Thirteen

VIDA ACADÉMICA | 10 Coisas que Aprendi na Faculdade

NÃO é uma resposta tão válida como SIM. Na Praxe, nos trabalhos de grupo, nos jantares de curso, na Faculdade. Não tens que apanhar uma bebedeira, não tens que dizer palavrões, não tens que fazer tudo sozinho, não tens que ajudar toda a gente, não tens que emprestar canetas, livros, computadores e rins, não tens que faltar às aulas. Se algo contraria aquilo que defendes ou aquilo em que acreditas, tens todo o direito de dizer não. É uma palavra como outra qualquer e não te transforma imediatamente em alguém arrogante ou sem graça.

Vai sempre haver alguém que sabe mais do que tu. E isso é bom. Não deixes que essa sensação de burrice - que não o é realmente - te derrote. Aproveita. Aprende com quem sabe mais do que tu e tem em mente que há também quem saiba menos. Ensina. Não te compares com o teu colega do lado só porque sabes - ou não - a resposta àquela pergunta ou só porque estás - ou não - a par da última polémica referente à tua área de estudos.

O equilíbrio traz-te felicidade. Sei que estás farto/a de me ouvir dizer isto mas é o ensinamento mais valioso que tenho para partilhar e que não me canso de repetir. A Faculdade em nada se compara com o Secundário e o estudo é mais frequente, assim como as saídas e as festas. É preciso fazer escolhas, seleccionar momentos mas, ao mesmo tempo, é preciso diversificar. Ninguém quer perder a sanidade mental - nem pelas bebedeiras, nem pela falta de horas de sono, nem pelo estudo intensivo. Equilíbrio.

Há cadeiras chatas. Cadeiras essas que vais ter que fazer na mesma. Cadeiras que não gostas, que te parecem inúteis. E isso não significa que estás no curso errado ou que deves entrar em pânico. Dedica-te a elas para as despachares o mais rápido possível sem dramas acrescidos ou estudo a dobrar para um segundo exame. Os cursos - apesar de se focarem numa área de estudos - normalmente são generalistas e não se limitam a uma só saída profissional. É legítimo odiares uma matéria e ficares entusiasmado por estudar outra. Respira. Estás num curso abrangente e essas cadeiras chatas são só alguns desafios que tens de ultrapassar para atingires os teus objectivos.

Mais tarde ou mais cedo descobres quais são os métodos de estudo mais indicados para ti. E passas a ignorar todos os outros. Não importa se falas muito ou se preferes estudar em silêncio, se sublinhas mais do que o que seria aceitável ou se preferes fazer esquemas originais. A Faculdade ensina-te a estabelecer métodos, horários, sistemas de organização. E esta é uma vantagem que levas contigo para o mercado de trabalho também.

Há peças de roupa que são mais do que peças de roupa. Se trajam - bem! - ou se estão casados vão perceber este ponto. Até lá, duvido que consiga explicar realmente o que ele significa. Na Faculdade uma camisa deixa de ser uma camisa, uma gravata deixa de ser uma gravata, uns sapatos de velhota deixam de ser vistos como tal, uma capa não é - nem pensar! - uma simples capa (e se alguém a pisa sem o teu consentimento é bom que comece a correr!).

A competitividade académica existe. E é a coisa mais ridícula do planeta. Se já existia no Secundário - e se já achavas absurda - prepara-te para a veres a multiplicar-se no Ensino Superior. Continua sem fazer sentido mas há mesmo pessoas que ficam indignadas por teres um valor a mais do que elas em vez de se preocuparem com os métodos e os pontos fracos que não lhes permitem atingir notas superiores. Ignora. O teu sucesso só depende de ti e a comparação de notas nada tem de positivo. Nada.

É legítimo teres dúvidas. Sobre o curso, sobre a Universidade, sobre as tuas decisões, sobre o teu futuro. És obrigado a decidir o teu futuro antes da meta do 20º Aniversário e é normal que as tuas experiências te levem a pensar sobre aquilo que é mais indicado para ti. É uma coisa boa. Analisa as tuas oportunidades, faz uma lista de vantagens e desvantagens. Substitui as dúvidas por certezas e define objectivos concretos.

Há pessoas que fazem mais sentido longe. E não faz mal. Há amizades que se perdem, outras que se ganham. Na Faculdade tu cresces de semana para semana e há coisas e atitudes que deixam de fazer sentido aos teus olhos. Há pessoas que te prejudicam. Aprende a lidar com elas, sem dramas, sem falsidades, sem boatos. Simplesmente dedica-te às que queres ter por perto e que continuam a fazer sentido à medida que a tua vida e os teus comportamentos evoluem.

Vais ser enfermeiro, polícia, juíz, professor e psicólogo muitas vezes. Cuidar dum amigo que bebeu demais, impedi-lo de levar o carro, ser mediador no meio duma discussão exagerada, explicar uma matéria a um colega que a acha mais complicada e que tu até percebes, partilhar apontamentos, ouvir os dramas alheios e tentar aconselhar da melhor forma... Faz parte. É o contrato da amizade a ser invocado.

18 comentários:

  1. Adorei esta lista!! :)
    R: Muito obrigada Carolina!! :D

    ResponderEliminar
  2. Ando a adorar estes teus posts, Carol!

    ResponderEliminar
  3. Acho que são coisas essenciais de serem partilhadas :)

    ResponderEliminar
  4. Completamente de acordo. Uma realidade que pelo menos a mim também é comum.

    ResponderEliminar
  5. Muito inspirador para quem se está a preparar para a universidade. Adorei.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. completamente de acordo com a minha experiência :)

    ResponderEliminar
  7. Adorei o post! :p
    r: Sim, vou falar com ela. Obrigada pela dica! :D

    ResponderEliminar
  8. Subscrevo muito! Na faculdade de medicina, a coisa mais chata é essa das competitividades sem fim algum e o complexo do colega do lado saber sempre mais.

    ResponderEliminar
  9. Adorei ler, ainda me faltam uns bons três anos para a faculdade (não que não ande a pensar no assunto à muito tempo) mas sou grande fã deste tipo de posts.

    ResponderEliminar
  10. Não concordo nem um bocadinho com a competitividade académica. Eu não a sinto ao longo destes 4 e mais dois para vir anos. mil vezes menor do que a que vivi no 12º ano. Vai de curso para curso, de ambiente académico para ambiente académico. Não se pode generalizar. Tudo o resto não podia estar mais de acordo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta publicação não é uma generalização. São 10 coisas que EU aprendi na Faculdade. Só isso (:

      Eliminar
  11. Oh, que desabafo motivador para uma futura caloira!!

    ResponderEliminar
  12. Não houve um único ponto com que não concordasse! :D (E sou obrigada a concordar também com o comentário da Inês).
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  13. adoro os teus posts sobre a vida académica, espero ansiosamente pelas próximas novidades
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar