AVEIRO, PORTUGAL | Café Ramona

Perdoem-me as cinco - ou mais! - pessoas que me recomendaram o Café Ramona e me garantiram que ali encontraria o melhor hambúrguer da minha vida; esta publicação não será do vosso agrado. 

Chegamos a Aveiro à hora do almoço e, sem tirar as malas do carro, decidimos ir ao Café Ramona, assolados pela fome e com a certeza de que seria um espaço despretensioso com preços bastante acessíveis - confirmo. E quando entrámos no estabelecimento percebemos imediatamente que aquele era um café popular sem grandes regras de etiqueta. O Café Ramona não é um restaurante, é um café - e isso basta para ser acolhedor à sua maneira e descontraído na medida certa, ideal para uma refeição rápida e bem servida.

As mesas estavam todas ocupadas e tivemos que esperar um pouco mas rapidamente nos sentámos e fizemos o pedido: dois hambúrgueres, dois refrigerantes e uma dose de batatas fritas, como seria expectável. 

O Café Ramona serve bons hambúrgueres, sim, mas não serve os melhores hambúrgueres do mundo. Aliás, está muito longe disso e as expectativas tramaram-me. As batatas fritas que pedimos eram viciantes e deliciosas, o pão era fofo, a carne estava bem temperada e os restantes ingredientes eram saborosos mas, como um todo, o hambúrguer - para além de não ser visualmente apelativo e de incluir um ovo estrelado que era, na verdade, ovo cozido - esteve muito longe de ser o melhor hambúrguer que alguma vez comi. Tendo em conta as sugestões que me fizeram - referindo SEMPRE o Café Ramona e os seus "maravilhosos-deliciosos-incríveis-fabulosos hambúrgueres" - eu esperava (muito) mais. Aplaudo o preço justo de cada prato e o serviço extremamente rápido e eficaz mas, no geral, não achei extraordinário. O hambúrguer do Café Ramona é muito bom, sim, mas é só mais um hambúrguer.


6 comentários:

  1. Não tenho nada essa experiência aborrecida e obsoleta que transpareceste e já perdi a conta ao número de vezes que já lá fui! Aliás, morro por dentro (e a minha mãe também) quando os meus amigos de Ílhavo e Aveiro mostram as fotos dos hambúrgueres :)

    ResponderEliminar
  2. Concordo! Mudei-me para Aveiro no ano passado e muita gente me falava maravilhas desses hambúrgueres. Quando provei, gostei mas não achei nada de extraordinário.

    ResponderEliminar
  3. Fui pela primeira vez ao Ramona esta semana, na passada quarta-feira, numa visita a Aveiro. Não achei os hambúrgueres extraordinariamente incríveis como dizes, mas também acho que é isso que faz do sítio um sítio bastante bom para almoçar: os preços são super acessíveis e os hambúrgueres, por não serem demasiado extravagantes, comem-se bem, não enjoam e são na medida certa. Acho uma paragem ótima para um almoço descontraído e bem servido, porque saí de lá satisfeita e de barriga cheia e entrei cheia de fome :) (e aquelas batatas!)

    ResponderEliminar
  4. Estudo em Aveiro e toda a gente adora esses hambúrgueres. Não comendo carne picada pouco posso opinar, mas as batatas são viciantes!
    Porém, apostando em hambúrgueres sem ser carne picada, prefiro o Porta 35 (e tenho vários amigos a dizer que os hambúrgueres (a sério) lá são melhores que os do Ramona).

    ResponderEliminar
  5. Bem, não conheço o sítio, mas o aspecto dos hambúrgueres não entusiasma :p Também já tive situações dessas, grandes referências sobre sítios presumivelmente espectaculares que, afinal, não são. Enfim!

    ResponderEliminar
  6. Não conheço, mas pelo aspecto não fiquei curiosa, confesso.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar