TURISMO | Será que o número de estrelas define realmente a qualidade de um hotel?

As estrelas na fachada do edifício podem ser um critério importante na hora de decidirmos onde queremos ficar alojados mas a verdade é que nem sempre essas mesmas estrelas definem a qualidade do hotel. Por vezes, o número de estrelas está associado a uma estratégia comercial e quando percebemos isto passamos a avaliar os hotéis doutra forma - sem sucumbir aos mitos comuns e sem colocar de parte uma determinada categoria pelos preconceitos que lhe estão associados.

O sistema de classificação de hotéis é um sistema de pontuação. Para abrir um estabelecimento hoteleiro é necessário cumprir certos requisitos de qualidade, segurança e higiene mas o hotel é avaliado de duas formas: consoante a categoria onde está inserido e consoante os serviços opcionais que oferece ao cliente. Não me vou alongar sobre esta questão - porque é algo mais técnico que com certeza não interessa à maioria - mas deixo AQUI o documento que explica tudo direitinho.

Mas dizia eu que número de estrelas nem sempre define a qualidade do hotel, correcto? Pois é. E se vocês pensam imediatamente nos hotéis que não merecem as estrelas que têm - e nisso o TripAdvisor é uma maravilha -, eu abordo o outro lado da questão: existem hotéis que podiam perfeitamente possuir mais uma estrela mas que recusam a subida de categoria. Porquê? Estratégia. Às vezes é mais vantajoso ter um hotel de categoria inferior - tudo depende do público-alvo, do mercado, da concorrência, dos recursos - e superação de expectativas também é um trunfo. Independentemente dos critérios de classificação, cada caso é um caso e é absurdo excluir uma categoria inteira só porque sim.

fashion, classy, and dress image

5 comentários:

  1. Não sabia! E descobri na viagem a Londres que um hotel de 1 ou 2 estrelas cá não tem nadinha a haver com um de lá! Portanto até faz sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem mesmo. Todos os países têm o seu sistema de classificação e uns são mais rígidos do que outros nesse sentido... Daí ser importante avaliar os hotéis caso a caso e não escolher apenas consoante o número de estrelas :)

      Eliminar
  2. Já estive em hotéis de 4 estrelas que mais pareciam de 5, e pensei que não tivessem 5 por não terem piscina ou spa ou outro tipo de instalações. Mas como dizes, pode ser por uma questão de estratégia. Eu pessoalmente prefiro ficar num de 4 do que num de 5 porque acabo sempre por pagar mais e acabo por achar que não usufrui das mordomias que um serviço de 5 estrelas me oferece...

    ResponderEliminar
  3. Adoro quando escreves sobre a tua área! ( : Aprendo taaaanta coisa!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Já conhecia essas regras e estratégias mas também nunca tivemos (cá em casa) preconceito em relação a estrelas. Geralmente nem sequer observamos isso, simplesmente fazemos a avaliação da qualidade das instalações-preço e decidimos qual reúne a melhor relação. Não nos intimidamos com hotéis de 5 estrelas nem olhamos de lado para hotéis que nem uma estrela têm e isso para nós próprios enquanto turistas, é uma vantagem :)

    ResponderEliminar