Thirteen

O APARTAMENTO | A Pesquisa

Passei as últimas duas semanas numa ansiedade tremenda, entre anúncios de apartamentos e comparações de preços. Tinha - e tenho - critérios muito exigentes e, analisando cerca de 50 anúncios por dia, há alturas em que penso que nunca vou encontrar o apartamento ideal para mim. Mas sei que ele está aqui pertinho e, portanto, recuso-me a desistir. Hoje partilho convosco aquilo que privilegio na minha pesquisa e os filtros que utilizo sempre que entro numa plataforma de anúncios.

Localização | Em Braga existem algumas zonas que não recomendo para habitação - ou por causa do barulho ou pela falta de segurança, ou por ficarem longe de tudo o que os jovens procuram - mas a maior parte dos apartamentos disponíveis encontram-se precisamente nessa zonas. Para evitar pesquisas sem fim, defini três áreas onde gostaria de viver e limitei as minhas pesquisas.

Não descartei as agências imobiliárias | Neste aspeto, a minha pesquisa tem sido bastante alargada. Não me limito às agências imobiliárias mas também não as descarto - são as que têm os anúncios mais atualizados. CustoJusto, OLX, Remax, Kw, Era, Imovirtual, Trovit, (...) - eu visito tudo.

Preço | Durante uma pesquisa esqueci-me de colocar o filtro do preço e rapidamente me arrependi: encontrei o apartamento perfeito no centro da cidade e, quando olhei para o preço, percebi que não poderia sequer entrar para a minha lista de "locais a analisar" - estava fora de questão. O filtro do preço é, por isso, muito importante para mim: não quero correr o risco de me apaixonar por um imóvel onde não poderei viver.

Tipo de imóvel | Não quero viver num apartamento muito grande mas também não procuro um T0 e, por essa razão, limito as minhas pesquisas aos apartamentos T1 e T2. As páginas de resultados reduzem instantaneamente e eu vejo, de forma mais objetiva, aquilo que está disponível.

Estado do imóvel | Os preços mais reduzidos nem sempre têm de significar imóveis mal tratados. E a maior parte das plataformas de pesquisa ou websites de imobiliárias permitem-nos aplicar mais um filtro: o do estado. Pessoalmente, selecionei sempre três opções: novo, renovado ou recuperado. Uma vez que não tenho grande orçamento para obras, é imperativo que o apartamento esteja em bom estado.

Acabamentos | Os apartamentos antigos têm, na sua maioria, acabamentos terríveis: pavimento em taco, azulejos terríveis na cozinha e na casa-de-banho, sanitas e banheiras coloridas... É algo que estou a tentar evitar (também por uma questão de orçamento).

14 comentários:

  1. Não é tarefa fácil todo este trabalho de pesquisa pelo apartamento ideal, mas uma vez de chave na mão valerá todo o tempo dedicado :)

    ResponderEliminar
  2. Espero que encontres o mais rápido possível O apartamento :)

    ResponderEliminar
  3. Deve ser super difícil encontrares o imóvel dos teus sonhos, desejo-te boa sorte e não desistas que ele há-de estar aí :) boa semana, beijinho, Ana Rita*

    ResponderEliminar
  4. Suponho que estejas à procura de um apartamento para alugar, o que actualmente é tarefa quase impossível! Encontrar um apartamento em bom estado, com pelo menos dois quartos e um preço razoável é cada vez mais difícil. Já comprar um apartamento tornou-se novamente mais fácil. Os preços de compra baixaram imenso! Mas é preciso coragem para nos metermos num empréstimo, principalmente com a economia que temos tido. Enfim, desejo-te sorte!

    ResponderEliminar
  5. Não deve ser fácil encontrar o apartamento ideal! x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
  6. Acabarás por encontrar algum, e depois certamente desenhas-lo à tua maneira :) Também vivo em Braga, quando chegar a altura de ser eu a mudar-me penso que será na mesma complexo...

    ResponderEliminar
  7. Espero que encontres o apartamento que procuras!
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Realmente, encontrar o apartamento perfeito é uma tarefa difícil. Mas boa sorte, tenho a certeza que irás conseguir :).
    E, by the way, boas dicas :). Não estou à procura de casa ( nem estarei tão cedo!), mas lembrarei-me destas dicas quando chegar a minha altura.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  9. O filtro do preço é um dos elementos mais importante a definir, caso contrário arriscaste a ficar perdida de amores por algo que está fora do teu alcance.

    ResponderEliminar
  10. Acho que vou guardar este post nos favoritos, vai ser bastante útil :p

    Jiji

    ResponderEliminar
  11. boas dicas, não é mesmo fácil procurar casa, em parte sinto-me bem por ainda faltar um pouco de tempo para o fazer!

    ResponderEliminar
  12. Tenho a certeza de que encontrarás a tua casa de sonho! Quando menos esperares, lá estará ela a sorrir para ti! Força nisso, Carol!
    Beijinhos,

    LYNE

    ResponderEliminar
  13. Percebo bem o que queres dizer.. Sempre me disseram que as casas em Braga eram baratas, talvez nessas localizações que referes :/

    ResponderEliminar
  14. Eu estou bem no meu T0 e agora até consegui que o meu senhoria me baixasse um pouco mais a renda por isso, vou-me manter por aqui porque pelo preço que estou a pagar neste momento não encontro T1 ou T2 igual nem melhor.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar