Thirteen
Em pleno mês de agosto, a Josefinas apresenta as Josefinas Areia do Algarve. Aprovadas?

Fotografia: Josefinas Portugal.

LIVRO | Girl, Stop Apologizing

"Girl, Stop Apologizing" foi escrito com o intuito de incentivar as mulheres a seguirem aquilo que realmente ambicionam e a lutarem pelos seus objetivos. É um livro de autoajuda (chamemos as coisas pelos nomes), escrito por Rachel Hollis e repleto de clichés. Em simultâneo, é um livro que precisamos de ler no momento certo, para que faça sentido e para que não seja apenas uma combinação de lugares-comuns e frases feitas. 

Dividido em três partes, "Girl, Stop Apologizing" aborda, de uma forma muito descontraída e com a quantidade certa de humor e experiências pessoais, 1) as desculpas mais comuns (que têm de ficar escondidas na gaveta), 2) os comportamentos a adotar e 3) as seis capacidades-chave a adquirir. 

Pessoalmente, acabei por ver na Rachel uma amiga que nos diz as verdades sem maldade à mistura, que não nos julga por ainda não termos começado a traçar um plano ou por não sabermos exatamente o que faz sentido para nós. A autora apresenta-nos um livro de verão, para ler sem pressões, com espaço para reflexão e parágrafos divertidos, que nos mostram que não estamos sozinhas e que, sim, talvez esteja mesmo na hora de arriscarmos naquilo com que realmente nos identificamos. 

Às vezes só precisamos que alguém nos diga o que precisamos de ouvir (mesmo que não seja exatamente o que gostaríamos de ouvir) e a Rachel entrou na minha vida no momento em que precisava de ler as suas palavras. Tenho a certeza que, noutra etapa, teria detestado este livro, mas hoje agradeço por me ter chegado às mãos na altura certa.


Instagram: @carolinanelas

INSTAGRAM | Julho 2020

Há um ano eu estava completamente de rastos, afundada numa depressão que me roubou a luz e a alegria que eu me orgulhava de ter. Em 2020, julho foi um mês mais tranquilo, de reencontros, mergulhos e momentos em família. A nuvem negra ainda não desapareceu por completo, e a minha ansiedade deu alguns sinais, mas hoje sei que é possível melhorar e que estou a percorrer esse caminho com determinação.

Em julho conheci a pequena Luísa, que nasceu em junho em plena pandemia, liderei equipas, fiquei bronzeada (quem me conhece sabe!), comprei umas Josefinas muito especiais e ignorei o sétimo aniversário do Thirteen. Li menos do que nos meses anteriores - escrevi menos, também -, mas senti os pontapés da Margarida vezes e vezes sem conta, passei horas dentro de água e recuperei as horas de sono.

Julho trouxe os dias de (demasiado) calor e a certeza de que não haverá viagens até 2021, mas também me mostrou que sou capaz, que tenho as pessoas certas à minha volta, que sei ocupar o meu tempo e que sou mesmo feliz a trabalhar no mundo da moda, entre tecidos, música, fotografias e detalhes bonitos.

FAMÍLIA | Parabéns, Guilherme!

Guardo poucas coisas bonitas de 2019, mas há uma coisa que me faz querer recordar esse ano com muito carinho: o nascimento do Guilherme. Com apenas 29 semanas, mostrou-nos que é possível ser forte e que o amor, ainda que não cure tudo, é um grande aliado na cicatrização das feridas que a vida nos vai proporcionando.

Hoje o Guilherme celebra o seu 1º aniversário. Não vai ter uma festa à sua medida, como tanto gostávamos, mas é saudável, é bem-disposto e está rodeado de amor - isso é o mais importante, até porque há muitos outros dias para celebrar cada uma das suas vitórias. Este miúdo nasceu com um quilo (sim!) passou um mês e meio na neonatologia e está a assistir a uma pandemia sem dar parte fraca - só pode significar que vai ser forte, não é? 

Num ano duro para todos nós, o Guilherme trouxe a alegria e a boa-disposição que nos deixam sempre um pouquinho mais felizes e que nos fazem esquecer o que está errado. Por isso, hoje, para além de o felicitar pelo seu primeiro aniversário, tenho uma palavra especial: obrigada.

GUARDA-ROUPA | Josefinas Kate White

Serena Williams, Amy Schumer e Keira Knightley são algumas das celebridades que preferiram casar de sapatos rasos, e a verdade é que existem cada vez mais mulheres a seguir-lhes o exemplo e a não descurar o conforto num dia cheio de significado. Deixar os saltos altos de parte é uma opção cada vez mais comum. 

Num ano em que tantas cerimónias e festas foram adiadas, a Josefinas decidiu mimar as noivas ao apresentar um modelo especialmente pensado para elas: as Josefinas Kate White. Assim, as Josefinas Kate, inspiradas em Kate Middleton, passam a estar disponíveis no clássico rosa Josefinas e no tradicional branco. 

Criada artesanalmente em pele genuína branca por mestres sapateiros com décadas de experiência, a mais recente novidade da marca inclui flores no mesmo material, cortadas e aplicadas à mão, de forma assimétrica: o pé direito é decorado com flores tanto na parte frontal como na parte lateral da sabrina, enquanto a bailarina do pé esquerdo se diferencia por ter apenas uma, na zona do calcanhar. 

Para as noivas que procurem uma recordação ainda mais especial, a Josefinas oferece a possibilidade de personalizar a sola com a data do casamento. 

As novas Josefinas Kate White estão disponíveis na loja online da marca portuguesa e custam 270€. A personalização tem um custo acrescido de 35€ e pode ser realizada aqui.


Fotografia: Josefinas Portugal.