Thirteen

CINEMA | Minions [2015]

Amarelos, pequeninos, com olhos estranhos e jardineiras de ganga. São os "Minions", estão em todo o lado, fazem as delícias de miúdos e graúdos e fazia sentido terem um filme só deles. As minhas expectativas não estavam muito altas (confesso que achei que se iam limitar à fama actual e às linguagens estranhas que fazem toda a gente rir) mas fiquei agradavelmente surpreendida com o argumento. Não é, de todo, um filme que visa emocionar a plateia nem tão pouco retrata nada de muito elaborado (é um filme infantil, não pode ser complicadíssimo) mas tem imensas referências históricas e culturais que os mais pequeninos ainda não compreendem e que dão um encanto diferente à animação aos olhos dos mais velhos.

Os primeiros dez ou quinze minutos de "Minions" retratam o seu aparecimento e a sua evolução introduzindo referências diversificadas (do T-Rex ao Conde Drácula e do Faraó ao Napoleão) e a história propriamente dita começa depois disso, em 1968. Nova Iorque, Orlando, Londres, Hippies, Vilan-Con (uma espécie de Comic-Con para vilões), The Beatles, a chegada do homem à Lua (exactamente como eu acho que foi... vejam!) e muito mais, sempre destacando os três Minions que se assumem como principais - Bob (que amooooor!), Stewart e Kevin - em busca dum novo líder pelo mundo fora enquanto os restantes ficam numa caverna gelada à espera de resultados.

Entre muitas trapalhadas - promotoras de gargalhadas em uníssono - "Minions" desenvolve-se em Inglaterra, com uma vilã fraquinha mas com um guarda-roupa mortífero de fazer inveja (mulher de armas no mais puro dos sentidos, esta Scarlet) e algumas personagens menos importantes e divertidas quanto baste. Para dizer a verdade, o filme é de Kevin, Bob e Stewart e a Rainha de Inglaterra quase passa despercebida.

Destaco, para além da história infantil - que refere bons detalhes culturais -, do argumento - que me surpreendeu apesar de não ser naaaaada de extraordinário - e do final - adequado a quem viu os filmes anteriores de "Gru, O Maldisposto" -, a parte mais técnica do filme: as profundidades estão perfeitas, os edifícios não poderiam estar mais pormenorizados e as transições foram bem pensadas.

No geral, bom filme. Fui vê-lo ao cinema com as minhas primas mais novinhas e ambas adoraram - por motivos diferentes - apesar de terem idades muito distintas. A Illumination tem apostado em filmes inovadores ultimamente e "Minions" é mais um.

11 comentários:

  1. Já fui demasiadas vezes ao cinema neste mês, talvez veja quando chegar às plataformas de filmes :)

    ResponderEliminar
  2. Confesso: Eu adoro as linhas de desenho destas personagens. A cor, a forma do corpo...sei lá..tudo me atrai! Ainda não vi este filme, nem me interessei muito em pesquisar sobre a história e coisas que tais, mas vou dar-lhe, sem dúvida, o meu voto de confiança devido aos filmes anteriores do Gru, que também me deixaram rendida!

    ResponderEliminar
  3. Sou viciada nos minions, hoje vou ver :)

    http://diliciousblush.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Eu ainda não o vi , mas quero muito ir vê-lo :)

    ResponderEliminar
  5. Adorei o "Despicable Me", mas este ainda não vi. Espero que seja tão bom como os anteriores :)

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  6. Gosto tanto destes bonecos mas ainda não fui ao cinema ver. CRIME! Deve ser excelente para soltar umas gargalhadas.

    ResponderEliminar
  7. Estou super curiosa para ver esse filme :) xxx

    ResponderEliminar
  8. Nós somos mesmo muito fans destes bonecos amarelos! Que rir!!
    A pior parte é que as salas estão esgotadas em toda a parte. Acreditas que percorremos todo o dia quase todas as salas de cinema de Lisboa e acabámos a ver o filme às 21h.20? ahah

    Ela e Ele, do blogue de casal.
    Blogue | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar