Thirteen

AMOR | (In)Tolerância

Por muito que ame, por muito que me dedique e por muito que bata o pé antes de deitar a toalha ao chão também reconheço algo inegável na minha personalidade: eu não espero para sempre. E não conseguindo imaginar um futuro muito longínquo, essa ideia de esperar que os cães parem de ladrar, que o mundo se recomponha, que as cidades se reconstruam, que as tarefas fiquem mais fáceis ou que as agendas esvaziem parece-me um pouco utópica. Não espero para sempre, não estou garantida a ninguém, não espero que alguém espere por mim nem tão pouco espero que alguém me esteja garantido. 

Gosto de me dedicar à pessoa que tenho ao meu lado, de partilhar frases genuínas todos os dias e de me certificar que ele se sente bem, confiante e seguro. Não seria eu se me comportasse doutra forma e, mais do que destruir uma relação por pura estupidez, eu iria desapaixonar-me por mim mesma por ter desvalorizado os meus próprios princípios.

O amor é aquilo que nos faz bem quando tudo corre mal e, para além de estar nos detalhes, na confiança e no respeito, está na definição clara de prioridades e na segurança que conseguimos partilhar com a outra pessoa. E por muito difícil que seja encontrar paciência quando as agendas e os relógios não colaboram, é importante que ela exista com conta, peso e medida. É imprescindível que sejamos tolerantes. Porque todos temos dias não, todos ouvimos coisas que nos desiludem, todos temos dias chatos, facadas nas costas e barcos quase a naufragar. O truque? Conversar, eliminar dúvidas, questionar quando necessário. E ter em mente aquilo que queremos para nós e a quantidade de amor com a qual somos capazes de lidar. O truque está naquilo que realmente temos vontade de fazer. Na tentativa constante de ser mais e melhor. Na diferença clara entre obrigação e vontade, entre dever e gosto. 

add a caption

3 comentários:

  1. Concordo completamente, não diria melhor!

    lollipopnecklace.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Texto muito lindo, concordo!
    Beijo

    behindkaleidoscopeeyes.blogspot.it

    ResponderEliminar