Thirteen

FORMAÇÕES | SEO: Regras de Ouro

Desengane-se quem acredita que o trabalho de SEO - Search Engine Optimization - trará resultados imediatos a um negócio. No entanto, o conjunto de técnicas e ações que o constituem serão, a longo prazo, a fonte de centenas ou milhares de visitas e uma grande ajuda no crescimento orgânico do projeto. Quais as regras de ouro em cada um dos detalhes que trabalhamos diariamente?

Keywords | Falamos muito em palavras-chave e existem dois locais onde estas devem estar presentes: no título e nas primeiras 100 palavras do artigo. As keywords devem sempre aparecer de forma orgânica. Para um título realmente valorizado pelos motores de busca, 70 é o número de ouro - não devemos utilizar mais do que sete dezenas de caracteres na sua construção.

Hiperligações | Para além das hiperligações amigáveis (ou "user-friendly", como preferirem) que não incluem símbolos estranhos e que permitem uma percepção rápida do tema abordado ou da página que visitamos (exemplo: nomedaempresa.pt/faz-parte-da-equipa), também é importante que o conteúdo inclua, de forma sensata e quando possível, links internos e externos (apostando sempre em artigos relacionados e em websites credíveis).

Imagens | É pertinente nomeá-las de acordo com o que representam numa determinada página. Falho muito nisto, é certo, mas é realmente uma vantagem - sobretudo quando outras pessoas utilizam as mesmas imagens e acabam por espalhar, de forma muito natural e acidental, o nome do nosso projeto. Tornar as fotografias menos pesadas e prepará-las para serem publicadas na web também é algo a ter em conta.

Velocidade | Raramente pensamos nisto mas a verdade é que se tivermos um website muito lento, as pessoas lembrar-se-ão disso e a probabilidade de regressarem - a não ser que sejam MUITO fiéis ao nosso conteúdo - será reduzida. Isto afetará a reputação do website não só na nossa comunidade de leitores como irá prejudicar, também, a possibilidade de aparecer nas pesquisas relacionadas com o conteúdo que publicamos.

Botões de Partilha | Nós não precisamos de ter o trabalho todo para sermos reconhecidos como uma fonte credível e para que os nossos conteúdos sejam mostrados ao nosso público-alvo. Ter botões de partilha visíveis pode ser uma ajuda preciosa no caminho que estamos a percorrer. Pessoalmente, tenho o hábito de partilhar os conteúdos que me dizem algo (especialmente no LinkedIn) e acredito que haja muitas outras pessoas a fazer o mesmo quando se identificam com aquilo que eu escrevo.

Versão Mobile ou Responsive | Algo que está na "lista-de-tarefas-que-nunca-mais-são-feitas" do programador cá da zona mas que ainda não aconteceu. O blogger disponibiliza opções estéticas muito manhosas que em nada combinam com a aparência da maioria dos blogues mas a verdade é que, cada vez mais, os algoritmos valorizam a versatilidade dos websites. Apostar num design próprio para smartphone ou que se adapta ao tamanho de qualquer ecrã é tão importante como ter conteúdo interessante e relevante (e contra mim falo).


Publicação escrita em parceria com o Factory Braga, onde fiz o meu mini-curso de especialização em SEO.

3 comentários:

  1. Muito interessante e realmente são dicas muito úteis para manter o blog visível e construtivo. Obrigada :)

    Miss DeBlogger

    ResponderEliminar
  2. Excelente artigo - e mais do que no blog, vou guardá-lo para ter tudo isto em atenção no site que estou agora a construir para a empresa. Ouro!

    Jiji

    ResponderEliminar
  3. Excelentes dicas, vou colocar este post nos favoritos para nunca me esquecer :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar