Thirteen

INSTAGRAM | Abril 2019

O que dizer de um mês que começou com um pico de felicidade mas que rapidamente se transformou num autêntico pesadelo? Apesar dos momentos maravilhosos, Abril ficou marcado pelo falecimento da minha avó (e isso é algo que, para além de não ter tido tempo para ultrapassar e de me causar muita dor, me revolta). Em Abril estive - e estou - zangada com o mundo. É esse o sentimento que fica registado.

A Ana e o Filipe casaram e foi um dos dias mais bonitos de sempre. Eu e o Gui assinalámos cinco anos de namoro, mas a data passou totalmente despercebida. Participei no desfile da Embrace Inc - espreitem a nova coleção! -, mas não senti a experiência verdadeiramente. Perder a minha avó roubou-me o chão e intensificou os meus medos. Refugiei-me no trabalho, como faço sempre, mas os resultados não me deixaram orgulhosa. Têm sido semanas difíceis, e não pretendo alongar-me com motivos. 

Em Abril, a Páscoa foi dolorosa, as flores ganharam um significado triste, os sonos tornaram-se mais curtos e os pesadelos mais regulares. Os jantares de domingo ganharam um impacto negativo - se antes eram sinónimo de tempo para nós as duas, agora são só memórias que magoam. Abril foi, sem dúvida alguma, o mês mais difícil até então. E sei que ainda é dia 28, mas só quero mesmo que acabe.

1 comentário: