INSTAGRAM | Março 2017

Março foi um mês terrível e termina precisamente da mesma forma. Teve momentos bons, claro que sim - e eu foco-me nesses porque são os que realmente valem a pena - mas senti-me derrotada muitas vezes e chorei muito.

Passei o mês de Março na incerteza - que continua - e a minha ansiedade atingiu proporções terríveis e assustadoras. O meu tio faleceu, regressei a casa dos meus pais, iniciei a pesquisa pelo apartamento ideal e dormi mal muitas noites. Março trouxe-me alguns dias de sol, é certo, mas não me trouxe as certezas que eu precisava e roubou-me o chão muitas vezes, colocando nos meus ombros um peso com o qual não pensei lidar este ano (nem no próximo ou no seguinte). 

Dos momentos bons, destaco o dia passado no Porto (que irei partilhar em breve), a ida ao cinema, o regresso ao Pinterest e à inspiração diária, um Dia Internacional da Mulher repleto de significado - e sem foleirices -, um banho de imersão maravilhoso, muitos mimos, muitos abraços, momentos em família e alguns convites que agarrei com toda a força. Março não foi um bom mês para mim e reconheço que o meu coração está apertado e ansioso mas daqui a uns dias voltarei a ser a melhor versão de mim mesma. Também eu tenho direito ao meu luto, às minhas lágrimas, às minhas preocupações, à minha falta de paciência, à vontade de estar sozinha. Abril será um mês de luta, de certezas, de dança e de várias hipóteses em cima da mesa - e é nisso que quero focar-me por agora.

CORPO | Bomba de Banho: Sex Bomb da Lush

Numa manhã tranquila, enchi a banheira - algo que já não fazia há anos - e atirei lá para dentro a "Sex Bomb" da Lush, uma bomba de banho que automaticamente começou a desfazer-se e a revelar uma flor.

Esta bomba de banho é indicada para quando nos sentimos mais cansadas, ansiosas ou stressadas - tudo o que sinto neste momento - e os seus ingredientes principais (jasmim, ylang ylang e sálvia) proporcionam um momento descansado. Esta é uma das bombas de banho mais populares da marca e eu percebo porquê: é feminina, é perfumada e as pétalas que flutuam na água são o toque final perfeito para um banho revigorante - sobretudo porque a sua textura nos convida a passá-las pelo corpo para que este fique ainda mais perfumado.

Saí da banheira muito mais relaxada, com a pele mais hidratada e macia e, claro, fascinada com o tom cor-de-rosa da água que me envolvia. Este momento representou tudo o que há de bom numa manhã calma e o cheirinho que ficou na casa de banho até ao dia seguinte foi o bónus. A Lush permite-nos ter tratamentos de spa na nossa própria casa - utilizando apenas produtos naturais - e eu sou completamente fã deste conceito. Mais um produto que recomendo.

O APARTAMENTO | A Pesquisa

Passei as últimas duas semanas numa ansiedade tremenda, entre anúncios de apartamentos e comparações de preços. Tinha - e tenho - critérios muito exigentes e, analisando cerca de 50 anúncios por dia, há alturas em que penso que nunca vou encontrar o apartamento ideal para mim. Mas sei que ele está aqui pertinho e, portanto, recuso-me a desistir. Hoje partilho convosco aquilo que privilegio na minha pesquisa e os filtros que utilizo sempre que entro numa plataforma de anúncios.

Localização | Em Braga existem algumas zonas que não recomendo para habitação - ou por causa do barulho ou pela falta de segurança, ou por ficarem longe de tudo o que os jovens procuram - mas a maior parte dos apartamentos disponíveis encontram-se precisamente nessa zonas. Para evitar pesquisas sem fim, defini três áreas onde gostaria de viver e limitei as minhas pesquisas.

Não descartei as agências imobiliárias | Neste aspeto, a minha pesquisa tem sido bastante alargada. Não me limito às agências imobiliárias mas também não as descarto - são as que têm os anúncios mais atualizados. CustoJusto, OLX, Remax, Kw, Era, Imovirtual, Trovit, (...) - eu visito tudo.

Preço | Durante uma pesquisa esqueci-me de colocar o filtro do preço e rapidamente me arrependi: encontrei o apartamento perfeito no centro da cidade e, quando olhei para o preço, percebi que não poderia sequer entrar para a minha lista de "locais a analisar" - estava fora de questão. O filtro do preço é, por isso, muito importante para mim: não quero correr o risco de me apaixonar por um imóvel onde não poderei viver.

Tipo de imóvel | Não quero viver num apartamento muito grande mas também não procuro um T0 e, por essa razão, limito as minhas pesquisas aos apartamentos T1 e T2. As páginas de resultados reduzem instantaneamente e eu vejo, de forma mais objetiva, aquilo que está disponível.

Estado do imóvel | Os preços mais reduzidos nem sempre têm de significar imóveis mal tratados. E a maior parte das plataformas de pesquisa ou websites de imobiliárias permitem-nos aplicar mais um filtro: o do estado. Pessoalmente, selecionei sempre três opções: novo, renovado ou recuperado. Uma vez que não tenho grande orçamento para obras, é imperativo que o apartamento esteja em bom estado.

Acabamentos | Os apartamentos antigos têm, na sua maioria, acabamentos terríveis: pavimento em taco, azulejos terríveis na cozinha e na casa-de-banho, sanitas e banheiras coloridas... É algo que estou a tentar evitar (também por uma questão de orçamento).


Coisas boas desta vida: ir ao cinema e receber bilhetes grátis para mais um filme.

CINEMA | Beauty and The Beast [2017]

"A Bela e o Monstro" é um dos meus filmes de animação favoritos e apesar do medo de sair da sala de cinema desiludida, a verdade é que não podia deixar de ver esta nova versão no grande ecrã. Esta não é uma versão 100% fiel ao clássico - não esperava que o fosse, admito - mas está muito bem conseguida e surpreendeu-me pela positiva: não é fácil transformar um filme de animação conhecido por diferentes gerações e famílias um pouco por todo o mundo mas a versão de 2017 ganhou um espaço no meu coração.

Não consigo lembrar-me de uma atriz mais indicada para representar Bela - a Emma Watson livrou-se finalmente da roupa de Hermione e conseguiu levar-nos numa viagem fantástica onde a personagem principal não é uma verdadeira princesa mas sim uma mulher forte e destemida, que luta por aquilo que a faz sonhar, que é culta e apaixonada e que não se deixa depender de um homem. 

Não achei que o Monstro fosse verdadeiramente um Monstro - esperava-o mais assustador, confesso, sobretudo nas cenas iniciais - e esperava um Príncipe bonito no final mas, aparências à parte (ou não fosse essa a mensagem principal de "A Bela e o Monstro") a personagem está bem construída e os  dilemas interiores e diálogos são fiéis à versão original.

Diferenças relativamente à versão animada: as ovelhinhas que cumprimentam Bela na fonte da vila não existem (nem mesmo a mais pequenina!), a mãe de Bela faz parte da história (e a sua morte é explicada), o Monstro tem direito a um passado bem contado e há novas músicas criadas especialmente para esta versão.

Pontos que devem ser valorizados: a voz incrível de Emma Watson, o Gaston (toda a personagem estava bem construída e muito fiel ao original - arrogante, convencido e desesperado - mas muito mais cruel, ao ponto de nos revoltar) e o fiel (e cómico) LeFou, o guarda-roupa pensado ao pormenor, os objetos enfeitiçados, as músicas e novas cenas que foram acrescentadas ao filme e, claro, o elenco fabuloso que dá vida a cada personagem.

Ontem à noite, regressei à minha infância assim que as luzes se apagaram e fiquei com um sorriso parvo no rosto até chegar a casa - é por isso que ainda vou ao cinema. "A Bela e o Monstro" é, e sempre será, "A Bela e o Monstro" e ver uma versão tão boa deste filme depois de tantas desilusões e versões manhosas é uma verdadeira lufada de ar fresco. 

MADRID, ESPANHA | Caixa Fórum

Conhecia o Caixa Fórum pelo seu fabuloso jardim vertical mas foi graças à Inês que soube que o próprio museu estaria no nosso roteiro. E apesar deste ser um museu pequenino - o mais pequeno que visitei em Madrid - o seu tamanho não o condiciona. Pelo contrário. 

Este é um espaço muito contemporâneo e, para além do jardim vertical que nos recebe, o Caixa Fórum é um centro cultural que reúne exposições temporárias criativas, modernas e divertidas. No mês passado pudemos ver uma exposição de fotografia sobre a Índia - absolutamente eletrizante e apaixonante! -, uma exposição sobre o bigode de Dalí, outra sobre a Life Magazine e ainda uma última com retratos e fotografias mais aleatórias. Na sala dedicada aos mais novos, miúdos e graúdos tiravam fotografias para representar frases (associando as expressões faciais a cada uma delas).

O Caixa Fórum foi um dos meus espaços favoritos em Madrid e o bilhete - que custa 4€ - valeu cada cêntimo. Apesar de o ter visitado com relativa rapidez, fiquei encantada com TODAS as salas e exposições que tive a oportunidade de ver. À saída, espreitámos o "Vertical Caffè" e aproveitámos para descansar e encher o estômago neste espaço tão acolhedor e bonito (o croissant com nutella está mais do que aprovado e o atendimento não podia ter sido melhor).


Leiam a opinião da Ângela sobre o Caixa Fórum AQUI.

DECORAÇÃO | Home Inspiration

Iniciei há um par de dias a procura pelo apartamento perfeito para mim: pequenino, acolhedor, numa zona simpática da cidade. E foi este fim de semana que voltei a dar uso ao Pinterest - criei uma nova conta (podem seguir-me aqui), criei um álbum relacionado com decoração de interiores - a ver se me inspiro e ganho motivação para as complicações que se avizinham! - e comecei a clicar nas imagens que gritavam o meu nome. O resultado? Um board - onde o branco, o cinzento, o preto e o azul sobressaem imediatamente - que vos mostra aquilo que a minha casa de sonho inclui:

Móveis brancos | A minha perdição. É muito difícil ter apenas móveis brancos e fazer a divisão resultar como um todo mas eu acredito que, quando a decoração é bem pensada, os móveis brancos de linhas direitas - os meus favoritos! - trazem jovialidade e luz ao espaço que os acolhe.

Fotografias, ilustrações e posters | Confesso que não sou fã dos quadros tradicionais mas odeio ver paredes completamente despidas. Numa decoração simples e minimalista, em tons neutros, nada demonstra melhor a personalidade de quem ali vive - as frases que escolhemos dizem muito sobre nós, as fotografias que selecionamos relembram-nos momentos felizes e pessoas bonitas, as ilustrações conferem alguma inocência e originalidade à nossa casa.

Flores | É dispendioso - e eu sou péssima a cuidar delas - mas adoro ver flores e pequenas plantas espalhadas pela casa porque dão vida - e cor - ao espaço de uma forma pura e natural.

Tapetes com padrões | São um detalhe arriscado, é verdade, mas no meu apartamento de sonho - em tons neutros e elementos lisos - há detalhes mais arrojados (que podem ser trocados quando assim decidir).

EVENTO | II Encontro de Bloggers na Mercearia da Joana

No mês passado estive na Mercearia da Joana para uma tarde descontraída entre conversas, fotografias, música, moda, docinhos e chá. Este "II Encontro de Bloggers" organizado pela Joana foi muito mais do que uma forma de conhecer caras novas; desta vez houve um tema - "A Eficácia do Marketing Digital nos Blogs e nas Marcas" - e, à volta da mesa, debateram-se questões pertinentes, colocaram-se dúvidas e desmistificaram-se alguns pontos.

O tema não era propriamente novo para mim - afinal, a minha vida profissional tem evoluído nesse caminho - mas reconheço que, no que diz respeito ao blogue, não sou o melhor exemplo; esta conversa descontraída fez-me perceber que posso fazer muito mais e melhor. 

Ao lado de pessoas que acompanho há tanto tempo mas que ainda não tinha tido oportunidade de conhecer pessoalmente, partilhei as minhas ideias, conheci um novo espaço (que vergonha nunca ter ouvido falar na Mercearia da Joana antes deste convite!) e passei uma bonita tarde ao lado de pessoas que, assim como eu, gostam de escrever, de fotografar e de partilhar gostos e talentos com o mundo. Obrigada à organização pelo convite e a todos os participantes por terem construído o (fantástico) ambiente deste "II Encontro de Bloggers na Mercearia da Joana".

QUERIDO PAI NATAL | Puma & Sesame Street

A Puma lançou mais coleção que resulta da parceria entre a própria marca e a Rua Sésamo - onde algumas das minhas personagens favoritas são as protagonistas - e eu fiquei encantada no momento em que vi estas sapatilhas (em camurça vermelha).

Normalmente as coleções associadas a desenhos animados são muito extravagantes e costumam passar-me ao lado precisamente por essa razão mas adorei esta edição e confesso: estou muito tentada a encomendar umas para mim! Em vez de assustadores, estes olhinhos são a coisa mais amorosa!


Podem ver AQUI toda a coleção.

O cancro é uma merda. É o que tenho a dizer hoje.

O APARTAMENTO | Queridos, Vou Mudar de Casa!

Às vezes a vida tira-nos o tapete e exige que criemos novas rotinas e condições. E nós podemos 1) entrar em pânico e deprimir ou 2) adaptar a nossa vida às novas circunstâncias. Eu escolhi a segunda.

Em breve deixarei para trás aquele que foi, por duas vezes, o meu primeiro apartamento. Não estava nos meus planos fazê-lo já - na verdade, achei que era por aqui que ia ficar longos e bons anos - mas chegou a hora de levar os caixotes da minha vida para um novo espaço (um espaço que espero que seja tão meu como este foi). Está na hora de mudar de casa - porque, nesta fase, só assim faz sentido - e de decorar, de raíz, um apartamento mais pequenino mas igualmente acolhedor.

Estou ligeiramente ansiosa e assustada, admito, mas sei que o novo apartamento - seja ele qual for - será tão maravilhoso como aquele que me recebeu quando iniciei o meu percurso profissional. Afinal, somos nós que transformamos um apartamento no nosso apartamento, num verdadeiro lar. E o apartamento que ainda não descobri vai ser "O Apartamento" da Carolina - sem surpresas pelo caminho (assim espero, pelo menos).

LOOKBOOK | Keep Going

"As verdadeiras dores de crescimento ocorrem depois, quando o Mundo começa a tornar-se um sítio confuso e em que as nossas decisões deixam de se basear com qual das Barbies vamos brincar hoje e passam a envolver carreiras. Crescer não é fácil e ser adulto é um bocadinho chato. Óbvio que todas as fases da nossa vida têm coisas boas e coisas más...mas dores de crescimento a sério não têm só a ver com dores ósseas ou musculares e a nossa preocupação em saber se vamos crescer mais um bocadinho ou se estamos a sofrer por nada. (...) Isto são as verdadeiras dores de crescimento. Quando percebemos que às vezes os nossos planos iniciais têm de ser adiados um bocadinho porque outras coisas importantes se impõem nas nossas vidas" - Ana Garcês.

MADRID, ESPANHA | Museo Del Prado

Nesta segunda visita, o Museu do Prado continuou sem chegar ao topo da lista que diz respeito aos meus museus favoritos mas, confesso, foi bom regressar com uma maturidade diferente para rever as suas salas extremamente completas.

O Museu do Prado é um dos mais importantes de Espanha. Foi mandado construir por Carlos III e a sua coleção permanente alberga valiosas peças de arte no âmbito da pintura e da escultura. Aqui encontramos obras de Velázquez, Goya, Rembrandt, Botticelli e Caravaggio mas também de alunos de grandes pintores. O "Jardim das Delícias Terrenas" de Hieronymus Bosch está neste museu e é ainda mais fascinante ao vivo.

A arquitetura do museu é verdadeiramente labiríntica e o espaço acaba por ser até um pouco monótono pois tem uma coleção muito específica e intensa, que se afasta do contemporâneo e que aposta no realismo, nos retratos que nos seguem com o olhar, nas obras com influências religiosas e nas peças nitidamente encomendadas pelos elementos da Família Real.

O Museu do Prado não permite fotografias (os funcionários são extremamente chatinhos com esta questão) e o bilhete de entrada no museu custa 15€, sendo gratuito para estudantes com menos de 25 anos que apresentem os cartões que o comprovam.


Leiam a opinião da Ângela sobre o Museo Del Prado AQUI.

MADRID, ESPANHA | Cervecería 100 Montaditos

Depois de meses a dizer que tínhamos que ir ao "100 Montaditos", foi em Madrid que finalmente experimentámos o restaurante de comida rápida que surgiu em Espanha mas que tem vindo a ser popularizado entre os blogues portugueses no último ano.

O espaço do "100 Montaditos" onde escolhemos almoçar - perto do Museo Thyssen-Bornemisza - tem um aspeto muito tradicional (como imagino que todos tenham) e ainda que o tenhamos visitado num sábado em hora de confusão, imediatamente conseguimos uma mesa e fizemos o nosso pedido (ao balcão, como mandam as regras da cervejaria).

Escolhemos vários montaditos diferentes, um prato das famosas batatas fritas com queijo e bacon e um prato de nachos com os acompanhamentos tradicionais (queijo e guacamole). Tudo para partilhar, porque só assim faria sentido. O veredicto? Unânime: o pão estaladiço e acabadinho de sair do forno estava maravilhoso, os ingredientes eram nitidamente frescos e criteriosamente selecionados e as batatas fritas e os nachos ainda hoje me fazem sonhar de tão deliciosos e viciantes que eram. 

A cadeia "100 Montaditos" recebeu um carimbo de qualidade logo na primeira dentada e só não vos recomendo este restaurante em particular porque, na hora da recolha do pedido, fomos atendidas por uma funcionária mal encarada, antipática e muito refilona - tanto com os colegas como com os clientes, o que é inadmissível - que arruinou por completo a pontuação do espaço. Felizmente, em Madrid não terão problemas em encontrar os "100 Montaditos" (há um em cada canto!). 

MADRID, ESPANHA | El Retiro

Há lugares que vamos querer apreciar sempre que visitarmos a cidade que os acolhe. Em Madrid, um desses locais é o Parque Del Retiro - Parque Del Buen Retiro, na verdade - e ainda que tenha sido a nossa segunda vez na capital espanhola, não fazia sentido desperdiçar a oportunidade de caminhar entre jardins criteriosamente cuidados. El Retiro pode ser perigoso depois do sol se pôr mas é uma verdadeira pérola durante o dia e toda a cidade ganha uma nova vida por albergar um espaço tão bonito e tranquilo. Perfeito para todas as idades, é muito mais do que um parque - e eu só gostava que houvesse um assim em Portugal.

Os portões imponentes captam imediatamente a nossa atenção e o espaço bem tratado convida a muitas fotografias para mais tarde recordar. É provável que nos percamos no meio de tantos hectares, fontes, esplanadas, estátuas, casais, canteiros com coloridas flores, famílias, lagos, desportistas, árvores e artistas de rua mas uma coisa é certa: no Parque Del Retiro nós encontramo-nos e apreciamos aquilo que a vida tem de melhor.

Em pleno Inverno, os raios de sol quentes permitiram-nos guardar os casacos e não resistimos em descansar um pouco na relva, enquanto decidíamos onde iríamos de seguida. O Parque é enorme - enorme, mesmo! - e reúne caminhos em terra batida e grandes estradas de alcatrão que nos levam aos mais variados jardins e monumentos icónicos. Absolutamente magnífico.

ATUALIDADE | Dia da Mulher

Em Portugal, ainda há diferenças salariais entre homens e mulheres nas mesmas funções. Em Portugal, ainda há meninas que casam cedo demais porque os seus pais assim decidem. Em Portugal, ainda há mulheres que ficam em casa a cuidar dos filhos e das tarefas domésticas quando o que queriam mesmo era perseguir um sonho profissional e conhecer o mundo. Em Portugal, as mulheres ainda são olhadas de lado quando escolhem viajar sozinhas.

A desigualdade entre géneros não acontece apenas lá fora e, em 2017, o Dia da Mulher ganha uma importância (ainda) maior pela misoginia que tem vindo a ser divulgada por líderes internacionais e cidadãos livres e informados.

Eu confesso: há uns anos este dia passava-me completamente ao lado. Tive o privilégio de nascer numa família que viu em mim todo o potencial e que me deixou ser aquilo que eu escolhi ser, que me incentivou a estudar, a trabalhar, a atingir os meus objetivos. Tive o privilégio de nascer num meio onde nunca me senti discriminada por ser mulher e cometi um erro que sei que muitas de vós também cometeram: fechei os olhos a uma data que ainda hoje merece ser reconhecida e celebrada. Porque esta luta ainda não terminou.

Eu continuo a ser uma privilegiada, é verdade. Trabalho numa empresa que luta diariamente pelos Direitos das Mulheres e não sou desvalorizada por ter nascido com um útero. Nunca fui. Porém, à medida que vou conhecendo outras realidades e outras mulheres - mulheres inspiradoras que se cruzam no meu caminho sem eu saber a que se deve tal honra - eu reconheço: o Dia da Mulher é muito mais do que uma desculpa para sair com as amigas e é muito mais do que uma desculpa para receber amostras de perfumes e descontos especiais. O Dia da Mulher é uma ode à igualdade, à justiça. E hoje eu percebo: a Humanidade ainda precisa que este dia exista.

MADRID, ESPANHA | Museo Thyssen-Bornemisza

Sábado foi um dia dedicado à cultura, à arte e aos grandes artistas. O Museu Thyssen-Bornemisza - um museu que apresenta arte desde o Renascimento até ao Século XX - recebeu-nos logo a seguir ao pequeno-almoço e permitiu-nos observar uma coleção fabulosa de pinturas organizadas cronologicamente ao longo de três andares fascinantes e um tanto ou quanto labirínticos em alguns momentos.

Eu diria que este é um Museu para todos os gostos - ao contrário do Prado, por exemplo - pois reúne artistas e estilos muito diferentes uns dos outros. Aqui encontramos Kandinsky, Miró, Picasso, Degas, Goya, Dalí e Mondrian, entre muitos outros. Eu, que adoro arte mais contemporânea mas que não consigo deixar de ficar fascinada com a técnica de pintores que privilegiam o realismo (apesar de ser um estilo que não me diz muito), fiquei encantada com as diversas salas e com a combinação de artistas tão fabulosos num só espaço. Destaco, em particular, as bailarinas de Edgar Degas e o "People's Flower" de Richard Estes.

O Museu é gratuito para todos às segundas-feiras, das 12h00 às 16h00. Nos restantes dias, o bilhete tem um custo de 12€, sendo que os estudantes pagam 8€ (mediante a apresentação do respetivo cartão).

DECORAÇÃO | The Early Bird

Quem me conhece - ou quem me acompanha há algum tempo - sabe que eu adoro posters com mensagens, ilustrações e referências a filmes. Assim de repente, acho que não tenho nenhum quadro a sério cá em casa; as paredes e móveis estão carregados de fotografias, ilustrações e posters emoldurados.

No quarto, tenho as referências aos contos infantis - A Bela Adormecida (o meu favorito dos três), O Capuchinho Vermelho e Os Três Porquinhos -, na sala de jantar tenho um poster enorme de Friends e algumas ilustrações que nos fazem viajar até Paris, na estante da sala tenho uma capa de uma revista VOGUE - também devidamente emoldurada - e, no escritório, o Einstein espreita tudo o que faço.

Na semana passada fui contactada pela "The Early Bird", uma marca portuguesa que cria posters com frases inspiradoras e divertidas e que vende os seus produtos em dois formatos distintos: 1) em formato digital - sendo que o cliente recebe o poster no email para que possa imprimi-lo no tamanho que desejar - e 2) em formato físico - sendo que, neste caso, a marca envia o poster escolhido para a morada do cliente.

Escolhi três modelos completamente diferentes uns dos outros (não têm o mesmo tipo de letra e as frases não são baseadas no mesmo assunto) mas mantive algo coeso: o fundo branco com letras pretas. O objetivo? Colocá-los no corredor que liga o hall de entrada ao corredor dos quartos. O que acham?

Em Março, utilizem o código CAROLINANELAS15 e usufruam de 15% de desconto na The Early Bird.


Publicação escrita em parceria com a "The Early Bird".

CORPO | Espuma de Banho: Lovestruck da Lush

A Lush é uma marca que não testa em animais, que privilegia os produtos naturais e que cria edições especiais para determinadas épocas do ano. A espuma de banho "Lovestruck" surgiu em Fevereiro (por causa do Dia dos Namorados, é claro) e é uma versão refrescante e cítrica de um dos produtos mais populares da marca.

Esta não é, de todo, uma espuma de banho com um cheiro doce e por isso pareceu-me perfeita para combinar com uma bomba de banho mais floral (que partilharei convosco noutro dia). A conjugação de aromas podia ter corrido mal mas, por ter usado apenas uma fatia da Lovestruck, consegui obter a quantidade de espuma perfeita sem que o cheiro se tornasse demasiado intenso - na verdade, a casa-de-banho ficou com um cheirinho maravilhoso durante várias horas e fiquei fã da combinação.

Para quem não está familiarizado com este produto, as espumas de banho da Lush são barras que, quando colocadas debaixo da torneira, se transformam em espuma, dando também cor à água (esta, por exemplo, dá-lhe um tom amarelado). Cada espuma de banho tem um cheiro próprio, um propósito característico e um formato original e todas podem ser cortadas em fatias para serem utilizadas em vários banhos (ao contrário das bombas de banho).

A espuma de banho "Lovestruck" é perfeita para marcar o início de um fim de semana relaxante ou o final de um dia de trabalho exaustivo. Não tendo um cheiro muito doce - afinal, os óleos de limão estão muito presentes neste produto -, não se torna enjoativa e o seu design divertido torna-a apelativa ao olhar.


Aquilo que vestimos deve sempre passar uma mensagem e transmitir a nossa personalidade.

MADRID, ESPANHA | Café Federal

Acordámos (bem) cedo - como exigem as viagens -, apanhámos o comboio e começámos a nossa aventura por Madrid. Se tínhamos dúvidas sobre que café escolher para o nosso primeiro pequeno-almoço na cidade, esta publicação da Sara fez com que todas elas desaparecessem. 

O Café Federal fica na Plaza de Las Comendadoras, uma praça pequenina que não aparecia no nosso mapa e que tivemos alguma dificuldade em encontrar. Na verdade, pedimos indicações a um rapaz e ele prontamente se ofereceu para nos levar ao local onde iríamos tomar o pequeno-almoço. Acredito que, se não fosse ele, teríamos desistido e entrado na primeira pastelaria que nos aparecesse mas deixar o orgulho de parte fez com que chegássemos mais rapidamente ao Federal - ao som de uma conversa simpática e dicas preciosas dadas por um residente (são as melhores).

Escolhemos uma das mesas em mármore - quem gosta de fotografar facilmente perceberá este nosso fascínio por mesas bonitas - e fizemos o nosso pedido: dois croissants com doce de morango, um sumo de laranja natural e um latte. Enquanto esperávamos observámos o espaço à nossa volta: muitos bolinhos deliciosos, um público maioritariamente jovem e um ambiente nitidamente feliz - como se quer a um sábado de manhã. Deu para perceber que o Café Federal está na moda e a sua sala ampla, com muita luz e pronta para receber os mais gulosos fez as nossas delícias, assim como o nosso pedido que nos deu energia para o primeiro dia em Madrid.

TELEVISÃO | Timeless [2016]

Apanhar o criminoso que roubou a máquina do tempo - seguindo-o nas suas viagens a décadas passadas - sem que a História da Humanidade sofra alterações é a missão dos protagonistas de "Timeless", a série que acompanho desde o primeiro dia ao lado do meu pai.

Vi o primeiro episódio de pé atrás pois não sou a maior fã de ficção científica e viagens no tempo mas rapidamente mudei de opinião.  Os episódios de "Timeless" têm sido interessantes, surpreendentes e curiosos e eu fico sempre ansiosa pelo seguinte.

Para além do elenco que constitui esta produção americana, destaco o argumento baseado em factos históricos e o guarda-roupa: em cada episódio viajamos até um momento icónico da História dos Estados Unidos da América e apreciamo-lo sem amarras ou influências. Damos por nós a querer saber mais sobre as personagens, sobre as datas, sobre o outro lado da moeda (porque, sejamos sinceros, a História que nos é contada nem sempre inclui duas versões). 

O factor surpresa é mesmo o mais significativo nesta série que tem sido transmitida no AXN: nunca sabemos que época estará representada no episódio seguinte, nunca sabemos que data o criminoso escolherá, nunca sabemos que personagem aparecerá ou que rumo terá a história. Com um bónus: somos sempre confrontados com os sentimentos antitéticos que aparecem no caminho das personagens. Se fôssemos nós, o que faríamos?

MADRID, ESPANHA | Dicas e Sugestões

Começam hoje as publicações sobre a minha mais recente viagem: Madrid. Foram apenas dois dias no final de Fevereiro mas foram suficientes para rever alguns locais que tinha visitado em 2009, conhecer espaços novos, pôr a conversa em dia com a Ângela e quebrar a rotina. Foi um fim-de-semana cheio de coisas bonitas e muitas fotografias e só faz sentido partilhá-lo convosco convidando-vos a viajar comigo uma vez mais. Começamos com algumas dicas e sugestões de viagem, então?

Mapa da Cidade e Mapa do Metro | Quando viajo, a primeira coisa que faço quando chego à cidade é pegar em dois mapas: um da cidade e outro do metro. Porém, em Madrid, deparei-me com algo pouco comum: nem todas as ruas e praças - sobretudo as de pequenas dimensões - estavam indicadas nos mapas; tivemos que recorrer ao Google Maps algumas vezes, apesar do nosso mapa ser bastante completo.

Internet | Pode parecer absurdo tendo em conta a dimensão da cidade, o número de residentes e a quantidade de turistas que recebe mas Madrid não tem uma rede pública de Wi-Fi. Se precisarem de consultar algum website ou de verificar se estão a caminhar na direção certa, parem em frente a um café, restaurante ou museu.

Fotografias | Fico sempre triste quando me dizem que não posso fotografar e, em Madrid, isso aconteceu algumas vezes. Quando pedi para fotografar os cafés, restaurantes e lojas ouvi sempre um "sim" acompanhado de um sorriso e alguma curiosidade relativamente ao blogue mas, no Museu Rainha Sofia, no Museo do Prado e no Palácio Real - onde só é permitido fotografar a zona da escadaria - imediatamente nos informaram de que não podíamos fotografar.

Entradas em Museus | Os museus em Madrid são caros. No entanto, os portadores de cartão jovem e os estudantes - normalmente até aos 25 anos - usufruem de entradas gratuitas e descontos significativos. Há ainda museus com visitas gratuitas para o público em geral em determinadas horas e dias - o Museu Rainha Sofia (onde está o famoso Guernica!) é um deles.

Informações e Ajuda | Pedi indicações várias vezes nos dois dias em que estivemos pela cidade - não havia tempo a perder! - e fui sempre ajudada com um sorriso. Senti que me ajudaram com maior facilidade por eu falar sempre em castelhano - e recomendo-vos que utilizem esse idioma se o dominarem - mas os espanhóis são, regra geral, bastante prestáveis e simpáticos. Se precisarem de indicações ou informações, peçam!

Meteorologia | Viajámos em final de Fevereiro e esperávamos muito frio - duas semanas antes tinha nevado na cidade - mas fomos surpreendidas com um sol quente que nos permitiu tirar os casacos durante o dia. Porém, de manhã e ao final do dia os casacos quentinhos, típicos de inverno, foram essenciais. Se viajarem no Inverno, como nós, vistam várias camadas de roupa pois, mesmo quando está frio ao ar livre, uma roupa mais leve vai ser perfeita para descobrir os museus, saborear as refeições e fazer compras.


A Ângela também partilha convosco algumas dicas e sugestões. Vejam tudo aqui.

Amor é... ele preparar sempre o meu chá na minha caneca favorita.

FLASH INTERVIEW | Sara Cabido

"Sobre mim? Bem, costumo dizer que sou designer gráfica de profissão, fotógrafa de paixão e blogger de vocação. Vejo no meu Little Tiny Pieces um espaço aberto a explorar outras áreas que sempre me fascinaram, como a escrita e fotografia. Tenho uma mão cheia de sonhos e outra repleta de vontades. Para já sonho em ir a NY e gostava muito de ter o meu próprio atelier, lançar a nossa marca. Viajar é das melhores coisas da vida, assim como reunir quem mais gostamos à volta de uma mesa, que se quer sempre cheia — cheia de bons petiscos, bom vinho, boas conversas e muitas memórias. Privilegio o "ser-se grato" e, por oposição, desprezo a ingratidão. Acredito na bondade e no lado colorido de tudo, apesar de o meu roupeiro ser pautado pela escala cromática de preto e branco. Sou uma pessoa simples, que consegue ver beleza nos pormenores mais pequeninos e que se revê, em tudo, nesta citação: "Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos" — esta sou eu." - Sara Cabido, Little Tiny Pieces of Me.