Thirteen

TURISMO | O Lado Negro

O sector do Turismo é fascinante pela sua multidisciplinaridade e pela quantidade de áreas de acção em que se divide mas é também assustador pelo seu lado negro e pelos segmentos que alimentam economias paralelas e atentados contra os Direitos Humanos. Alguma vez ouviram falar em Turismo de Morte, Turismo de Drogas, Turismo Sexual ou outros termos menos positivos? A verdade é que todos existem e apesar dos nomes assustadores, são segmentos legais em muitos países. Em Portugal, nenhum destes é permitido.

Contudo, existem sempre os dois lados da moeda. Se por um lado a Eutanásia, o consumo de drogas e a prostituição são legais em muitos locais que gerem correctamente tais práticas, por outro também estão associados ao Tráfico Humano, ao Tráfico de Órgãos, à Exploração Infantil e a crimes pesados. O sector do Turismo é um dos mais difíceis de controlar e existe mesmo um lado negro e sombrio que muitas vezes nos passa ao lado. É importante perceber que o Turismo vai muito além daquilo que observamos como turistas - para o bom e para o mau.


Fotografia do Projecto "Los Intocables" de Erik Ravelo.

9 comentários:

  1. r: Muito obrigada Carolina! Não me tinha lembrado do teu separador :)

    ResponderEliminar
  2. Tens toda a razão, mas há pessoas que só veem o que querem ver!
    Beijinhos :)
    http://those-colorful-words.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. acho que estas a confundir duas coisas. Turismo da droga e do sexo sao coisas que se fazem em amesterdao. é uma "thing" e contribui para a economia do pais -- nao tem nada de economia paralela. la é legal. E as pessoas escolhem muitas vezes fazer turismo la para usufruirem dessas coisas. Agora na Tailândia por exemplo, sim ha turismo do sexo e esse sim leva a trafico de mulheres porque a prostituicao é ilegal. E ha imensas prostitutas porque, por ser um pais de terceiro mundo, quem tem dinheiro manda e ponto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estou a confundir as coisas, de todo, até porque mencionei que estes objectivos de viagem são legais em alguns pontos do mundo (apesar de não o serem em Portugal). O Turismo de Morte é permitido na Suíça, o Turismo de Droga existe na Holanda - como mencionas - e nenhum dos dois é ilegal, por exemplo; são segmentos que contribuem para a economia e geram nichos de Turismo muito específicos (a Holanda chegou a proibir o consumo de droga para não-residentes mas houve uma quebra no turismo e voltaram a permitir). O que eu referi no segundo parágrafo foi que, apesar de serem legais em alguns países, existe também o outro lado da moeda que leva a questões importantes relacionadas com os Direitos Humanos nomeadamente nos países onde estas práticas não são legais. Aí, estas situações passam a existir duma forma muito mais sombria, sem condições e com riscos ampliados. Podes ter a certeza que existem muitos (muitos mesmo) casos ilegais de Turismo de Morte, Turismo de Droga e Turismo Sexual e o facto de serem legais na Holanda ou na Suíça não os tornam mais legais noutros pontos do mundo. E esses locais (onde se pratica ilegalmente estes tipos de Turismo) são os que geram economias paralelas e questões preocupantes relacionadas com os Direitos Humanos que muita gente ignora - a Tailândia é um bom exemplo disso porque não só vive muito do Turismo Sexual como o suporta com o Tráfico de Mulheres e Crianças.

      Eliminar
  4. Estou a sentir-me extremamente ignorante, pois desconhecia a complexidade do Turismo e todos esses conceitos que mencionaste!

    ResponderEliminar