VIDA ACADÉMICA | Como Sobreviver à Época de Avaliações?

Ter uma agenda. A minha acompanha-me para todo o lado todos os dias e em época de avaliações é realmente imprescindível por motivos óbvios. Objectivos, tarefas, pequenas notas, possíveis publicações, reuniões, consultas, lembretes... Está lá tudo. E quando a cabeça está formatada para pensar em relatórios, planos de negócios e relativismos éticos, é um alívio saber que todas as informações importantes estão a uma página de distância.

Estabelecer prioridades. É, talvez, o maior treino de consciência porque implica fazer escolhas quando a nossa vontade luta contra as responsabilidades que somos obrigados a ter. E nem sempre é fácil lidar com essa ambiguidade mas é, pelo menos na minha perspectiva, o truque para o sucesso.

Gerir bem o tempo. Estudar imediatamente a seguir ao almoço é completamente inútil para mim portanto dedico-me aos apontamentos e ao estudo noutras horas, aproveitando esse tempo pouco produtivo academicamente para escrever no blogue, ter aulas de condução, organizar a minha agenda e despachar outras tarefas mais ou menos importantes, mais ou menos superficiais, mais ou menos fúteis. A gestão do tempo não passa por estudar cinco horas seguidas sem obter quaisquer rendimentos mas sim por estudar menos tempo de cada vez sabendo que aborvemos toooodas as palavras, conceitos e informações que temos à nossa frente.

Ser equilibrado. Este ponto vai de encontro ao anterior mas achei pertinente destacá-lo por uma razão muito simples: a felicidade mede-se pelo equilíbrio. Em época de exames nem sempre há tempo para tudo mas, ainda assim, o equilíbrio é essencial. Estudar na medida certa e olhar para essa tarefa como algo absolutamente prioritário mas guardar momentos na agenda para sair, espairecer, tomar café, namorar, ir à praia, dar um mergulho, fotografar ou ir às compras. Ninguém quer sobreviver à época de avaliações sem sanidade mental portanto fazer pausas é imprescindível para a rentabilidade do estudo. Intercalar cadeiras, projectos e relatórios também é uma boa forma de equilibrar o tempo de dedicação à Faculdade sem darmos em doidos com uma só matéria.

Praticar desporto e comer porcarias. Um ponto um pouco paradoxal mas que se explica a si próprio: quando o estudo é chato, a pizza e as gomas animam-nos. E, nas pausas, o desporto é a melhor receita para esvaziar a mente e conseguir regressar aos livros com outra motivação, outro distanciamento e um cérebro mais frio, mais arejado e menos irritadiço.

Definir objectivos semanais. A minha manhã de segunda-feira define o sucesso da minha semana por uma simples razão: é nessa altura que defino datas, objectivos e metas quase diárias. Se não existe data para a entrega de um trabalho ("podem entregar até ao final do semestre"), então eu escolho uma data consoante as outras exigências académicas e pessoais e cumpro-a para que esse trabalho seja menos uma preocupação durante a intensa época de avaliações. Nem sempre é fácil (a tendência é para pensar que tenho tempo e depois faço) mas é isso que me liberta em semanas mais complexas.

💙 🌻🌻🌻

13 comentários:

  1. Excelentes dicas. Concordo com todas =)

    ResponderEliminar
  2. Uma publicação bastante pertinente e que eu subscrevo (se bem que na época de exames acabo por não usar a minha agenda, consigo fazer uma ótima gestão mental, e também não consigo ter tempo para tudo xD).
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  3. Só boas dias ^^ gostava mais de conseguir fazer todas essas sugestões mas as vezes tudo corre no sentido contrário :c

    resp: adorei as tuas sugestões e muitas delas vou aproveitar!!... um postzinho novo já lá canta!! ^^

    ResponderEliminar
  4. Bons conselhos para quem tem mais dificuldades na gestão do tempo de estudo. :)

    ResponderEliminar
  5. não acrescento mais nada, sabes sempre o que é importante dizer Carolina ! :)

    ResponderEliminar
  6. Gostei as dicas, mas não é sempre tão facil cumprir-as
    Beijo

    behindkaleidoscopeeyes.blogspot.it

    ResponderEliminar
  7. Dicas a seguir. E texto a ler obrigatoriamente quando a sanidade mental quiser escapar. :)

    ResponderEliminar
  8. Este texto está simplesmente genial! Não consigo medir a utilidade disto, é imensa! Os meus parabéns!

    P.s. sobreviveremos!

    ResponderEliminar
  9. Fez-me mesmo bem ler este texto agora e adorava conseguir seguir essas dicas, mas por vezes é tão complicado...

    ResponderEliminar
  10. Tens tudo dito Carol, mas para mim nem sempre é fácil seguir esses pontos todos :|

    ResponderEliminar
  11. Eu como tenho os testes todos seguidos, não tenho tempo para o resto. Normalmente estudo dias inteiros e desisto de estudar à noite. Estudo bem mais que 5h diárias e tem mesmo que ser. O que faço é intervalar cadeiras para não estudar um dia inteiro uma só. Assim consigo concentrar-me melhor e absorver tudo aquilo que estou a estudar :)

    ResponderEliminar
  12. Atenção que não referi horas de estudo diárias. Isso depende sempre do dia, da semana, da cadeira e de cada um de nós. O que disse foi que não é produtivo estudar 5h seguidas sem pausas (:

    ResponderEliminar