Thirteen

FAMÍLIA | Saudades

Mudei-me para uma casa com jardim aos seis anos e imediatamente implorei aos meus pais que me oferecessem um cãozinho. Era uma miúda, ficava amiga de todos os cães que encontrava na rua e não ficava incomodada com as lambidelas ou o entusiasmo. Aquele jardim foi a desculpa perfeita: agora já tínhamos espaço para acolher um novo amigo.

Os meus pais não iam na minha conversa. Até que um dia ouvi uma promessa: "se nestas férias te portares bem, se comeres tudo sem refilar e se não amuares com as horas da piscina, quando voltarmos arranjamos um cão". O meu pai subestimou-me (coisa que nunca faz). Fez-me uma promessa pensando que eu nunca iria conseguir cumprir a minha parte do acordo - afinal, era terrível na hora das refeições e passava os dias ansiosa pela hora da piscina - mas, no final das férias, era óbvio: íamos ter um cão. E assim foi.

Escolhi o mais tristonho, o que se sentou ao junto à parede, aquele que não quis saber de nós enquanto os irmãos nos rodeavam e pediam atenção. O meu pai tentou dissuadir-me - teve medo que o meu preferido estivesse doente - mas a escolha estava tomada. E foi a melhor escolha da minha vida. O Apolo ensinou-me que as promessas são para cumprir e que a nossa palavra vale tanto como um contrato assinado. E foi um companheiro incrível que ainda hoje, um ano depois, me faz muita falta. Afinal, crescemos juntos ao longo de 14 anos.

18 comentários:

  1. Que miminho bonito ao Apolo! Ele será sempre imortal no teu coração, e é isso que importa. Porque é o seu lugar preferido, no mundo. Tenho a certeza :')

    ResponderEliminar
  2. Os animais são os melhores do mundo e só tive a noção disso quando adoptei o Spot! De certeza que o Apólo também tem muitas saudades tuas, Carol! Um abracinho gigante, custa muito e eu compreendo!

    ResponderEliminar
  3. Ohh, que homenagem tão bonita a ele! Um abracinho gigante! <3
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Que post tão triste e tão querido ao mesmo tempo... Os cães são os nossos melhores amigos e é fantástico quando crescemos com um companheiro deste calibre!

    ResponderEliminar
  5. Um grande abraço, Carolina. Perder os nossos melhores amigos - aqueles que nos conhecem tão bem sem uma única palavra pelo meio, e que estão sempre lá para nós - é provavelmente das coisas mais difíceis...Mas faz parte. Ficam as boas memórias :) e essas são para sempre!

    ResponderEliminar
  6. Estou a chorar imenso com o teu texto! Os nossos bebés de quatro patas fazem mesmo falta :(


    A Sofia World

    ResponderEliminar
  7. Sei perfeitamente como te sentes. Os animais de estimação, principalmente aqueles que cresceram ao nosso lado, deixam sempre tantas saudades e fazem tanta falta :)

    ResponderEliminar
  8. Nunca tive um cão mesmo meu, porque sempre tive medo... Então, nunca pedi. No entanto, há cães que adoro e, se me habituar a eles, deixo de ter medo. Um dia espero proporcionar aos meus filhos isso de que falas! No entanto, o pior é a perda... Porque sim, são parte da família.

    ResponderEliminar
  9. A perda dos nossos amigos de quatro patas nunca é fácil, muito menos quando são assim tantos os anos partilhados. Muito bonito o texto sobre o Apolo!

    ResponderEliminar
  10. Isto sãos posts de me deixar com lágrimas nos olhos. Percebo perfeitamente o sentimento.

    ResponderEliminar
  11. Repito-o as vezes que forem necessárias: as tuas palavras de afecto, carinho e amizade enchem-nos os corações. És tão pura nos sentimentos Carol! O Apolo teve muita sorte em viver ao teu lado e, de certeza, que ele foi muito feliz. Um beijo enorme para ti, tão querida!

    ResponderEliminar
  12. Que texto tão bonito Carolina!
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Nunca tive um quatro patas, mas consigo imaginar o quão doloroso é já não tê-los ao pé de nós, visto que são os seres mais genuínos à face do planeta!
    Que linda dedicação Carolina! Tenho a certeza que de tal como tu, o Apolo também sente a tua falta! Muita força!
    Beijinhos!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
  14. Aww que post tão querido, sabe bem recordar algo que foi tão importante para ti. Gosto imenso destes teus posts "emotivos"!

    ResponderEliminar
  15. Os animais são realmente fantasticos e fazem uma diferença tão grande na nossa vida ^_^

    ResponderEliminar
  16. Nunca se esquecem os melhores amigos...
    E já pensaste em adoptar um?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Adoptamos uma cadelinha aproximadamente um ano antes do nosso cão falecer. Tinha sido abandonada com apenas 15 dias...

      Eliminar