Thirteen

GUARDA-ROUPA | A minha caixa de Pandora

Quem me acompanha há mais tempo sabe que há anos que sonhava com o dia em que iria receber uma pulseira da Pandora. Era um daqueles desejos consumistas que nunca comprei para mim própria porque acreditava que só faria sentido tê-la no meu pulso se ela chegasse em jeito de presente - não pelo preço que lhe está associado mas pelo gesto, pelo tipo de acessório que é e pelo conceito que o envolve.

Pouco depois da meia-noite, no dia do meu 21º aniversário, os meus olhos brilharam enquanto as minhas mãos desapertavam o laço cor-de-rosa que o pequeno saco branco trazia. Esta pulseira chegou até mim da forma mais imprevisível e provocou uma reação genuína e feliz que muito dificilmente iremos esquecer - é muito mais do que uma pulseira.

A minha Pandora tem um fecho em formato de coração e não precisa de contas. É prateada, intemporal, delicada, elegante, tem tudo a ver comigo e faz-me sorrir sempre que olho para ela - é tudo o que há de bom no mundo dos presentes de aniversário. Obrigada!

9 comentários:

  1. Sinceramente, essa é das pulseiras mais bonitas que eles têm, senão mesmo A mais bonita. Gosto imenso mesmo! :)

    ResponderEliminar
  2. Percebo o amor que tens à tua Pandora, passa-se o mesmo entre mim e a minha! E concordo contigo: elas não precisam das contas para nada :)

    ResponderEliminar
  3. É exatamente igual à que recebi há um tempo atrás. Eu adoro-a, assim simples (:

    ResponderEliminar
  4. E é tão bonita. Não é mesmo gratificante receber algo que queremos mesmo de pessoas que se lembraram disso?

    ResponderEliminar
  5. De facto, é uma prenda maravilhosa!
    Recebi a minha quando fiz os 18, e desde então que não a largo! <3

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar