Thirteen

CINEMA | The Secret Life Of Pets [2016]

A premissa de "The Secret Life Of Pets" é simples: afinal, o que fazem os nossos animais de estimação quando nós saímos de casa? Será que dormem? Será que dançam? Será que ficam sentados à porta? Será que procuram bolachas? Será que vêem televisão?

"The Secret Life Of Pets" apresenta-nos os estereótipos que imediatamente associamos aos diferentes animais e raças e garante gargalhadas em família graças aos hábitos e comportamentos diários de cada um dos protagonistas. A temática já tinha sido abordada no mundo do cinema porém ainda não tinha sido explorada com detalhe no que diz respeito ao mundo animal e este filme de animação veio colmatar essa falha - revelou-se uma excelente e inteligente aposta. Original e criativa, esta é uma longa metragem animada que, na sua versão original, reúne as vozes de grandes e conhecidos atores. Há um elenco de excelência nesta produção da Illumination e ouvir o coelhinho branco na voz do gigante Kevin Hart é a cereja no topo do bolo.

No entanto, senti que a minha concentração foi diminuindo com o avançar da história porque o argumento principal do filme se perdeu a certa altura, não tendo sido substituído por outro igualmente criativo. A ideia-base desta longa metragem é brilhante (e o início e o fim do filme comprovam-no) mas, a meio, "The Secret Life Of Pets" torna-se previsível e, não desvalorizando as personagens fabulosas - e rebeldes - que vão sendo incluídas na história, acaba por seguir o caminho típico (que não vou referir por respeito a quem ainda não viu o filme). Tendo em conta a qualidade inegável das personagens, a relação que conseguem criar entre elas e a premissa original do filme, eu esperava uma abordagem diferente e um desenvolvimento mais criativo.

"The Secret Life Of Pets" é um filme engraçado que reúne animais extremamente carismáticos e divertidos mas, ao mesmo tempo, é um daqueles filmes de animação que facilmente serão esquecidos. Enquanto espectadora senti que podiam ter explorado melhor o argumento de "The Secret Life Of Pets" e percebi que esta minha falta de concentração não estava apenas associada a cansaço quando a minha prima mais novinha me disse que não gostou do filme e que, apesar de ter apreciado alguns detalhes e personagens, o achou aborrecido.

10 comentários:

  1. É o filme que estava a pensar ir ver hoje.

    ResponderEliminar
  2. A verdade é que a premissa, por si só, não chega para uma longa metragem (talvez uma curta, sim, rendesse). Se virmos bem, isto é o Toy Story versão animais, com o rivalismo exactamente igual e mesmo no filme onde a premissa era "O que fazem os nossos brinquedos quando não estamos lá?", o foco desvia-se. Porque a verdade é que, depois de 10 minutos a vermos o que fazem, não há muito mais a desenvolver senão outra história, se bem que TS é, evidentemente, muito mais inesquecível que este filme :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quis desenvolver muito essa parte no texto por causa do spoiler mas acho que podiam ter abordado a questão doutra forma, com um argumento menos típico e uma história mais original - é isso que quero dizer. Acho que o filme falhou aí porque não me surpreendeu minimamente e acabou por ser só mais um filme que dificilmente ficará na memória dos espectadores.

      Eliminar
  3. Confesso que tinha bastante curiosidade para ver este filme, mas algumas pessoas dizem isso mesmo, que não está por aí além. Tenho de tirar as minhas dúvidas eheh :)
    Último post: é só clicar AQUI

    ResponderEliminar
  4. Também o vi há uns dias e esperava bem mais.

    ResponderEliminar
  5. Gostei bastante do The Secret Life of Pets mas não posso deixar de concordar contigo quanto à parte da rivalidade: poderia ter sido abordado de outra forma, talvez até de uma forma que condenasse mais o abandono dos animais, de maneira a passar outro tipo de mensagem para os mais pequenos. Ainda assim, não deixa de ser um bom filme que é bem capaz de nos arrancar algumas gargalhadas, principalmente, claro está, com Kevin Hart a dar voz a um coelhinho aparentemente inofensivo!

    Um beijinho,
    Beatriz do Bookaholic.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beatriz, acredito que tenhas interpretado mal a minha opinião. Eu achei piada à rivalidade entre os diversos animais - acho que escolheram detalhes maravilhosos e divertidos para a representar. Quanto à história em si, simplesmente não me surpreendeu e achei que podiam ter elaborado mais em vez de se limitarem ao típico "Perdidos em NY" (não quis dizer isto antes por causa do spoiler mas neste caso não estou mesmo a ver forma de o explicar - peço já desculpa a quem possa ler o comentário sem ter visto o filme). De qualquer forma, apesar de subtil, parece-me que conseguiram transmitir bem a mensagem contra o abandono (o coelhinho é um excelente exemplo) (:

      Eliminar
  6. Eu também vi o filme e senti o mesmo que tu. A ideia inicial está bastante original, mas a meio do filme aquilo torna-se demasiado previsivel e segue a linha de outros filmes do género.
    Gostei do filme, as personagens eram muito boas e engraçadas mas, tendo em conta o êxito que este filme foi nas bilheteiras e o facto de toda a gente estar a falar muito dele, a dizer que é um dos melhores filmes do ano, eu fiquei desiludida. Toda a gente o " pintou" como um filme mesmo espetacular, mas na minha opinião foi apenas bom e engraçado.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  7. Concordo contigo e até comentei com o meu namorado que as melhores partes do filme estão logo no trailer. Também concordo que o coelho foi o que ainda salvou um bocadinho a previsibilidade do enredo, mas o resto foi "meh".

    ResponderEliminar