Thirteen

QUOTIDIANO | Palavra-Chave: Mulher

Depois da euforia da passagem de ano, dos pratos a partirem e dos abraços apertados e sinceros, caiu-me a ficha e fiquei desanimada. Não tive um início de ano ideal e Janeiro foi um mês complicado para mim - tão complicado que exigiu a duplicação da medicação, cartas negras em cima da mesa e um jogo de cintura equilibrado para conseguir lidar com a pressão, a ansiedade, o medo, a incerteza, a falta de experiência, o cansaço extremo. 2017 não começou bem mas, no fundo, eu acreditava que iria melhorar - para mim e para os meus. Porém, olhando para trás, posso dizer-vos com segurança que isso não aconteceu. 2017 não foi um ano espetacular.

O falecimento dos meus tios, as visitas constantes ao hospital, o aperto no processo de compra de casa, os picos de ansiedade e frustração, as mudanças na medicação, a incerteza profissional. Em 2017 apanhei alguns sustos e fui confrontada com algumas situações que não pensava viver tão cedo ou tão intensamente e, admito, fiquei de rastos. Levantei-me sempre, é certo, mas 2017 teve muitos nós na garganta, muitos murros no estômago e muitos baldes de água fria. Chego ao final do ano completamente exausta e com a certeza de que 2018 será bem melhor - é para isso que trabalho, pelo menos.

Mas como nenhum ano é constituído apenas por momentos negativos -  muito menos o ano de alguém que tem as necessidades básicas satisfeitas diariamente - foco-me naquilo que aconteceu de bom: a II Gala Legião de Ouro, os jantares feitos pelo Gui, as compras imprevisíveis para uma Carolina com uma personalidade bem vincada, a compra do MEU apartamento, o crescimento do blogue, o contrato de trabalho, as viagens, os concertos, o lançamento de uma coleção associada ao Thirteen.

No meio de muito trabalho, 2017 trouxe-me uma viagem a Madrid, os regressos ao Porto, várias visitas a Lisboa, uma semana na Ericeira e uma passagem pela Lourinhã. Em 2017 regressei ao NOS Alive (e que incrível foi!) e pisei pela primeira vez o chão do Coliseu de Lisboa para ver The National. Tendo em conta que comecei o ano sem expectativas de viagens, não podia estar mais feliz pelas oportunidades fantásticas que agarrei de imediato. Sou mais feliz quando viajo e estou consciente de que celebrei essa felicidade em diversas circunstâncias - sou uma sortuda e trabalho muito para que essa sorte prevaleça.

Em 2017 terminei o meu Estágio Profissional e assinei um contrato de seis meses na mesma empresa (e, em Novembro, esse mesmo contrato foi renovado). Fiz uma formação em Redes Sociais e outra em Email Marketing, comecei a trabalhar em e-commerce, trabalhei bem mais do que oito horas por dia e fui muito feliz no projeto que ocupou 90% das horas que passei no escritório.  Na empresa onde trabalho nem tudo é ouro sobre azul - há algum local onde o seja? - mas quando trabalhamos num projeto que nos motiva e quando fazemos aquilo que nos apaixona tudo o resto é secundário e suportável. 

2017 trouxe-me uns óculos graduados e também novos desafios e algumas novidades blogosféricas. As publicações focadas em mim e no meu guarda-roupa foram uma constante, os postais enviados para os meus leitores foram escritos com o maior dos carinhos e as parcerias começaram a fazer parte do meu quotidiano. Nos últimos doze meses estive presente em diversos eventos enquanto blogger e conheci algumas caras que acompanho há já algum tempo.

2017 foi um ano que me obrigou a lidar com situações que eu não pensaria lidar tão cedo - e termina de uma forma quase estranha e depressiva - mas mostrou-me, uma vez mais, que estou rodeada pelas pessoas certas e que sou capaz de me afastar das pessoas tóxicas. No geral, 2017 não foi um ano fácil mas, ainda assim, foi um ano que me provou que sou mais forte do que aquilo que penso e que sou capaz de enfrentar as adversidades, de estar ao lado dos meus nos momentos mais arrepiantes (e nos mais felizes também) e de me adaptar a cada situação sem nunca perder todas as características que me transformam na Carolina que sou. Cada vez mais mulher. Agora, que venha 2018 - estou ansiosa que 2017 termine!

10 comentários:

  1. Foi muito bom ler isto. Apesar de não ter sido (de todo) um ano fácil, tu conseguiste lidar com o assunto da melhor forma possível. Que 2018 te traga muito trabalhinho bom e muita saúde, para ti e para os teus.

    ResponderEliminar
  2. Vais ter um novo ano cheio de alegria e vai ser muito melhor!

    ResponderEliminar
  3. Gostei muito da tua reflexão do ano. Acho que nenhum ano passa sem momentos baixos mas é nos pequenos prazeres - concertos, tempo com a família, realização profissional - que conseguimos tornar o ano melhor e olhar em frente cheias de optimismo. Também tive os meus altos e baixos em 2017 mas sei que 2018 vai ser muito muito bom!

    ResponderEliminar
  4. Que 2018 chegue rápido para ti, Carolina, deixando 2017 para traz, mas lembrando-te que foste forte o suficiente para conseguires fazer esta passagem. Desejo-te tudo de bom, pois sinto verdadeiramente que mereces. Tenho pena de não te conhecer pessoalmente, mas pareces ser uma pessoa bastante trabalhadora e batalhadora, sensível, mas com muita garra. Um grande beijinho e cá te espero no novo ano! :)

    ResponderEliminar
  5. Que 2018 te traga muitas surpresas e bons momentos. Mesmo que 2017 não tenha sido o ano ideal, vejo que tiraste boas lições e acima de tudo te aproximaste mais de ti, isso é importante. Desejo-te muitas felicidades para o próximo e que seja tudo aquilo que 2017 não foi. Beijinho :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que 2018 traga tudo o que mereças, especialmente paz e ainda mais momentos felizes. Estás a tornar-te numa mulher incrível e tenho muito orgulho em poder acompanhar esse amadurecimento. Um grande abracinho :)

    ResponderEliminar
  7. Gostei muito de ler esta reflexão. Espero que 2018 te traga muitas coisas boas :)

    ResponderEliminar
  8. Não tiveste um ano muito simpático, Carolina, mas conseguiste ultrapassar tudo com essa força que tanto te caracteriza!
    Espero que tenhas um Natal cheio de amor, rodeado das tuas pessoas, e que 2018 te traga paz e muita felicidade. Nós cá te esperamos no ano que vem ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. 2017 para nós foi um ano de aprendizagens, sem dúvidas! Foi um ano com coisas boas, mas por mais que lhe tentemos fugir, também foi um ano com muitas coisas más. Mas tudo se há-de resolver e 2018 será um excelente ano para compensar este. Sabemos que sim. Sentimo-lo! Tudo muda para o lado positivo se assim o virmos como o copo meio cheio!
    Votos das melhores saídas e entradas para ti! Que sejas mesmo muito feliz. Mereces!!
    P.S. - Esperamos poder conhecer-te este ano. No jantar de bloggers, talvez?

    ResponderEliminar
  10. Depois de um ano mais negro, só pode vir um melhor: acredita nisso, e tu tens tanta força que só podes dar a volta por cima. Força, saúde, e muita, muita alegria e amor é o que espero que 2018 te traga! Um grande beijo!

    ResponderEliminar