Thirteen

BLOGOSFERA | Etapas

Quem me acompanha desde o início sabe que criei este blogue no verão anterior à entrada para o Ensino Superior e que, por isso, pude registar diferentes etapas da minha vida. Desde o ano de caloira até à compra do meu pequeno T1... está tudo aqui. O fim da Licenciatura, os Estágios, o primeiro contrato de trabalho, as viagens que fiz, as aventuras do quotidiano e muito mais. Registei situações significativas do meu percurso - e outras mais banais também - sem nunca comprometer a minha privacidade e, à distância de um clique, eu posso recordar as diversas fases da minha vida.

Ao longo dos anos, criei laços com outras pessoas e, enquanto registava as minhas vitórias, também não fiquei indiferente às suas conquistas. Fiquei feliz quando a Diana ficou noiva. Senti-me honrada quando a Inês nos ofereceu uma fita. Fiquei de coração cheio quando a Margarida casou com o Paulo e foi mãe do pequeno Francisco. Senti orgulho quando a Cherry começou o Estágio, quando a Ella iniciou a sua vida profissional, quando a Catarina lançou o seu primeiro livro e quando a Ana entrou no curso que desejava. Fiquei contente pela Joana quando ela deu o salto e decidiu mudar de casa. Fiquei feliz por todas estas pessoas (e outras também). De coração.

Talvez a magia da blogosfera seja mesmo esta: ficarmos felizes quando algo de incrível acontece na vida de quem acompanhamos (e sentirmos compaixão quando algo está errado, também). Já pensaram no quão especial isso é? Os blogues não são incríveis pelas marcas que nos enviam presentes. Não. Os blogues são incríveis pelas pessoas; pelas pessoas que lêem os nossos blogues e pelas pessoas que nos deixam ler os delas; pelas pessoas que confiam em nós para partilhar um bocadinho do seu mundo connosco (mesmo que seja só uma parte).

8 comentários:

  1. Ai, acho que o feito da Cherry que merece mais destaque é o sair do anonimato!


    A Sofia World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. <3. Foi uma das melhores decisões que já tomei na vida, foi mesmo libertador :).

      Eliminar
  2. Aww, percebo totalmente o que queres dizer! Cada vez que algum blogger que estimo muito anuncia alguma vitória ou derrota, sinto-a como se fosse minha e fico radiante (ou sofro com o sofrimento da má notícia). Especialmente as tuas notícias! Já te acompanho há tantos aninhos, é sempre fantástico quando divides esses momentos comigo, connosco! <3

    ResponderEliminar
  3. Obrigada por te teres lembrado de mim e teres falado de mim no post <3.
    Identifico-me completamente! O meu blog já acompanhou várias etapas da minha vida: o meu último ano de secundário, a minha primeira viagem no estrangeiro, a entrada na faculdade, a praxe, os meus estágios, e é muito giro ter isso tudo registado. Mas é ainda mais giro poder acompanhar um pouco da vida dos meus bloggers favoritos, e é mesmo engraçado como, apesar de não os conhecer, ter interesse em acompanhar a vida deles, festejar as suas vitórias e sofrer com as suas derrotas. Gosto de pensar que somos uma pequena grande família que se apoia mutuamente <3.
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  4. Uau, gostei bastante do teu espírito de inclusão relativamente à Blogosfera! Continua assim :)

    Miss DeBlogger

    ResponderEliminar
  5. São vocês que me fazem continuar por aqui quando hesito, a personalidade que trazem aos vossos cantinhos e o querer festejar convosco os vossos sucessos e amparar um pouco por vós os vossos insucessos. <3

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito do texto... concordo plenamente ;)
    Bjinhos
    www.maenatureza.pt

    ResponderEliminar
  7. Oh Carolina <3 sabes que é recíproco. E sinto exactamente o mesmo que tu: não me canso de dizer que o melhor que isto tem são mesmo as pessoas e a possibilidade que temos de encontrar almas que batem certo com a nossa, seja em alguns detalhes ou em tudo. E, consequentemente, acompanhar as histórias, os passeios, os detalhes, sorrir com os sucessos ou enviar um abraço apertado nas derrotas, quando o físico não é possível. Não estamos sozinhos nisto. Nunca :) Um grande beijo!

    ResponderEliminar