Thirteen

VIDA PROFISSIONAL | Mais Carolina

Apesar de ter vivido com toda a intensidade os meus anos académicos, eu sinto-me mais plena e mais Carolina desde que assinei o meu primeiro contrato. Contra todas as expectativas alheias, eu gosto (muito) mais de trabalhar do que de estudar.

Sinto-me verdadeiramente sortuda porque fui muito feliz em todas as etapas da minha vida e, confesso, tenho um carinho especial pelos anos que constituíram a minha Licenciatura. No entanto, eu sinto-me mais "eu" desde que comecei a trabalhar. Tenho menos tempo livre, adormeço com maior facilidade e chego ao final do dia verdadeiramente cansada, é verdade. Contudo, em simultâneo, sinto que estou a contribuir para o sucesso de um negócio, que estou a acrescentar valor ao projeto em que trabalho e que, finalmente, encontrei o meu próprio talento no mundo profissional. Como não adorar?

Eu fui imensamente feliz durante os meus anos académicos - e aproveitei-os ao máximo, sem dúvida! - mas cresci a vários níveis e, para mim, essa etapa de estudante a tempo inteiro chegou ao fim. O facto de gostar tanto desta nova fase (que já não é tão nova assim!), mostra-me que abraço cada etapa com tudo o que tenho e que o meu percurso não poderia, de forma alguma, ser diferente. Continuo a estudar, a fazer formações e a querer aprender mais e mais mas reconheço: mesmo que tivesse disponibilidade económica para o fazer, acredito que já não fosse capaz de deixar o mundo profissional para me dedicar aos estudos de forma exclusiva.

12 comentários:

  1. Esse é o estado que espero alcançar brevemente - o de me sentir feliz e plena na minha vida profissional. Acredito que seja verdadeiramente recompensador chegar ao fim do dia cansada, mas feliz após um dia a fazer o que gostamos. Felicidades, Carolina :)

    ResponderEliminar
  2. Eu, por enquanto, prefiro mesmo continuar a estudar. Talvez por isso continue com o bichinho da formação na área do ensino :)
    Mas gostei bastante deste testemunho. Por norma o pessoal diz preferir voltar aos tempos de escola. :)

    ResponderEliminar
  3. Sempre adorei os teus posts acerca da experiência universitária/profissional.
    Quando trabalhas em algo que acreditas e gostas de fazer, o peso do cansaço torna-se, sem dúvida, mais leve.

    ResponderEliminar
  4. fico tão feliz por saber que adoras o que fazes, e é tão bom poder acompanhar deste lado todo o teu percurso! que sejas sempre assim tão bem sucedida! um grande beijinho,
    Catarina

    ResponderEliminar
  5. Que booooom, Carol! Foi delicioso ler estas palavras. Fico mesmo feliz por ti. Por saber que te estás a conhecer ainda melhor e que te identificas com o crescimento que tens feito. Eu sei que a vida te tem sorrido de uma forma muito estranha a nível pessoal, porém, fico super contente que a nível profissional o sorriso seja tão meigo.

    ResponderEliminar
  6. Engraçado como a maioria das pessoas diz que os tempos de estudante são os melhores. Mas acredito que não deve haver nada mais aprazível do que se sentir bem no trabalho onde está... espero um dia sentir esse estado!

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Tão sentires-te assim a trabalhar. Não há nada melhor do que gostar do que se faz e sentir-se realizada por tal

    ResponderEliminar
  8. Não vejo a hora de encontrar um trabalho que me deixe verdadeiramente feliz e realizada !
    Neste momento até estou desempregada por andar doente e vou procurar com todas as forças algo na área ou então um estágio profissional, espero que desta vez a sorte esteja comigo !
    Boa sorte querida Carolina ❤️

    ResponderEliminar
  9. Acredito que também me sentirei assim. Em breve.


    ❥ Biju da Ju,
    juvibes.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. Eu confesso que estudar a tempo inteiro já me satura. Este último ano foi muito desafiante porque tive muitos projetos, mas na altura de estudar, sentia que já não tinha paciência. Chegamos a uma idade em que fazer testes era completamente dispensável. Mas pronto, estou mais perto do mercado de trabalho agora, e espero sentir o mesmo que tu (embora tenha intenção de voltar a estudar mais tarde, mas não a tempo inteiro).

    ResponderEliminar
  11. Eu gostei de estudar mas, tal como tu, gosto ainda mais de trabalhar. Agora estou numa fase em que sinto saudades e necessidade de voltar aos estudos e fazer um mestrado. Quem sabe não será para breve.

    ResponderEliminar
  12. Eu ainda agora vou começar a faculdade, portanto ainda não penso nessa fase, mas imagino que seja maravilhoso sentires-te assim. Desejo-te a maior das sorte na continuação da tua vida profissional!!

    ResponderEliminar