DESAFIO | Quatro Coisas que Gostava de Experimentar

Fazer uma viagem sozinha. Tenho pensado muito nisto, sabem? Agora que trabalho, que vivo no meu apartamento e que estou habituada a estar muito tempo sozinha, sinto que fazer uma viagem sozinha - independentemente da sua duração ou distância - é a peça que me falta para me conhecer verdadeiramente a mim própria.

Investir financeiramente no blogue. Sei que este blogue tem potencial para crescer muito mais do que aquilo que tem crescido e gostava de poder explorar as suas potencialidades de uma forma mais profissional, confesso. Não tenho capacidade financeira para o fazer mas admito: gostava de poder investir mais neste meu espaço e experimentar um caminho diferente para ver no que dá. 

Viver no Estrangeiro. Nunca tinha pensado nisto antes, confesso, e não é algo que pretendo fazer num futuro próximo mas, daqui a uns anos, talvez experimente viver no estrangeiro por uns tempos (uns meses, não mais do que isso). Adoro a minha cidade, adoro o meu país, e sei que não poderia ficar longe muito tempo mas, por outro lado, a ideia de conhecer novas rotinas, culturas e estilos de vida fascina-me.

Experimentar vestidos Elie Saab. Quando li o título do desafio imediatamente pensei no lado literal da coisa e uma marca imediatamente apareceu no meu pensamento: Elie Saab. O mais provável é nunca ter uma ocasião que exija um vestido deste calibre por isso fica o desejo mais feminino desta lista: experimentar vestidos Elie Saab e sentir-me uma princesa moderna. Não se apoquentem: se um dia acontecer, tentarei tirar fotografias para partilhar convosco!
[esta publicação está inserida no desafio "Seven Days Of Me"]

7 comentários:

  1. Fazer uma viagem completamente sozinha é um enorme desafio que eu quero muito viver e superar. E, também, viver no estrangeiro. Acho que é uma experiência muito enriquecedora para qualquer pessoa (:

    ResponderEliminar
  2. É engraçado, a primeira coisa a experimentar é partilhada por muita gente na blogosfera. Que coisa querida!!! Acho mesmo que devemos fazê-lo, é uma experiência a riscar da lista, sem dúvida.
    Como tu, pretendo viver no estrangeiro, seja por um mês, seis meses, dois anos, cinco anos, temporariamente ou ligeiramente permanentemente. Deve ser algo muito bom, e está um pouquinho relacionado com a vontade de viajar sozinha.
    Quanto aos vestidos.... giiiiirl! Espero que um dia experimentes mil vestidos Elie Saab.

    ResponderEliminar
  3. Sem dúvida concordo que para te conheceres a ti própria bem, deves sim fazer uma viagem sozinha.
    Eu comecei pela Europa, por me sentir "mais segura", por conhecer os hábitos e costumes; mas rapidamente fugi para rumos mais distantes! Quando se viaja sozinho por opção é das melhores coisas que te podes oferecer! :)
    Quanto a viver fora, também recomendo!
    São experiências que não se repetem e fazem-nos muito bem. :)
    Força e boa sorte.
    Essas 2 eu já risquei da minha lista! :p
    Mas repetia mil vezes! Ainda que agora já não seja tão fácil... :P
    De resto, também gostava de investir no blog e profissionalizar, mas quem sabe um dia! :)
    Beijinho
    Last Post: Haul de Beleza | January Lip Monthly
    Ukuhamba||Facebook||Instagram

    ResponderEliminar
  4. Viajar sozinha também faz parte da minha bucket list. Alguém muito próximo de mim fez uma viagem de mochila às costas pelo Sudoeste Asiático, antes de ir para a faculdade - embora tenha decidido ingressar na faculdade aos 20 e muitos -, e desde então tenho uma grande vontade de seguir o mesmo rumo.

    E experimentar um vestido Elie Saab é um sonho!!! (:

    ResponderEliminar
  5. Partilhamos aqui duas coisas em comum. Investir financeiramente no blogue e experimentar vestidos Elie Saab.
    Quanto a viajar sozinha e viver no estrangeiro, já fiz :)

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  6. Também tenho pensado muito em "viver no estrangeiro", isto porque a possibilidade de fazer Erasmus falou mais alto. O facto de estar um período de tempo - uns quantos meses, claro esta - num outro outro lugar é algo que tenho muita curiosidade de viver. Porém, o ir sozinha assusta-me. Muito.

    ResponderEliminar