Thirteen

TEMPO DE ANTENA | Ensino Superior: Design de Moda

"Desde que me lembro de existir que sei que quero ser uma designer de moda. Desde os primeiros desenhos, a primeira vez que peguei num lápis, o primeiro chapinhar da mão em tintas de mil e uma cores que eu sei que quero desenhar roupas e criar o mais próximo que conheço do conceito de magia. Porque a moda e as roupas são isso mesmo: magia. Desde o primeiro traço até ao último corte da linha, criar uma obra prima que vai acompanhar alguém ao longo da vida é um trabalho de uma enorme responsabilidade. Pensem num designer de moda como a fada madrinha da Cinderella: o vestido não tornou a noite do baile inesquecível, mas toda a gente sabe que ajudou. 

A partir do nono ano comecei a investigar estabelecimentos de Ensino Superior em Portugal onde pudesse estudar Design de Moda e, infelizmente, a oferta não é assim tão variada. No entanto, entre as opções existentes (podem encontrar o curso na ESAD, na UBI e outras variantes, como Design e Marketing de Moda, na UMinho), escolhi o curso na Faculdade de Arquitetura da Universidade de Lisboa. A hipótese mais difícil de atingir, mais longe de casa e, resumindo, mais assustadora. Mas, um ano depois de aqui estar, continuo a acreditar que é o melhor curso de Design de Moda que arranjam em Portugal. 

Desengane-se quem pensa que Design de Moda é apenas desenhar o que anda pelas passerelles; do meu curso podem sair jornalistas de moda, editores de revistas, stylists, designers de figurinos ou de roupa para videoclips, designers de sapatos, acessórios, professores, designers têxteis... as hipóteses são mais que muitas! É importante ter uma mente aberta, vontade de aprender e um olho atento às oportunidades. Porque também surgem convites para o Modalisboa, feiras de tecidos e trabalhos em bastidores de desfiles de moda e eventos do género. É, de todos os cursos de Design de Moda que conheço em Portugal, aquele que considero ter o plano de estudos mais completo e específico e no primeiro ano de licenciatura podem contar com Desenho, Design de Moda, História da Moda e mais umas quantas cadeiras que certamente trarão algo de novo ao vosso leque de conhecimentos e habilidades. Embora só ainda tenha acabado o primeiro ano, até agora não tive nenhuma cadeira em que sentisse que estava a perder o meu tempo, ou a não aprender algo que possa vir a ser útil no futuro. 

Há professores mais simpáticos e outros que são ossos duros de roer, especialmente em Moda, mas gosto de pensar que tomam essa atitude para nosso bem. Estão ali para nos preparar para um mundo difícil e a verdade é que as minhas aulas muitas vezes parecem um reality show e acabam em lágrimas e dramas, mas é preciso alguma resistência para ouvir comentários excessivamente duros e penso que é melhor criá-la na faculdade para não nos apercebermos de que precisamos dela mais tarde, já no mundo do trabalho. 

O ambiente das aulas na FAUL é muito semelhante ao de uma escola secundária, especialmente se fizermos parte de uma turma pequena; os professores sabem os nomes de toda a gente e dão pela nossa falta se não formos à aula. A própria faculdade tem um ambiente cool e descontraído, toda a gente se dá bem e as praxes são poucas e não existe a mínima pressão relacionada com a vossa opção de participar ou ficar de fora. Ninguém é excluído das actividades e, claro, existem as famosas Tremoçadas uma ou duas vezes por semestre, que são festas feitas lá na faculdade e parecem saídas do filme Projecto X (por boas e más razões!). 

Resumidamente, é um curso específico mas que, em simultâneo, não nos fecha portas. Muito pelo contrário, reúne um leque de conhecimentos que nunca estarão a mais e testa os nossos limites (intelectuais e psicológicos!), a nossa criatividade e a nossa habilidade de nos desenrascarmos em situações mais complicadas. Como, acredito, qualquer curso o faça. É uma excelente opção para todos aqueles que sabem que querem trabalhar no Mundo da Moda e, embora exija esforço e muito trabalho, também nos faz chegar a sítios em que nunca imaginamos estar, faz com que nos surpreendamos a nós mesmos e leva-nos a sonhar ainda mais alto. Isto, claro, com toda a intensidade,   drama e glamour que o Mundo da Moda traz consigo."



A, Aluna do Primeiro Ano da Licenciatura em Design de Moda na Universidade de Lisboa.

[Se tiverem dúvidas ou questões podem deixá-las na caixa de comentários. A A irá responder às vossas perguntas no mesmo espaço assim que possível.]

5 comentários:

  1. Todos os cursos ao contrário do que diversa gente pensa, têm as suas dificuldades. Mas penso que seja bom o facto de ser turmas pequenas e alguns dos professores apertarem convosco. Têm de estar preparados para o mundo lá fora. Beijinho, gostei muito do texto.

    http://giselapascoal.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. r: só sei que é algo que segundo eles "ainda nâo chegou" portanto é algo comprado online, suponho, e o meu palpite é um colar do Harry Potter, mas fora disso, não sei mesmo x]

    ResponderEliminar
  3. Como cada uma puxa a brasa à sua sardinha, não concordo que seja o melhor curso de Moda em Portugal mas sim um dos melhores. Para mim os melhores são este, o de Lisboa, e o da Universidade do Minho porque enquanto que em Lisboa é tudo mais direccionado para o desenho e criatividade, no Minho há a componente mais ligada ao têxtil e ao marketing. Pelo menos é o que os meus stores dizem, que o nosso é mais completo por conter a parte do marketing e da confecção têxtil, lá tornam-nos uns mini engenheiros têxteis e podemos intervir numa linha de confecção caso seja necessário e acho que em Lisboa não há tanto essa componente. São duas das minhas universidades de eleição quanto a este curso e se penso terminar a licenciatura no Minho, também não ponho de parte a opção de mestrado em Lisboa.
    Mas tal como disse no inicio, cada um puxa a brasa à sua sardinha e ambas as universidades são excelentes cada uma nas uc's que leciona.
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nisso tenho que concordar plenamente contigo! Uma grande amiga minha está em Design de Moda na tua faculdade e estou a par do que vocês estudam. De facto, o vosso curso é mais direccionado para a engenharia têxtil e o meu para a parte criativa e, confesso, a parte da engenharia não me encanta minimamente. Daí dizer que o meu é "melhor" porque, afinal, a parte principal do Design de Moda é a parte criativa (pelo menos para mim e para o que quero vir a fazer no futuro). Temos sorte por ter esta variedade! :)

      Eliminar
  4. Portanto estudamos no mesmo pólo universitário, viva o Alto da Ajuda e ás faculdades mais longínquas de fucking ever!!

    ResponderEliminar