AMOR | O Maior Erro

Quando falamos de amor há sempre algo que me causa confusão e que, de certa forma, me preocupa: a falta de confiança que experiências passadas nos provocam, o pagamento de dívidas criadas por outras pessoas e a dificuldade em acreditar que pode ser diferente, que pode ser melhor ou que não tem que terminar.

Ao longo do tempo vamos desenvolvendo defesas e armaduras que nos protegem dos corações partidos. E acabamos por associar de forma quase automática fases mais difíceis e frases menos boas a situações passadas que falharam. E os medos ficam à flor da pele. E começamos a questionar-nos se a relação tem futuro, se as partilhas fazem sentido ou se devíamos ter ficado de pé atrás em vez de nos entregarmos totalmente. Temos receio de perder o encanto aos olhos alheios, de deixar de ser o refúgio. Faz parte.

Voltar a confiar depois dum coração partido é talvez o exercício mais difícil nesta lenga-lenga do amor. E o maior erro é mesmo fazer alguém pagar por erros que não cometeu, fazer alguém cobrir dívidas que não criou. Porque por muito medo que tenhamos, não há duas histórias iguais, não há duas pessoas iguais. E se o problema se repete, talvez então o defeito esteja em nós.

6 comentários:

  1. É muito difícil sim senhora perdoar alguém, mas olha que passei por uma situação muito má, muito complicada e consegui (nem sei bem como) perdoar, esquecer não mas perdoar.
    Hoje já estamos juntos à mais de três anos.

    ResponderEliminar
  2. Entendo querida, mas vamos ter que voltar a confiar em alguém. E se não for nesta pessoa, pode ser noutra que faça o erro que esta não iria fazer. Deixa-te levar, se algo de errado acontecer, voltamos a seguir em frente. É para isso que estamos nesta vida. Para aprender. xoxo

    ResponderEliminar
  3. Entendo perfeitamente o que queres dizer. O caminho entre mim e meu namorado foi muito longo mas eu gastei toda a minha força na nossa relação como ele não sabía o que fazer devido de uma menina que o fez sofrer muito. Mas graças a minha insistência e o meu carinho ele começou a gostar de mim. Agora são três ano que namoramos e dois que vivemos juntos!
    Beijo

    behindkaleidoscopeeyes.blogspot.it

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho a certeza que, se me apaixonar, o passado é completamente esquecido e, claro está, vou tentar melhorar aquilo que falhou. Mas o problema é que ainda tenho medo de me apaixonar. Eu não deixo ninguém aproximar-se de mim dessa forma, pelo menos por enquanto. E posso estar a ser totó e desperdiçar oportunidades de ser feliz, mas não consigo confiar nem me deixo apaixonar...

    ResponderEliminar
  5. Identifico-me imenso com o que descreveste em cima..todos os dias penso sobre isto, porque tenho plena consciência de que estou sempre de pé atrás, porque ainda não consigo confiar. Por outro lado, sei que já dei o salto em relação a alguns aspectos.
    xoxo* - mafs: http://alittleguess7.blogspot.pt/

    ResponderEliminar