SAÚDE | (Mais) 3 Dicas Para Combater a Ansiedade

Sair dos locais que nos incomodam. Pode parecer uma dica absurda mas ainda há muita gente que contraria os sintomas que o organismo assinala. Sair do local que nos provoca desconforto - seja pelo barulho excessivo, pelo fumo ou pelo número de pessoas - não é sinal de fraqueza; é um ponto de partida para a recuperação do nosso bem estar. Se ignorarmos a respiração apressada, o mais provável é que a situação piore e que tenhamos que sair mais tarde, a hiperventilar e com a cabeça a andar à roda. Se não for mesmo possível utilizar este método para relaxar o organismo (como numa aula ou reunião em que não podemos mesmo sair para apanhar ar) então recorremos a uma das dicas básicas (utilizar a ansiedade para algo produtivo desviando a nossa atenção para uma tarefa que exija concentração). No entanto, devemos ter em mente que a ansiedade não nos pode limitar ou condicionar. Não foi por acaso que escrevi "sair dos locais" em detrimento de "evitar os locais".

Abraçar. Os abraços são algo de maravilhoso quando a ansiedade decide aparecer. Um abraço de alguém que nos faz sentir bem leva o nosso corpo a libertar Oxitocina, uma hormona que nos ajuda a reduzir tanto os níveis de adrenalina como os níveis de stress. Não é por acaso que digo que não há nada mais tranquilizante do que um abraço e a ciência comprova-o.

Evitar o café e tudo o que tenha cafeína. Porque nos deixa mais sensíveis, mais ansiosos, mais nervosos e mais acelerados e porque dificulta o simples acto de adormecer. Se sofrem de ansiedade, como eu, o café acaba por ser uma bombinha relógio pronta a disparar e pronta a promover todos os nossos tremores e pensamentos mais obscuros. A nossa alimentação também influencia o nosso bem-estar e há certos alimentos que devemos evitar. É claro que essa lista varia consoante a pessoa, o estilo de vida e o próprio organismo mas, regra geral, o café é uma má opção para quem tem problemas de ansiedade e/ou ataques de pânico e, por muito bom que seja, não vale as consequências.

9 comentários:

  1. Óptima dica a primeira, evitar locais e pessoas que nos transmitam más energias, e procurar locais e trazer para a nossa vida aquilo que nos tranquiliza. Belas dicas. Adoro estes posts pois infelizmente nem todas as pessoas conseguem falar sobre o assunto.

    http://diliciousblush.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. No meu caso, a primeira dica é super importante. Actualmente evito as pessoas que me fazem sentir ansiosa, os temas que me deixam assustada e os sítios que me incomodam. Claro que nem sempre dá para fazer isto. Se alguém tem ansiedade relacionada com a escola não pode simplesmente deixar de estudar, mas na maioria dos casos dá para evitar as situações que nos fazem mal ou pelo menos para reduzir o tempo de exposição às mesmas e isso só por si já é uma ajuda enorme. E sim, os abraços são o melhor combate de ansiedade natural que conheço :)

    ResponderEliminar
  3. Já não bebo café há imenso tempo. A última vez que bebi foi um daqueles de pequeno-almoço que dizem não ter cafeína, e acabei por ir parar ao hospital... Também controlo a ansiedade a sair dos espaços que me incomodam, nem que seja por uns 10 ou 15 minutos. Se voltar me sentir mal, não volto a ir.

    ResponderEliminar
  4. Por acaso já não é a primeira vez que leio que um "abraço" pode ajudar na ansiedade. Sempre achei que fosse um bocadinho ridículo, mas começo a pensar que estava redondamente enganado. Não costumo beber café, mas consumo coca-cola diariamente o que acaba por ser prejudicial na mesma. Pergunto-me se o facto de às vezes andar mais acelerado tem a ver com isso!

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
  5. Adorei a imagem ;)
    Bem os abraços depende no meu caso... podem me por pior, dependendo da pessoa ;D
    Bjinhos Sandra Color-s

    ResponderEliminar
  6. Café quando estamos nervosos? Não mesmo! Não podias estar mais certa. Quanto aos abraços... Há uns que valem mais que um beijo :)

    ResponderEliminar
  7. Adorei estas dicas! Que ótima iniciativa, Carol, tenho a certeza de que ajudarás muita gente!
    Beijinho*

    ResponderEliminar