Thirteen

QUOTIDIANO | Dois Mil e Dezasseis

Comecei 2016 de coração cheio ao lado de pessoas absolutamente magníficas e com uma única certeza: este será um ano de pontos finais e de estreias. Apesar dos pontos menos positivos, 2015 ensinou-me muita coisa, tornou-me numa pessoa (ainda) mais optimista, abriu-me os olhos para as minhas capacidades, a minha forma de enfrentar as adversidades e a minha determinação e fez-me ter uma visão (ainda) mais bonita sobre mim mesma. Quão positivo é? A nível pessoal, custa-me imaginar um ano melhor ou mais completo. E isso não é necessariamente mau.

Não tenho grandes expectativas para 2016, confesso, e isso não me incomoda nem um pouquinho. Exercício físico, viagens, resultados académicos ou dietas são promessas vagas que não assumo como minhas. Eu sou saudável, tenho uma família incrível, um namorado incansável e amigos maravilhosos... Sinto que neste momento só posso desejar sucessos académicos e profissionais. Estou preparada para todas as surpresas que 2016 tem reservadas para mim. Não tenho objetivos megalómanos para partilhar mas espero, do fundo do coração, que todos as vossas metas - independentemente dos seus tamanhos - se cumpram. Neste novo ano sejam ambiciosos mas, acima de tudo, dediquem-se!

10 comentários:

  1. Palavras motivadoras. Espero que em 2016 te corra tudo bem. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. o ano não vai ser bom se nós não nos dedicarmos a ele de corpo e alma :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei a sinceridade acerca da falta de expectativas. Eu acho que isso diz muito do ano que passou, sabes? Também me sinto assim. Completa. Sem necessidade de pedir muito mais do que sucessos académicos e tempo para mim. Uma boa reflexão, Carol :)

    ResponderEliminar
  4. Que tudo isso se realize, Carolina. Mereces o melhor ♥

    ResponderEliminar
  5. Por vezes, entrar nas coisas sem expectativas, é a melhor maneira de sermos surpreendidos :D

    ResponderEliminar
  6. Desejo-te tudo de bom :D

    Cátia »« Blog Meraki

    ResponderEliminar