Thirteen

Aprendi a distinguir emigrante de imigrante através da relação com exterior e interior.

11 comentários:

  1. Lembro-me que quando era pequeno essas duas palavras me faziam imensa confusão, mas chegou uma altura em que decorei o significado de ambas sem problemas. Mas não sei como... mas gostei dessa forma :D

    ResponderEliminar
  2. R: Já estava para fazer-vos aquela pergunta há uns dias, mas foi quando li a tua publicação que me lembrei. E sim, eu percebi logo que aquilo tinha uma vertente irónica. Até porque te sigo no twitter e adoro esta tua "rubrica" por lá. Nunca vi o texto (ou os tweets) de maneira séria, de todo :) E também percebi que as pessoas levaram a publicação demasiado a sério xD

    Irei falar dos livros, sim :D

    ResponderEliminar
  3. estive algum tempo a pensar de devia partilhar isto ou não, mas cá vai... xD
    eu aprendi a distinguir quando tinha uns 10/11 anitos, pois relacionei os "i"migrantes como sendo "i"nteligentes por entrarem no nosso país e os "e"migrantes como sendo "e"stúpidos por saírem do nosso país.
    Ridículo ou não, foi uma técnica infalível! xD

    ResponderEliminar
  4. Same. E também aprendi a distinguir Oeste de Este com a referência ao oceano e a Espanha xp

    ResponderEliminar
  5. Nice! Nao conhecia esse truque! Nem a do este/oeste!

    ResponderEliminar
  6. A mim foi com a expiração e inspiração. Assim quando respirava não me enganava (admito que por vezes tenho ainda que recorrer a esta técnica). xD

    ResponderEliminar