Thirteen

VIDA PROFISSIONAL | Guarda-Roupa

É um alívio para mim não ser obrigada a fazer a distinção entre roupa de trabalho e roupa de fim-de-semana. Sei que isto também está, em parte, relacionado com o meu estilo pessoal (não sou apologista de roupa de desporto fora dos momentos de exercício, por exemplo) mas a cultura descontraída da empresa permite-me vestir as peças que adoro sem me preocupar com críticas ou olhares reprovadores. É tão bom que me deixem ser a verdadeira Carolina!

Quando fui à minha entrevista de Estágio, mantive-me fiel ao meu estilo pessoal - e vesti as minhas calças de ganga favoritas - mas não calcei sapatilhas. Muita gente me dizia que, no mundo profissional, as sapatilhas e algumas peças de vestuário eram proibidas e preferi não arriscar - deixei as sapatilhas em casa com a certeza de que não precisava de me vestir de uma forma formal (o cargo e a empresa em questão não o pediam).

Trabalho numa empresa muito ligada ao mundo da moda, às tendências, às celebridades, às it-girls, aos blogues (é muiiiiito difícil uma peça de roupa não ser adequada ao ambiente); não nos são exigidos determinados cortes nas peças que escolhemos, ninguém nos aponta o dedo. E ainda que haja peças de roupa que não utilizo na minha rotina profissional (deixo alguns artigos para momentos mais descontraídos ou mais formais - o bom senso leva-nos a adaptar o nosso estilo a cada ocasião, correto?), é fantástico poder sentir-me bem com a minha aparência enquanto trabalho em algo que adoro.

15 comentários:

  1. É ótimo quando podemos usar a roupa que gostamos e sentirmo-nos bem no trabalho! Que tudo continue a correr bem!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  2. Se há coisa que chateia é isso. Trabalho numa consultora. Todos andamos de fato. Não há calças de ganga. Não há sapatilhas. Há saltos altos e blazers. E isso chateia-me. É monótono! Estou sempre a tentar arranjar peças que mostrem a minha personalidade sem sair muito do dress code mas às vezes é difícil!

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
  3. É ótimo o que dizes, sei que se for trabalhar no que quero as coisas não vão ser 100% assim (pelo que sei, se calhar estou totalmente errada), mas como também gosto de usar roupas mais formais, não me importo :)

    http://lavitainrosaa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Adorei o post!
    beijinhos
    http://eyeelement.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Quem me dera um dia também poder adotar um estilo tão descontraído no trabalho! Mas há sitios e sitios. Beijinhos *

    ResponderEliminar
  6. É sempre bom ter um ambiente descontraído no trabalho.
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  7. É óptimo poder haver essa liberdade no local de trabalho :)

    ResponderEliminar
  8. Infelizmente na agência eu tenho de ter uma aparência formal. Calças de ganga e sapatilhas são proibidos. Há dois anos, quando entrei, andava todos os dias de saltos mas aos poucos fui usando sabrinas e botas rasteiras. Não levei uma descasca por isso calculei que não fizesse mal. E não. Dois anos depois, ando sempre formal embora uns dias um pouco mais casual, mas respeito sempre as regras da empresa que referi acima. A parte chata é que roupa de inverno para o trabalho tenho pouca porque nunca encontro nada de jeito x)

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  9. Eu acho que trabalharei em investigação... Se eu decidir ir de blazer ou de sweat, ninguém vai achar mal :P E isso é tão bom!

    ResponderEliminar
  10. embora tenha dias em que tenho que usar preto integral, não tenho um dress code, posso usar ténis, calças de ganga, o que quiser

    ResponderEliminar
  11. É uma grande vantagem, sem dúvida. Quando trabalhei num Banco foi a única altura que notei que precisei de comprar peças mais formais para o meu guarda-roupa, principalmente calças. No entanto adaptava e usava as minhas camisolas e camisas habituais.

    ResponderEliminar
  12. Felizmente como educadora de infância posso usar, literalmente, a roupa que me apetecer. Costumo preferir a roupa desportiva que me deixa mais à vontade para me sentar no chão, saltar, correr, ... Mas até de pijama já fui, graças ao já famoso dia do pijama. Nem me consigo imaginar num trabalho com dress code!

    ResponderEliminar
  13. Sem dúvida. Também tenho a sorte de poder trabalhar num sitio assim :)

    ResponderEliminar
  14. É uma sensação maravilhosa!
    Felizmente partilho da mesma sorte; ainda que opte sempre por vestir mais "casual chic" numa tentativa de ser levada mais a sério! (tenho cara de menina pequenina.... lol)

    ResponderEliminar