Thirteen

WANDERLUST | Hello, World!

Mal o avião aterrou em Mumbai percebi que aquela viagem ia mudar a minha vida. Quinze dias na Índia, numa aldeia do estado de Telangana, fizeram-me regressar uma pessoa diferente. A mesma essência mas com uma perspetiva muito diferente do mundo.

Conto-vos isto antes sequer de me apresentar porque foi aí que decidi tatuar a palavra Wanderlust no ombro, essa palavra que dá nome a este cantinho que me foi oferecido. O meu nome é Ana e sou a irmã mais velha da Carolina. Para além disso, sou muitas outras coisas, dependendo do dia, da hora, do momento, há sempre algo diferente que me define. Desde pequena que tive dificuldade em escolher “o que quero ser quando for grande” - e acho que essa resposta nunca chegará, porque o Mundo é demasiado fantástico para nos contentarmos com uma parte tão ínfima dele.

Não sei se "tenho em mim todos os sonhos do mundo", mas nos meus sonhos cabe o mundo todo.

De mim, podem esperar histórias de viagens - vividas, lidas ou sonhadas - e banalidades do mundo e da obsessão com a organização que não me larga (nem eu a ela). O resto… logo se vê. 


Artigo de Ana Nelas.

6 comentários:

  1. "Não sei se "tenho em mim todos os sonhos do mundo", mas nos meus sonhos cabe o mundo todo.", conquistaste-me nesta frase, já que concordo em absoluto com ela. Estou bastante curiosa com esta nova rubrica, logo eu que sou uma amante de viagens!

    Beijinhos,
    Ensaio Sobre o Desassossego

    ResponderEliminar
  2. Isto promete!

    A Índia é o meu país de sonho para visitar. Escrevi recentemente sobre isso no meu TOP 5 do blogue. Ainda assim, considero que a Índia seria a viagem. Irei ficar atenta.


    JU VIBES | @itsjuvibes ❤

    ResponderEliminar
  3. Muito curiosa para ler mais publicações na perspetiva da tua irmã :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  4. Diz-se que a melhor forma de conseguirmos conhecer uma pessoa é ouvirmos/lermos a forma como ela fala das coisas que a apaixonam. Eu atrevo-me a fazer a devida adaptação: a forma como ela fala das suas viagens. Vai ser um privilégio conhecer a Ana neste prisma! :)

    ResponderEliminar