum. Ninguém me vai despir no meio da rua para ver o que estou a usar e eu tenho o direito de me sentir sexy e bem comigo mesma acima de tudo!

    ResponderEliminar
  5. eu adoro rendinha, detesto fio dental e detesto bonecada... keep it simples but classy! O meu tamanho varia de loja para loja xD E sou como tu adoro comprar roupa interior. -.- Não entendo o espanto dessas senhoras... vais a ver andam o dia à dia com cuequinhas da avó e sutiens todos velhos -.- Mesmo que dê um bocado mais sinto-me logo outro se tenho algo bonitinho vestido... mesmo que não seja para ele, para mim é que conta! Saio diferente de casa do que se levar cuecas velhas essas são destinadas ao Mr Red e dias de desporto xD

    ResponderEliminar
  6. Nenhum! Sou exactamente como tu: rendas e detalhes simples mas com elegância.

    ResponderEliminar
  7. Acho que sou um pouco mais diplomata nesse sentido :b Não tenho bonecada - também não lhes acho grande piada, reconheço - mas no dia a dia vou alternando. Não me sinto menos tchanan se usar um básico e fico igualmente feliz se usar uma peça mais trabalhada e gira. Sou uma democrata dos soutiens eheh :D

    ResponderEliminar
  8. Eu só uso básicos quando tem de ser de resto odeio-os porque não são nadinha de especial e não me fazem sentir especialmente bonita com eles e sou como tu não gosto de bonecada prefiro as rendas e as transparências.

    ResponderEliminar
  9. Eu também adoro roupa interior mas tenho básicos (soutiens bege ou brancos sem rendas ou aplicações) para usar com roupas mais justas ou claras. Isto porque se usar outro tipo de roupa interior com essas peças nota-se, talvez seja isso o que as vendedoras querem dizer :) também não gosto de bonecada e sou igualmente apaixonada por rendas e aplicações :)

    ResponderEliminar
  10. Acho que pior que esses 3 pontos que referiste é quando aparece a empregada no provador com "então, já vestiu?" e fica à espera que lhe mostremos como fica! grrrrrrr por mim as empregadas não entravam na zona de provadores!

    ResponderEliminar
  11. A mim nunca me perguntaram tal coisa e ainda bem xD

    ResponderEliminar
  12. Isto podia ter sido escrito por mim. E a mim também me tira do sério a pergunta "sabe o seu tamanho?". Apetece-me responder torto sobretudo quando corro todas as lojas de roupa interior e em todas me perguntam o mesmo. Mas acabo sempre por responder que sim, sei muito obrigada.

    ResponderEliminar
  13. Subscrevo inteiramente o que disseste!

    ResponderEliminar
  14. Somos tão iguais, usar um básico mata-me. Para mim a roupa interior é suposto ser bonito e feminino e não mais uma camada. Adoro rendas e coisas bonitas e tal como tu odeio bonecadas e coisas no género :) a foto está maravilhosa!

    ResponderEliminar
  15. Também gosto muito de roupa interior e de a comprar, e geralmente também me acontece muito isso que descreveste, pois tenho um gosto muito idêntico ao teu :)

    ResponderEliminar