Thirteen

QUOTIDIANO | Objetivos para 2018

Mudar de casa. Em 2017 comprei um apartamento e, apesar de estar a demorar mais do que aquilo que eu desejava ou previa, o principal objetivo para 2018 é, sem dúvida alguma, terminar todas as remodelações, decorá-lo ao meu gosto e mudar-me para lá. Espero atingir esta meta ainda na primeira metade do ano mas, com alguma margem de manobra, gestão de expectativas e espaço para imprevistos, Dezembro é o limite dos limites.

Fazer (pelo menos) duas viagens. Quando decidi comprar O Apartamento, as minhas prioridades mudaram e as minhas poupanças passaram a ter finalidades diferentes. Em 2018, agora que sinto que as coisas estão mais ou menos encaminhadas, quero poupar para duas viagens. Uma já está mais ou menos definida e a segunda... ainda é uma incógnita.

Contribuir para o crescimento do De Mãe Para Mãe. Este é o meu objetivo profissional para 2018. Trabalho neste projeto desde Março de 2017, ajudei na sua renovação e no nascimento da nova loja e quero muito que 2018 seja O ano para aquele que já é o maior portal sobre maternidade em Portugal.

Criar (e cumprir) um calendário editorial. Até hoje olhava para o blogue de uma forma muito despreocupada. Nunca estabeleci temas, horários de publicação ou dias para escrever. Porém, com o trabalho acumulado e os dias que não terminam, o Thirteen foi muitas vezes posto de parte. Apesar de não ser nada de grave ou de preocupante, isso entristeceu-me. Decidi então que, em 2018, iria criar e cumprir um plano editorial. Quero manter a fluidez, a naturalidade e a espontaneidade de sempre mas, simultaneamente, ser capaz de garantir novos conteúdos de uma forma (quase) diária. Acham que aguentam?

Deixar de precisar de medicação. Eu podia perfeitamente dizer "deixar de tomar medicação" mas essa seria uma rasteira - eu quero deixar de PRECISAR dela e não simplesmente deixar de a incluir nas minhas rotinas matinais. Sei que este ponto não depende apenas do meu esforço mas também da forma como o meu organismo reage aos estímulos mas sou sincera quando digo que me sentiria realizada se, no final do ano, pudesse dizer que já não preciso de antidepressivos ou ansiolíticos para não me sentir irritada, nervosa ou ansiosa.

5 comentários:

  1. Comprar um apartamento é um grande passo. Ainda não tive coragem para o dar. Agora as tuas prioridades vão mesmo mudar. E fico feliz por estares melhor e já não precisares tanto da medicação! É bom! :D

    TheNotSoGirlyGirl // Instagram // Facebook

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Precisamente o oposto: no início do ano a minha medicação voltou a aumentar. O meu objetivo é deixar de precisar dela :)

      Eliminar
  2. Estou aqui deste lado a torcer ansiosamente por ti, Carol. Tenho a certeza que muitos dos teus objectivos vão cumprir-se Just fine. E espero mesmo que sejas incrivelmente feliz como mereces!

    ResponderEliminar
  3. Boa sorte no cumprimento destes objetivos :)
    Não te leio há tanto tempo quanto isso, mas do que vou lendo acho que tens força e determinação para os alcançar. Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Espero que consigas cumprir todos os teus objetivos e que 2018 seja um ano magnífico!
    Beijinhos
    https://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar