PORTO, PORTUGAL | S. João!

Não levei o martelo azul e vermelho que me acompanha nestas noitadas desde que me lembro, não dei marteladas a ninguém, não tive que fugir dos idiotas que tentam acertar-nos com o alho-porro na cara, não comi algodão doce, não comprei farturas. E, ainda assim, um dos momentos mais bonitos que vivi no Porto foi o S. João de 2013.

Em pleno Douro, depois de um passeio pelo rio, o barco parou. Faltava pouco para as doze badaladas e, à minha frente, a Ponte D. Luís completamente iluminada fazia-me esquecer que, do lado esquerdo, centenas e centenas de pessoas conversavam alto enquanto arranjavam o melhor lugar para ver o espetáculo de fogo-de-artifício típico desta data.

O espetáculo pirotécnico começou e eu, confesso, senti uma paz interior inexplicável. Não havia confusão nem empurrões e, ainda que o exame de História A estivesse à porta, uma nova etapa começava a espreitar ali, para mim. Ali, naquele barco, eu senti-me em paz comigo mesma.


5 comentários:

  1. Foi um S.João vivido de forma diferente, sem a confusão que caracteriza esta festa :).
    Um dia, adorava ir ao S.João do Porto, deve ser espetacular!
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Qual é o melhor:o do Porto ou o de Braga?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu coração está no de Braga pois foi esse que vivi desde sempre. No entanto, sei que ambos são maravilhosos e que, apesar de terem tradições em comum, são muito diferentes um do outro :)
      E, imparcialmente, não sinto que esteja em posição de opinar sobre o São João do Porto pois não o vivi verdadeiramente no meio das marteladas e da confusão - naquele ano, optámos pela versão calma do cruzeiro no Douro e do fogo-de-artifício em local privilegiado :)

      Eliminar
  3. Há lugares e momentos que têm essa magia!

    ResponderEliminar