Thirteen

VÍDEO | Say #IDONT to Child Marriage

A premissa do vídeo é simples: um casal de noivos tira fotografias junto ao mar, como tantas vezes acontece nesta zona. Porém, há uma característica peculiar que faz toda a diferença na situação - a noiva é uma menina de doze anos e o noivo tem idade para ser seu avô. O vídeo original pode ser visto de seguida e uma versão mais curta e legendada em inglês pode ser vista AQUI.

A cena em questão provoca reações distintas nos transeuntes - uns felicitam-nos, outros são incapazes de esconder o desacordo - mas nenhum deles sabe que, neste caso, a situação é falsa. O casal é constituído por atores contratados e o vídeo tem um objetivo muito específico: alertar para a realidade de 15 milhões de meninas com idades tão inocentes como a menina do vídeo (ou até mais novas) que todos os anos são forçadas a casar com homens mais velhos em países como o Líbano ou a Síria e que são vendidas pela própria família com essa intenção (um dote não é mais do que isso, correto?). O Fundo das Nações Unidas para a População estima que em 2050 sejam 1.2 mil milhões as crianças na mesma situação e a minha pergunta é só uma: como poderemos protegê-las, para além de alertar e sensibilizar a população para este flagelo?

6 comentários:

  1. Dói me muito pensar que há raparigas da minha idade a serem forçadas a casar com homens com o quinduplo da idade! É ridículo e espero mesmo que um dia isto se altere! Sou tão privilegiada por não ser submetida a isto!

    ResponderEliminar
  2. É realmente horrível! No outro dia ouvi uma coisa que é muito verdade: na mentalidade de hoje em dia, as pessoas que nunca foram privadas da sua liberdade não sabem realmente dar-lhe valor. Isto sim, é falta de liberdade!

    ResponderEliminar
  3. O problema é que enquanto não se conseguirem mudar mentalidades (não só a dos habitantes dos países em que isso é prática comum mas também as "nossas", que sabemos que isso acontece e fazemos de conta que está tudo bem) as coisas não vão mudar e isso irá continuar a acontecer.
    Ainda assim é bom que se façam esse tipo de campanhas para alertar e relembrar que isso acontece todos os dias.

    ResponderEliminar
  4. r: E é por causa de comentários como os teus que eu tenho vontade de partilhar os pequenos segredos que conheço :)

    ResponderEliminar
  5. Esta realidade deixa-me super triste! Olho para as minhas primas e pensar que há meninas na idade delas a casarem com homens com a idade para serem avôs delas deixam-me com raiva!

    ResponderEliminar
  6. Também não sei o que podemos nós fazer!

    ResponderEliminar