Thirteen

SOLIDARIEDADE | Little Princess Trust

Em 2013 fiz uma doação de cabelo ao IPO (alguém se lembra?) e recebi imensas mensagens sobre esse tema. Porém, uma vez que o IPO rapidamente deixou de ter capacidade para tratar o cabelo que recebia, achei que não se justificava escrever uma publicação sobre a minha experiência em particular e o processo de doação que lhe estava associado. 

Contudo, sempre que esse assunto surge, eu noto que ainda existe muita gente que não sabe que pode fazer doações de cabelo. Foi por isso que decidi apresentar-vos, em Novembro, a "Little Princess Trust", uma organização que nos mostra que é possível e que custa muito pouco proporcionar um sorriso a uma criança.

Esta é uma organização que se dedica à produção de perucas para crianças que perderam o seu cabelo (normalmente devido a uma doença grave e aos tratamentos que são necessários para a tratar). A "Little Princess Trust" utiliza cabelo verdadeiro em todas as perucas e, por isso, aceita donativos internacionais, desde que estes cumpram determinados critérios (o comprimento mínimo do cabelo - 17 centímetros - é apenas um deles). Podem ver todas as informações AQUI.


8 comentários:

  1. É uma causa muito nobre e felicito sempre os que conheço que doam cabelo mas eu nunca o pude fazer por não ter comprimento suficiente. Adorava poder fazer, quem sabe talvez um dia, era algo que gostava muito de fazer!

    ResponderEliminar
  2. Estou seriamente a pensar em doar o meu este ano . Já tinha uma vaga ideia da instituição mas quando me falaram mesmo dela e fui pesquisar fiquei encantada. São gestos pequenos e simples para nós mas que podem fazer toda a diferença

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelas informações! Quando perder um bocadinho mais de peso a minha resolução é cortar o cabelo. E como o tenho grande, já tinha pensado em o doar. Vou guardar estas dicas para o futuro =)


    Um beijinho dourado,
    http://obiquinidourado.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Ainda não consegui fazer um corte que me permitisse sobrar o comprimento mínimo de cabelo, (espero que no próximo corte seja desta) mas sempre admirei muito a causa e as pessoas que nela participam. O meu namorado, nos picos de adolescência e "fase-do-armário", chegou a apanhar ainda o IPO a receber as doações de cabelo e, como teve a panca de ter cabelo comprido, decidiu ir ao cabeleireiro cortar o cabelo para doar e depois rapar o resto do cabelo. Passou de cabeludo a quase careca mas sempre achei a atitude muito nobre, especialmente vinda de um miúdo de 15 anos, na altura :)

    ResponderEliminar
  5. Já pensei tantas vezes nisto, mas tendo o trauma de miúda mais nova de cabelo curto, estou ansiosamente à espera que o meu cabelo tenha um tamanho mais simpático para poder doar à vontade e ainda me sentir bem com o que vir ao espelho depois. Sei que pode ser uma atitude egoísta e que, assim que o fizer, vou chegar à conclusão que o cabelo é só um acessório, porém, não me consigo sentir bem ou apraz a dar cabelo se depois ia ficar triste com a minha figura.
    Quero fazê-lo e sentir-me 100% bem com isso. Está quase também 😊

    ResponderEliminar
  6. Eu, das duas vezes que cortei imenso, doei. E foram ambas para o Little Princess Trust! É uma causa que acaba por me dizer muito e que faz todo o sentido para mim :)

    ResponderEliminar
  7. Acho uma iniciativa tão boa, é tão bom que ajudam estas crianças, porque a queda do cabelo, seja porque motivo for, é sempre um grande corte na auto-estima.
    Gostaria de ajudar mas, infelizmente, nunca cortei muito comprimento do cabelo, nunca fiz um corte suficientemente grande que satisfizesse as exigências deles. Quando vou ao cabeleireiro, só corto as pontas, não gosto de me ver com cabelo curto.
    Mas se um dia der-me na cabeça cortar muito o cabelo, vou doá-lo , sem dúvida :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar