Thirteen

VIDA ACADÉMICA | Mudar de Ares ou Fortalecer a Posição?

Talvez seja absurdo ter começado a pensar neste assunto antes de sequer ter uma ideia fixa sobre o estágio que quero fazer neste meu ano de finalista mas a verdade é que, graças aos dias cinzentos atípicos de Agosto, comecei a fazer pesquisas no âmbito dos mestrados. Não coloco a hipótese de não apostar num ciclo de estudos mais elevado após a Licenciatura e, talvez por curiosidade, comecei a procurar oportunidades.

E durante a pesquisa - que, nesta primeira fase, ficou reduzida apenas a dois mestrados - surgiu uma dúvida: ficar na mesma instituição de ensino onde estou a fazer a Licenciatura ou mudar de ares e ir para outra Universidade? Se por um lado acredito que seja mais proveitoso ouvir opiniões diferentes de docentes distintos - que não me conhecem, que não conheço e que têm histórias e experiências diferentes - por outro lado também acredito que ficar na mesma instituição me pode permitir um fortalecimento de nome e de posição. 

Seja como for, este dilema só se coloca se as duas instituições me oferecerem o mesmo Mestrado, coisa que me parece bastante improvável. No fim do dia, penso que acontecerá o mesmo que aconteceu há dois anos: escolherei primeiro o Mestrado que me encher as medidas e me despertar maior curiosidade e só depois avaliarei as opções de localização.

8 comentários:

  1. Ainda antes de entrar na licenciatura, procurei logo mestrados... Isto porque sabia o que queria fazer, e preciso obrigatoriamente de mestrado para isso. Preferia continuar na UM, embora seja num instituto diferente do que estou agora. Mesmo continuando lá, os professores não me iam conhecer por ser uma área diferente da que estou, mas acho que é uma universidade com prestígio e mais perto de casa, o que ajudava... Mas já estou mentalizada que terei de ir para o porto, para o mesmo mestrado, uma vez que não vejo jeitos de abrir em braga...

    ResponderEliminar
  2. acho que é melhor escolheres pelo mestrado e pela área que queres do que pela instituição

    ResponderEliminar
  3. Na minha opinião primeiramente não deves tirar mestrado só porque sim, para elevar o grau de estudos. Existem muitos cursos que, apesar do que se comentava quando inicialmente se deu a febre dos mestrados, não é necessário tirar mais que licenciatura e só vais estar a gastar dinheiro em vão, no caso de tirares só porque sim. Eu tirei mestrado porque tinha mesmo de o fazer, só com licenciatura não ía a lado nenhum, mas hoje vejo que pessoas apenas com o 12º fazem o que faço e isso é realmente frustrante. Anda uma pessoa a estudar anos quando já se vê anúncios a pedir pessoas com menos estudos para fazer o mesmo trabalho... Mas falando de continuares na mesma universidade ou não, eu continuei na mesma e o que notei foi que tive uma relação diferente com os professores, mais próxima porque já nos conhecíamos de anos anteriores. Se tiveres a possibilidade de entrar em outra faculdade - obviamente se tiver um mestrado do teu interesse - acho que deves aproveitar, não só porque irás conhecer outras pessoas mas porque mais tarde pelo currículo irão perceber que não te cingiste apenas ao que a tua faculdade te proporcionou e procuraste outras oportunidades, o que é uma mais valia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando escolhi a área da minha Licenciatura imediatamente soube que faria o Mestrado também por uma razão muito simples: o curso de Turismo é demasiado abrangente (é um primeiro contacto com a área) e uma vez que não quero direccionar a minha vida profissional para a vertente "típica" dos hotéis e das agências de viagens (não digo que nunca trabalharei nessas áreas mas não são a minha primeira escolha por agora) preciso doutros conhecimentos mais específicos que nenhum plano curricular de Licenciatura me oferece. Quero aventurar-me numa área que à primeira vista (aos olhos de muita gente, pelo menos) não está relacionada com o primeiro ciclo de estudos que escolhi portanto olho para o Mestrado como uma mais valia pela formação focada e pela aprendizagem diferenciada, não pelo título que me oferece no final mas pelos conhecimentos que neste momento não tenho (ou que tenho apenas num patamar mais básico que não me preenche).
      O dilema da instituição (ficar na mesma ou escolher uma diferente) só se aplica se o Mestrado que eu escolher existir nos dois locais, obviamente. Em primeiro lugar está a avaliação do Plano Curricular, nunca escolheria um curso pela Universidade onde é leccionado :)

      Eliminar
  4. R: Ohh então já não digo nada xD

    Eu pretendo ficar a estudar na mesma cidade e talvez na mesma faculdade porque tem os mestrados que me interessam :) *

    ResponderEliminar
  5. Ao contrário de ti, não concordo que seja demasiado cedo para estares a pensar nisso.. Em relação à tua questão, concordo com a Briana. Primeiro deves escolher a área do turismo em que queres tirar o mestrado e depois procurar as instituição que tenham mestrados nessa área. :)

    ResponderEliminar
  6. Eu acho que deves ir pelo Mestrado que tiver o plano de estudos de que mais gostares. Talvez continuar na mesma Universidade pareça mais fácil por já conheceres os cantos à casa mas, se achares que o Mestrado que te agrada mais é noutra Universidade, arrisca na outra Universidade :)


    www.asofiaworld.com

    ResponderEliminar
  7. Eu quero tirar mestrado e também estou indecisa entre duas áreas e à instituição de ensino. Há quem diga que agora o facto de mudar de instituição seja uma mais-valia porque os empregadores têm isso em conta pela coragem de sair da zona de conforto, mas também não me parece que isso seja verdade. Na altura de decidir, vou avaliar bem os prós e contras porque estudar fora também tem muito que se lhe diga em relação a despesas e horários e tenho que ter isso em conta (porque as duas instituições que me enchem as medidas são a UMinho e a FEP/FEUP, dependendo do que escolher para mestrado). Tenho mesmo que começar a pensar seriamente no assunto!

    ResponderEliminar