Thirteen

SOCIEDADE | "Eu merecia mais."

Se eu compro um bilhete para um concerto, um festival ou qualquer outro espectáculo ou evento, então eu tenho o mesmo direito de usufruir dele como a pessoa que está ao meu lado independentemente de saber tantas músicas como ela, de saber mais ou de nem sequer saber quem vai pisar o palco. Se o bilhete está em minha posse e se tenho permissão da organização para estar ali, então não importam as razões que me levaram até àquele recinto. 

Nunca me chateei por alguém ir a um concerto que eu gostava de apreciar também (taaaaantos!) e não compreendo os fãs chatos que resmungam em ambas as situações (quando ficam em casa e quando aproveitam a primeira fila). Se alguém quer pagar cinquenta ou cem euros para um concerto dum artista do qual conhece apenas uma canção e se pode fazê-lo, isso não me incomoda. Da mesma forma como gasto o meu dinheiro nos concertos que quero realmente ver e que sei que vou aproveitar ao máximo. Não há medidores de conhecimento à entrada. Não se merece mais nem menos. Se tens bilhete porque o compraste depois dum trabalho de Verão, mereces tanto estar ali como a pessoa que está ao teu lado e que o encontrou debaixo da árvore de Natal.

chris martin  | via Tumblr

5 comentários:

  1. Partilho exactamente a mesma opinião! Isso de ser mais, ou menos merecedor, mais, ou menos fã não interessa. Se as pessoas gostam e querem ir, que vão, estão no seu direito

    ResponderEliminar
  2. Sou da mesma opinião que tu.. Já houve concertos que eu tinha adorado ir mas não critiquei as pessoas que foram mesmo que não soubessem as músicas ou que nem soubessem quem era

    ResponderEliminar
  3. Exatamente, já cheguei a ir a concertos que não conhecia uma única música da banda , mas fui porque me chamou a atenção e ia com amigas :)

    ResponderEliminar
  4. Concordo e só diz isso quem não conhece a sensação de ir a um festival e descobrir bandas únicas! :)

    ResponderEliminar