BLOGOSFERA | Carimbo de Qualidade #5

Coisas que quem vai começar um blogue devia saber. São muitas as pessoas que me pedem dicas sobre a Blogosfera, sobre a melhor forma de começar um blogue, sobre a maneira ideal de conciliar uma vida longe do computador com todas as exigências que um blogue acarreta. E eu podia efectivamente escrever sobre esses assuntos - como já fiz - mas se a Inês o faz melhor do que eu, porque não partilhar? Dicas preciosas para quem se quer aventurar nesta coisa dos blogues.

#VIVEATUABELEZA. Num mês de tanta desgraça e tristeza, a Sara Cabido traz-nos fotografias bonitas e histórias inspiradoras. O projecto #ViveATuaBeleza é feito de mulheres para mulheres e assume-se como um movimento anti-inseguranças que visa alterar a mentalidade do que é a perfeição. Ignorar padrões, ignorar estereótipos, valorizar todos os detalhes bonitos, destacar aquilo que nos transforma no que somos. Alinham?

To Do Before Bed. Cada vez mais dou importância a publicações de dicas, truques e conselhos. A ideia da partilha é a base da Blogosfera e se podemos melhorar a nossa qualidade de vida graças às aprendizagens e rotinas alheias... porque não? Mais uma Inês nesta edição do "Carimbo de Qualidade", com dicas para noites descomplicadas, dias relaxados, equilíbrios do quotidiano e vidas menos agitadas.

Ser deficiente não é insulto. Utilizo a palavra "anormal" fora de contexto e como um insulto para mim própria e os meus amigos mais vezes do que aquelas que seriam aceitáveis. E nunca me tinha lembrado de olhar para essa atitude como algo de grave até ver esta publicação da Pipoca Mais Doce. A banalização dos termos associados a deficiências cresce de dia para dia e todos nós contribuímos para isso. Nós não somos "anormais" quando nos esquecemos da chave dentro de casa, os nossos amigos não são "atrasados" quando fazem parvoíces. Há expressões que não devem ser utilizadas à toa, sob pena de contribuírem para o aumento da exclusão social e a campanha que a Ana partilha connosco (também) luta contra isso.

Puta de doença. Não é a primeira vez que destaco um texto do "Homem Sem Blogue" e com certeza não será a última mas hoje destaco uma publicação com um título agressivo porque a verdade é que não há outra forma de apelidar uma doença que rouba vidas, que destrói famílias, que desarma o mais forte dos soldados. Num tom mais pessoal e a propósito dum assunto actual, são parágrafos que fazem todo o sentido nesta rubrica.

6 comentários:

  1. Já tinha lido todos os artigos que aqui apresentaste à exceção da publicação do "homem sem blogue". O cancro é mesmo uma merda...

    ResponderEliminar
  2. Acho que num dia em que se falou tanto do caso da Sofia Ribeiro, o texto do "Homem Sem Blogue" não podia ter sido mais apropriado. Infelizmente é assim :/

    ResponderEliminar
  3. Adoro ficar a conhecer as publicacoes que mais mexem contigo!

    ResponderEliminar
  4. Só vi agora, que distraída! Muito, muito obrigada pela referência, vou já ler os que me restam :D

    ResponderEliminar