VIDA PROFISSIONAL | Redes Sociais

Sou responsável pela gestão de redes sociais de alguns projetos e, nesse sentido, estou sempre à procura de novas dicas, novas ideias de conteúdos, novas formas de chegar ao meu público-alvo e de aumentar a interação, o número de seguidores e os cliques - porque os números importam. Este mês, regressei ao Factory para mais uma formação.

A Formação em Redes Sociais serviu para ter uma nova perspetiva sobre a utilização de algumas páginas e para modificar alguns comportamentos no meu trabalho enquanto gestora de redes socais. A formação com a Rita Saraiva foi de encontro ao que eu procurava: abordaram-se questões mais básicas que já me eram familiares mas também houve um foco nos conteúdos mais indicados para rede social e na forma como devemos comunicar em cada uma delas. 

Os algoritmos são modificados com frequência e por isso é importante estarmos a par das novidades. Um vídeo tem mais impacto do que uma imagem? Uma comunicação (in)formal é adequada? Como posso aumentar o meu número de seguidores? Que programas e websites nos permitem gerir todas as nossas redes sociais em simultâneo? Que programas e websites me permitem criar conteúdo profissional se não tenho conhecimento em design? Que tipo de conteúdos são mais valorizados pelos algoritmos de cada rede social? Como posso analisar os dados de cada rede social? Criar conteúdo é importante mas ter estratégia e analisar os resultados é tão ou mais importante.

LIVRO | The Art of Client Service

"The Art of Client Service" não é um livro especialmente direcionado a profissionais que, assim como eu, tentam transformar a experiência de compra online ou o negócio B2C (business to consumer) em algo mais humano. "The Art of Client Service" é um livro que nos revela alguns truques no âmbito dos negócios B2B (business to business) e que aborda a gestão de projetos e a relação com o cliente empresarial. 

Robert Solomon partilha décadas de experiência e apresenta "52 coisas que todas as pessoas que trabalham em marketing e publicidade devem saber". Robert utiliza exemplos concretos, expõe casos de sucesso (e casos menos felizes) de empresas reais e dá sugestões práticas sobre aquilo que, na sua opinião, devemos ou não fazer quando estamos a tentar ganhar um negócio, a liderar uma equipa (de designers, programadores, assistentes de marketing...) e a trabalhar com outras empresas.

"The Art of Client Service" enriqueceu-me numa área que estou longe de dominar. Nesse sentido, acredito que este livro possa ser um bom parceiro para profissionais de diferentes áreas e não só gestores de projetos. Os clientes são fundamentais para o sucesso de uma empresa e este livro refere alguns truques que certamente nos levarão mais longe na arte de perceber aquilo que eles procuram e como podemos apresentar-lhes as nossas propostas.


Este livro já vem a caminho!

LOOKBOOK | Lost

"Se tenho medo? Tenho-o todos os dias. Porque nada disto é certo. Aprendi a poupar, a viver com moderação, a ser flexível e a ter a dose certa de humildade para saber que tenho de estar disponível para os outros se quero que também estejam disponíveis para mim. O primeiro ano foi literalmente um ano de auto-conhecimento. Conheci os meus limites e aprendi mais sobre mim do que em toda a minha vida." - Helena Magalhães, The Styland.

PORTO, PORTUGAL | Stake n' Shake

As casas de hambúrgueres já não são uma novidade nas cidades portuguesas mas o restaurante Stake n' Shake é uma novidade no Porto. E depois de muitas vezes dizermos que tínhamos que lá ir almoçar um dia destes, aproveitamos o mais recente passeio à Cidade Invicta para conhecermos os hambúrgueres e batidos da famosa cadeira americana.

Em 1934, a Steak ‘n Shake foi pioneira na oferta de um ”hambúrguer melhor”, propondo hambúrgueres de fabrico artesanal apelidados de stakeburgers. E depois de se expandir pelos Estados Unidos e por muitos outros países, a cadeira americana está agora no Porto, em Almada e no Montijo.

O espaço é colorido e faz-nos lembrar os típicos diners americanos. As janelas são um ponto a favor e a organização do restaurante é o bónus que evita todas as confusões: quando entramos entregam-nos a ementa para que possamos, ainda na fila, escolher a nossa refeição. Os pedidos são realizados ao balcão com pré-pagamento e, depois, precisamos apenas de escolher uma mesa num dos dois pisos do restaurante e esperar que os pratos que selecionámos previamente nos sejam entregues (para os mais curiosos: é-nos entregue um pequeno aparelho que pousamos na mesa para que os funcionários saibam a que mesa pertence cada pedido).

Pedimos um Bacon Lovers, um Grilled Mushroom 'n Swiss, um batido de morango e um batido de oreo. O resultado? Absolutamente delicioso! O hambúrguer era saboroso, as batatas viciantes e os batidos foram o toque final perfeito - a combinação é mesmo extraordinária (e mal posso esperar por provar o batido de menta e chocolate!).


Leiam a opinião da Ângela sobre o Stake n' Shake AQUI.

Mais sobre o Porto: SeaLife 

EVENTO | FashiONyou e... a minha primeira talk!

Entre 22 e 26 de abril o Espaço Guimarães promove um evento de tendências fashion & fit, disponibilizando a todos os visitantes um espaço dedicado a workshops sobre estilos de vida saudáveis, fashion talks e aulas de Fitness com inúmeras personalidades conhecidas do público, como Marco Costa e Vanessa Martins, Inês Franco, Nuno Neves, Nilton Bala e Anita Costa, que vão partilhar a sua experiência e conselhos com todos os visitantes.

Para este evento foi criada uma área FashiONyou totalmente adaptada à programação desenvolvida, com o objetivo de proporcionar ao público uma experiência única. Haverá 1) um espaço de aconselhamento sobre cuidados com a pele e tratamentos de beleza e sessões de make-up pela mão de profissionais especializadas disponíveis para tirarem dúvidas e darem conselhos, 2) um espaço Detox onde estarão disponíveis várias bebidas e onde serão disponibilizados conselhos e dicas sobre os melhores ingredientes para combinar conforme as situações e 3) um espaço que acolherá Workshops e Talks, sobre os mais diversos temas.

Durante os 5 dias do evento, todos os visitantes poderão ainda tentar a sua sorte com a garantia de que levarão sempre um prémio para casa - garrafas para desporto, braçadeiras desportivas para telemóvel, gift cards e vales desconto para lojas do centro. E como se não fosse suficiente, há ainda uma vertente solidária que nos convida a doar as roupas que já não usamos a mulheres e meninas do Lar de Santa Estefânia, localizado em Guimarães.

Amanhã estarei presente durante a tarde para o arranque da ação e para assistir a algumas atividades. E porque uma pequena decisão pode, realmente, mudar por completo a nossa vida, na próxima quarta-feira, pelas 19h, vou partilhar o meu efeito borboleta e de que forma me apercebi do seu incrível impacto na minha vida. Adorava conhecer-vos e ter o vosso apoio nesta que será a minha primeira talk! Vemo-nos lá?

FLASH INTERVIEW | Inês Mota

"Colecciono canecas, marcadores de livros e memórias de viagem. Adoro estar rodeada de pessoas mas também gosto dos meus momentos sozinha e detesto faltas de civismo e a ausência de princípios e valores. Sou uma dogs person mas não resisto à elegância dos gatos. Sou apaixonada por livros chá, museus, espaço - incluindo os cães espaciais -, fotografia, marisco, florestas, bailados, Kandinsky, mesas cheias de pessoas incríveis e comida maravilhosa e jazz. O Bobby Pins é o blog que eu sinto que mais me representa - à minha identidade e aos meus gostos, sonhos e planos -. Consigo ser muito mais Inês nos dias de Sol mas nunca desvalorizo a tranquilidade de estar em casa num dia de chuva. Sou as viagens que faço, os livros que leio, as músicas que oiço e as pessoas que admiro." - Inês Mota, Bobby Pins.

AMOR | Parabéns! (x3)

A história que mais gosto de ouvir é a nossa, especialmente porque é sempre ele que a conta - repete-a vezes sem conta só para mim e em todas as vezes eu descubro um pormenor que ainda não sabia e que me faz apaixonar um pedacinho mais. A nossa história começou muito antes de eu me aperceber e hoje celebramos o nosso terceiro aniversário de namoro com a certeza de que queremos continuar a escrever este livro.

Sinto que me repito quando escrevo sobre ele - e não o faço muitas vezes aqui no blogue - mas acredito que este amor só é amor porque, para além de nenhum de nós tomar o outro como garantido, ambos nos sentimos gratos por aquilo que temos e partilhamos. E é incrível como, três anos depois, continuamos a surpreender-nos, a descobrir pormenores, a arriscar em aventuras diferentes, a dar miminhos quando a vida corre mal, a apreciar a companhia um do outro nas mais diversas situações - porque só assim faz sentido. Numa cidade nova ou no café de sempre, numa nova experiência ou a ver um filme no sofá lá de casa, eu sei que ele me permite ser a melhor versão de mim própria e essa é a minha definição de amor.

Numa época de relações fugazes e amores que rapidamente se transformam em desamores e zangas feias, eu sinto-me grata por ter alguém que divide comigo tanto os momentos mais importantes como os momentos mais banais e rotineiros. Sei que seria capaz de viver sem o Gui - afinal, fi-lo durante muitos anos e reaprendia a fazê-lo se tivesse que acontecer - mas reconheço: a vida é (muito) melhor quando vivida de mãos dadas com ele. Parabéns a nós!

MADRID, ESPANHA | Até à próxima!

Tenho tantas fotografias bonitas para partilhar que seria uma pena não as deixar ver a luz deste blogue. Assim, terminamos esta série de publicações sobre Madrid com uma visão mais geral da cidade e alguns pormenores turísticos  e arquitectónicos que não justificam publicações individuais.

Madrid recebeu-me numa época complicada e, apesar de ter sido uma viagem extremamente cansativa e curta (dois dias apenas!), serviu para fugir à rotina, para fortalecer os laços da amizade e  para ser muito feliz, com o sol a bater no rosto, tempo para compras, uma dose de cultura e muitas histórias e lugares bonitos para mais tarde recordar. Por agora, despeço-me com estas fotografias e começo a sonhar com a próxima viagem.

GUARDA-ROUPA | Josefinas Pink Power

Lançada no Dia do Rosa (celebrado internacionalmente a 12 de Abril), a nova coleção da Josefinas celebra o poder de cinco mulheres que se destacam na defesa da igualdade de género.

Eleanor Roosevelt, Indira Gandhi, Serena Williams, Sheryl Sandberg e Michelle Obama são as mulheres homenageadas na coleção "Pink Power", uma coleção que representa a igualdade de género e a ascensão financeira, cultural e política da mulher. São cinco tons de rosa que se completam no círculo perfeito da união e do apoio entre mulheres, que celebram a diversidade e que simbolizam a igualdade entre géneros.

MADRID, ESPANHA | Palácio Real

O Palácio Real é um dos locais mais luxuosos e maravilhosos de Madrid. Não é permitido fotografar neste espaço para além do pátio e da escadaria principal - e, acreditem, este Palácio é um dos locais mais fotogénicos da cidade - mas essa tristeza passa assim que entramos nas salas e ficamos fascinados com os detalhes, peças de mobiliário, padrões e cores; este é um local para apreciar com calma.

O Palácio Real, também conhecido como Palácio do Oriente, foi mandado construir no mesmo local onde se encontrava o Real Alcázar de Madrid, um palácio que foi destruído por um incêndio em 1734.  O arquiteto foi Giovanni Battista Sacchetti e o Palácio Real continua a ser, oficialmente, a residência do Rei de Espanha mas a família real utiliza o espaço apenas para ocasiões especiais, privilegiando a sua privacidade e permitindo que o Palácio Real possa ser visitado por todos aqueles que assim desejam.

Cada sala é diferente da anterior mas todas elas nos transportam para uma realidade completamente diferente da nossa. Quando entramos no Palácio Real ficamos admirados com a sua dimensão e regressamos ao passado com a certeza de que, na memória, levaremos algo inesquecível.


Leiam a opinião da Ângela sobre o Palácio Real AQUI.

Mais sobre Madrid: Let's Go! | Dicas e Sugestões | Café Federal | Museo Thyssen-Bornemisza | El Retiro | Cervecería 100 Montaditos | Museo Del Prado | Caixa Fórum | Museo Reína Sofia | Cereal Hunters Café | Dunkin' Coffee | Jardines de Sabatini

SOLIDARIEDADE | Consignação de IRS

Sabiam que podem doar uma parte do vosso IRS a uma instituição da vossa escolha? É verdade - basta que preencham o Quadro 11 do Modelo 3 da declaração de IRS. Ao preencher este formulário,  os contribuintes podem encaminhar parte do imposto para uma entidade, doando uma parte do dinheiro que o Estado iria receber.

Instituições religiosas, Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) ou Pessoas Coletivas de Utilidade Pública e Pessoas Coletivas de Utilidade Pública de Fins Ambientais são as entidades que podem receber 0,5% do IRS liquidado do contribuinte. Existem cerca de 3000 instituições à espera de apoios e esta é a altura perfeita para apoiar aquela que nos toca no coração - sem desculpas pois, enquanto contribuintes, não temos quaisquer custos. Vamos ajudar quem mais precisa?

MADRID, ESPANHA | Jardines de Sabatini

Com entrada gratuita, os Jardines de Sabatini estão localizados junto ao Palácio Real e têm este nome em homenagem ao arquiteto italiano Francesco Sabatini pois, no local onde encontramos agora o jardim, estavam as cavalariças reais por ele desenhadas e mandadas construir pelo rei D. Carlos III. 

Aqui encontramos estátuas (como a do rei D. Carlos III, logo à entrada), arbustos e árvores que conferem harmonia e sombra a este espaço verde. Os Jardins de Sabatini não são muito grandes - e podem ser visitados de passagem, a caminho do Palácio Real - e merecem uma visita. 

MADRID, ESPANHA | Dunkin' Coffee

Curiosamente, Espanha foi o único país onde comi os maravilhosos donuts da Dunkin' Coffee. Conheci-os em Barcelona e, em Madrid, repeti a experiência por acaso, até porque sabíamos exatamente onde iríamos tomar o pequeno-almoço do segundo dia pela capital espanhola (mas há sempre espaço para mais uma gordice e nós sabemos disso melhor do que ninguém).

Pedimos os dois donuts para levar e seguimos o nosso caminho até ao próximo destino da viagem. Eu escolhi o donut com cobertura de morango que me fez automaticamente recordar a série de animação The Simpsons e a Ângela optou pelo donut com cobertura de coco - o fabuloso Cookie Monster. Numa palavra: deliciosos! Os dois donuts eram completamente diferentes um do outro em termos de sabor mas ambos tinham sido confecionados naquela manhã: a massa era fofa e a cobertura não só era doce (sem se tornar enjoativa) como também era apelativa ao olhar (numa montra com muitas outras opções apetitosas).

VIDA PROFISSIONAL | A Biblioteca

Na empresa onde trabalho, para além de podermos encomendar um livro por mês, temos uma biblioteca extremamente completa que podemos aproveitar sem restrições. Os livros comprados para cada um acabam por regressar à empresa e, dessa forma, temos acesso a obras que não foram pedidas por nós mas que também nos despertaram interesse (e a muitas outras que desconhecíamos por completo!). 

Com um bónus: na biblioteca da empresa não existem apenas livros técnicos; há livros científicos, livros mais descontraídos, autênticos calhamaços e livros para leigos que não estão tão familiarizados com o assunto. Todos os meses chegam obras novas, prontas para serem descobertas pelos mais curiosos. Em quantas empresas acontece isto? Quantas empresas se dispõem a comprar livros para os seus funcionários? Quantas empresas apostam na aprendizagem auto-didata dos seus colaboradores? Conto pelos dedos aquelas que conheço e fico grata por trabalhar numa delas.

O APARTAMENTO | Dividir Casa: Sim ou Não?

Esta foi uma questão que nunca me fez pensar e, confesso, é uma possibilidade que continuo a não colocar em cima da mesa na hora de procurar casa. Gosto muito de ter o meu espaço e não me imagino a viver com pessoas que não conheço ou a dividir casa com os meus amigos de forma permanente. 

Dividir casa pode ter muitas vantagens - nomeadamente no que diz respeito ao pagamento de contas no final do mês - mas acredito que dê tantas chatices que, honestamente, não é algo que ambicione (a não ser quando decidir que está na altura de viver com o meu namorado, é claro). 

Estou ansiosa por voltar a viver sozinha, no meu pequeno apartamento, preparado para as minhas rotinas e ritmos. Dividir casa com desconhecidos estragaria por completo a minha experiência e roubar-me-ia a tranquilidade e o silêncio que privilegio no final de um dia de trabalho.

MADRID, ESPANHA | Cereal Hunters Café

Para quem gosta de cereais - e, especialmente, para quem gosta de cereais que não encontra facilmente no supermercado - este é o local perfeito para um pequeno-almoço de domingo. O conceito do Cereal Hunters Café é simples: proporcionar aos clientes uma experiência memorável, de regresso aos sabores da infância ou das melhores viagens. 

O espaço é original, com uma parede de tijolo e mesas convidativas, decorado com fotografias, caixas e personagens que todos reconhecemos, sendo que todos estes elementos têm algo em comum: os cereais. Em Madrid, este é um café extremamente popular ao fim-de-semana e por isso recomendo-vos que cheguem cedo (a poucos minutos da hora de abertura começa a formar-se uma longa fila).

Aqui só há uma opção de refeição possível: leite com cereais. Vocês escolhem o tamanho da taça, os cereais - sendo que há dezenas opções! -, o topping (gomas, bolachas, chocolates…) e, claro, o tipo de leite (colorido, simples, de soja, de amêndoa, sem lactose…). Eu optei pelos maravilhosos Lucky Charms (impossíveis de encontrar nos nossos supermercados e absurdamente caros nas lojas que vendem produtos americanos), adicionei marshmallows e optei pelo leite normal. Já a Ângela escolheu Shreddies sem topping e leite sem lactose. As combinações são intermináveis e é muito fácil ver famílias inteiras, casais e grupos de amigos à mesa, com as suas taças de cereais à frente. 

Não há como errar com leite e cereais - o sabor é sempre o mesmo - mas o Cereal Hunters Café é especial. O leite e os cereais são servidos separados (um grande bónus para mim, que detesto cereais empapados!) e todo o ambiente transmite uma vibração jovem e nostálgica.


Hoje comecei esta formação. Há que aprender novas estratégias e descobrir novos caminhos.

MADRID, ESPANHA | Museo Reína Sofia

O Museu Rainha Sofia é gratuito para todos de quarta-feira a sábado das 19h às 21h e foi a nossa última paragem de sábado, antes de regressarmos a casa para um jantar em família.

Ambas tínhamos estado no Museu Rainha Sofia há uns anos e, dessa forma, fizemos apenas uma visita rápida para podermos rever o (meu adorado) Guernica e apreciar obras de alguns dos nossos artistas favoritos. Infelizmente, neste museu é proibido fotografar - proibição que não existia quando lá estive da primeira vez - e os funcionários das galerias conseguem ser verdadeiramente chatos e incómodos com os turistas que tiram o telemóvel do bolso (mesmo que seja apenas para ver as horas) e com todos os que optam por levar uma mochila aos ombros.

No Reína Sofia encontramos obras de Picasso (nas suas diferentes fases), Miró, Dalí e muitos outros e, sendo um espaço muito mais diversificado do que o "Museo del Prado", também atrai públicos diferentes que acabam por criar um ambiente mais leve e enriquecedor. As formalidades desnecessárias da vigilância são pontos negativos mas o edifício soberbo que guarda obras maravilhosas merece que o apreciem com calma, pelo menos uma vez na vida.


Leiam a opinião da Ângela sobre o Museo Reína Sofia AQUI.


O mundo divide-se entre as pessoas que colocam primeiro os cereais e as que colocam primeiro o leite.

GUARDA-ROUPA | Josefinas Dream Big Velvet

Depois do sucesso das Josefinas Dream Big - lançadas inicialmente em três cores (Pink Dream, Blue Rise e Green Tree), a Josefinas traz uma novidade a esta edição especial. Utilizando um dos materiais mais populares do momento - o veludo - as Josefinas Dream Big aparecem agora também num novo tom de azul (Blue Velvet) e em vermelho escuro (Red Velvet). O modelo das sapatilhas Dream Big já despertava discordância entre os grupos de amigas - umas adoram, outras odeiam - mas a nova versão, em veludo, leva essa discussão para um novo patamar. Para vocês é um sim ou um não? Eu, pessoalmente, não tenho dúvidas: é um sim.